Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 167
O COMPORTAMENTO ALIMENTAR DO IDOSO ATIVO

Palavra-chaves: NUTRIÇÃO DO IDOSO, COMPORTAMENTO ALIMENTAR, HÁBITOS ALIMENTARES Pôster (PO) / Poster Submission AT 7: ENVELHECIMENTO ATIVO E QUALIDADE DE VIDA

Resumo

O idoso ativo otimiza as oportunidades os proporcionado qualidade de vida.O comportamento alimentar de um indivíduo da terceira idade é um ponto crucial pois tem vários fatores que podem ser determinantes positivos ou negativos nesse envelhecimento ativo, estando a depender do equilíbrio do seu estado físico, social e mental. Portanto, o presente objetivou investigar a influência do estado emocional do idoso em seu comportamento alimentar. A pesquisa foi realizada na Associação Rio-grandense Pró-Idoso - ARPI, Natal/ RN, com os idosos cadastrados na instituição e que se enquadraram nos critérios de inclusão adotados. O estudo se constituiu do tipo individuado, tendo como unidade de análise e observação o idoso. Para a coleta dos dados foi utilizado um questionário com questões socioeconômicas, demográficas, dados pessoais do idoso, seu estado de nutrição, e das condições gerais da saúde do idoso. Para avaliação dos idosos foi utilizado parâmetros antropométricos como: peso, estatura e Índice de massa corporal -IMC. Participaram da pesquisa 30 idosos, representado por 90% mulheres (n=27) e 10% homens (n=3), foi observado que 67% (n=2) dos idosos do sexo masculino estão em eutrofia, 33% (n=1 ) apresentaram magreza e nenhum apresentou obesidade e no sexo feminino 48% (n=13) apresentaram obesidade, 41% (n=11) estão em eutrofia e 11% (n=3) magreza, já no geral temos a proporção de obesidade e eutrofia igualados cada com 43% (n=13) e 14%de idosos com magreza, quando questionados 57% dos idosos relaram preferir fazer as refeições em grupo, 23% preferem almoçar sozinhos e para 20% indifere , quando estão tristes 17% disseram que o apetite aumenta, 30 % que ele diminui e 53% que era indiferente, quando estão ansiosos 37% relataram que o apetite aumenta, 23% que ele diminui e 40% que indefere, já para quando se sentem solitários 27% afirmaram que comem muito, 40%comem pouco, 10% não comem, 27% comem normal e 3% não souberam responder a pergunta. Conclui-se que além de vários fatores como: sociais, demográficos, econômicos e dietéticos, o estado emocional interfere diretamente causando impacto negativo no comportamento alimentar e estilo de vida desse idoso.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.