Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 182
DOMÍNIO SEGURANÇA E PROTEÇÃO: DIAGNÓSTICOS DE ENFERMAGEM EM IDOSO HOSPITALIZADO

Palavra-chaves: DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM, IDOSO, ENFERMAGEM GERIÁTRICA, HOSPITALIZAÇÃO Pôster (PO) / Poster Submission AT-3: ENFERMAGEM E A SAÚDE DA PESSOA IDOSA

Resumo

Introdução: O processo de enfermagem é composto por cinco etapas - coleta de dados, diagnostico de enfermagem (DE), planejamento, implementação e avaliação. Todas devem estar interligadas, no entanto, pode-se ressaltar o diagnóstico de enfermagem como a etapa complexa, cabendo a ele nortear as que se sucedem. O domínio 11 da taxonomia NANDA-I engloba diagnósticos que dizem respeito à segurança e proteção do paciente, DE esses que merecem enfoque maior quando se trata da assistência ao idoso, população mais vulnerável ao desenvolvimento de lesões físicas e imunológicas, relacionada à diminuição da reserva funcional, caracterizada pelo próprio processo de envelhecimento e presença de doenças crônico-degenerativas. Objetivo: verificar na literatura científica os principais diagnósticos de enfermagem relacionados ao domínio segurança e proteção em idoso hospitalizado. Metodologia: Revisão integrativa da literatura, realizada de março a maio de 2016, nas bases de dados SciELO, MEDILINE, LILACS, IBECS, BDENF, com os descritores “Diagnóstico de enfermagem”, “Idoso” e "Nursing “Diagnosis" and “Aged”. Critérios de inclusão: artigos referentes a Diagnósticos de Enfermagem da taxonomia NANDA Internacional, aplicados a pessoas acima de 60 anos hospitalizadas, DE com taxa de presença igual ou maior a 40% da população estudada, publicados nos últimos 06 anos, disponíveis em inglês, português e espanhol. A mostra foi composta por 12 artigos Resultados: Dos 12 estudos que elencaram diagnósticos de enfermagem relacionados ao domínio segurança e proteção da NANDA Internacional 2015-2017 ao idoso hospitalizado, destacou-se o DE “risco de infecção” presente em 83,3% das publicações, seguido pelo “risco de queda”, 66,7% de aparições, ficando em terceiro lugar Risco de integridade da pele prejudicada e Integridade da pele prejudicada, ambos com frequência de 25,0%, Conclusão: A identificação dos DE é fundamental para um cuidado integral, subsidiando a escolha adequada de intervenções e terapêuticas nesse grupo de pacientes, corroborando cuidado integral ao indivíduo que deve ser visto de forma holística, individualizada, buscando uma assistência segura e livre de danos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.