Artigo Anais I CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

A DEPRESSÃO E SUA INCIDÊNCIA EM UM GRUPO DE IDOSOS ATIVOS: UM ESTUDO DE CAMPO

Palavra-chaves: ENVELHECIMENTO, DEPRESSÃO, ESCALA DE DEPRESSÃO GERIÁTRICA Pôster (PO) / Poster Submission AT-12: ENVELHECIMENTO E INTERDISCIPLINARIDADE
"2016-11-22 23:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 24273
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 81
    "inscrito_id" => 813
    "titulo" => "A DEPRESSÃO E SUA INCIDÊNCIA EM UM GRUPO DE IDOSOS ATIVOS: UM ESTUDO DE CAMPO"
    "resumo" => """
      INTRODUÇÃO: O envelhecimento constitui, por si só, uma etapa que traz ao idoso uma série de mudanças que estão diretamente relacionadas com sua independência e capacidade de estar bem consigo mesmo. Incluindo as várias patologias que os acometem, sobretudo com uma incidência maior na terceira idade, a depressão - quadro que se manifesta de forma bastante inespecífica e pode trazer ao idoso alterações no humor e acometer diversos aspectos de sua vida a exemplo da perda de interesse pelas atividades as quais eles antes desenvolviam e hoje passam a não mais fazê-las. A doença requer então uma maior investigação assim como seus fatores determinantes sobretudo por sua dificuldade diagnóstica e avaliação. Em face do exposto, o uso da Escala de Depressão Geriátrica foi então fundamental para a abordagem da doença em questão e serviu de auxílio para a identificação dos idosos que realmente estavam passando por mudanças, principalmente psicológicas, auxiliando, portanto, o diagnóstico da depressão no grupo de idosos. \r\n
      METODOLOGIA: Pesquisa de caráter descritivo e exploratório com abordagem quantitativa. O estudo foi realizado na clínica escola da Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba com 17 idosos que participam do projeto interdisciplinar de pesquisa intitulado: análise dos indicadores associados ao envelhecimento bem sucedido. O instrumento utilizado na coleta de dados foi a Escala de Depressão Geriátrica (EDG): composta por 15 perguntas afirmativas e negativas de fácil compreensão, na qual o resultado de cinco ou mais pontos diagnostica depressão, sendo que o escore igual ou maior que onze, caracteriza depressão grave. A análise foi realizada através da estatística simples descritiva por meio do cálculo da média e percentagem. \r\n
      RESULTADOS: Na amostra de 17 idosos, houve predominância do sexo feminino, com 13 mulheres (76,4%) e 4 homens (23,6%), que encontram-se na faixa etária dos 51 aos 76 anos. 6 idosos foram classificados como depressivos, apresentando um total de 5 ou mais pontos na Escala de Depressão Geriátrica, perfazendo o total de 35,2%. Os demais, que correspondem a 64,8%, não foram considerados depressivos, tendo em vista que seu escore variou entre 2 e 5 pontos. \r\n
      CONSIDERAÇÕES FINAIS: A importância da abordagem interdisciplinar da depressão faz-se, portanto, fundamental para que esses idosos sejam bem acolhidos e que a sua integridade -  física e psicológica - seja assegurada. O envelhecimento populacional assume números cada vez maiores e de-se garantir que este seja saudável e de qualidade, visando ao aumento da longevidade, sobretudo devido aos problemas que eles enfrentam diariamente.
      """
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT-12: ENVELHECIMENTO E INTERDISCIPLINARIDADE"
    "palavra_chave" => "ENVELHECIMENTO, DEPRESSÃO, ESCALA DE DEPRESSÃO GERIÁTRICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA13_ID813_14082016211913.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:55"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "KELTON DANTAS PEREIRA"
    "autor_nome_curto" => "KELTON DANTAS"
    "autor_email" => "kelton_dantas@hotmail.com"
    "autor_ies" => "FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS DA PARAÍBA (FCM/PB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 24273
    "edicao_id" => 51
    "trabalho_id" => 81
    "inscrito_id" => 813
    "titulo" => "A DEPRESSÃO E SUA INCIDÊNCIA EM UM GRUPO DE IDOSOS ATIVOS: UM ESTUDO DE CAMPO"
    "resumo" => """
      INTRODUÇÃO: O envelhecimento constitui, por si só, uma etapa que traz ao idoso uma série de mudanças que estão diretamente relacionadas com sua independência e capacidade de estar bem consigo mesmo. Incluindo as várias patologias que os acometem, sobretudo com uma incidência maior na terceira idade, a depressão - quadro que se manifesta de forma bastante inespecífica e pode trazer ao idoso alterações no humor e acometer diversos aspectos de sua vida a exemplo da perda de interesse pelas atividades as quais eles antes desenvolviam e hoje passam a não mais fazê-las. A doença requer então uma maior investigação assim como seus fatores determinantes sobretudo por sua dificuldade diagnóstica e avaliação. Em face do exposto, o uso da Escala de Depressão Geriátrica foi então fundamental para a abordagem da doença em questão e serviu de auxílio para a identificação dos idosos que realmente estavam passando por mudanças, principalmente psicológicas, auxiliando, portanto, o diagnóstico da depressão no grupo de idosos. \r\n
      METODOLOGIA: Pesquisa de caráter descritivo e exploratório com abordagem quantitativa. O estudo foi realizado na clínica escola da Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba com 17 idosos que participam do projeto interdisciplinar de pesquisa intitulado: análise dos indicadores associados ao envelhecimento bem sucedido. O instrumento utilizado na coleta de dados foi a Escala de Depressão Geriátrica (EDG): composta por 15 perguntas afirmativas e negativas de fácil compreensão, na qual o resultado de cinco ou mais pontos diagnostica depressão, sendo que o escore igual ou maior que onze, caracteriza depressão grave. A análise foi realizada através da estatística simples descritiva por meio do cálculo da média e percentagem. \r\n
      RESULTADOS: Na amostra de 17 idosos, houve predominância do sexo feminino, com 13 mulheres (76,4%) e 4 homens (23,6%), que encontram-se na faixa etária dos 51 aos 76 anos. 6 idosos foram classificados como depressivos, apresentando um total de 5 ou mais pontos na Escala de Depressão Geriátrica, perfazendo o total de 35,2%. Os demais, que correspondem a 64,8%, não foram considerados depressivos, tendo em vista que seu escore variou entre 2 e 5 pontos. \r\n
      CONSIDERAÇÕES FINAIS: A importância da abordagem interdisciplinar da depressão faz-se, portanto, fundamental para que esses idosos sejam bem acolhidos e que a sua integridade -  física e psicológica - seja assegurada. O envelhecimento populacional assume números cada vez maiores e de-se garantir que este seja saudável e de qualidade, visando ao aumento da longevidade, sobretudo devido aos problemas que eles enfrentam diariamente.
      """
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "AT-12: ENVELHECIMENTO E INTERDISCIPLINARIDADE"
    "palavra_chave" => "ENVELHECIMENTO, DEPRESSÃO, ESCALA DE DEPRESSÃO GERIÁTRICA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV054_MD4_SA13_ID813_14082016211913.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:10"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:04:55"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "KELTON DANTAS PEREIRA"
    "autor_nome_curto" => "KELTON DANTAS"
    "autor_email" => "kelton_dantas@hotmail.com"
    "autor_ies" => "FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS DA PARAÍBA (FCM/PB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais I CNEH"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2016"
    "edicao_logo" => "5e49f6afa2a77_16022020231303.png"
    "edicao_capa" => "5f183e7033782_22072020102608.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-11-22 23:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 22 de novembro de 2016

Resumo

INTRODUÇÃO: O envelhecimento constitui, por si só, uma etapa que traz ao idoso uma série de mudanças que estão diretamente relacionadas com sua independência e capacidade de estar bem consigo mesmo. Incluindo as várias patologias que os acometem, sobretudo com uma incidência maior na terceira idade, a depressão - quadro que se manifesta de forma bastante inespecífica e pode trazer ao idoso alterações no humor e acometer diversos aspectos de sua vida a exemplo da perda de interesse pelas atividades as quais eles antes desenvolviam e hoje passam a não mais fazê-las. A doença requer então uma maior investigação assim como seus fatores determinantes sobretudo por sua dificuldade diagnóstica e avaliação. Em face do exposto, o uso da Escala de Depressão Geriátrica foi então fundamental para a abordagem da doença em questão e serviu de auxílio para a identificação dos idosos que realmente estavam passando por mudanças, principalmente psicológicas, auxiliando, portanto, o diagnóstico da depressão no grupo de idosos. METODOLOGIA: Pesquisa de caráter descritivo e exploratório com abordagem quantitativa. O estudo foi realizado na clínica escola da Faculdade de Ciências Médicas da Paraíba com 17 idosos que participam do projeto interdisciplinar de pesquisa intitulado: análise dos indicadores associados ao envelhecimento bem sucedido. O instrumento utilizado na coleta de dados foi a Escala de Depressão Geriátrica (EDG): composta por 15 perguntas afirmativas e negativas de fácil compreensão, na qual o resultado de cinco ou mais pontos diagnostica depressão, sendo que o escore igual ou maior que onze, caracteriza depressão grave. A análise foi realizada através da estatística simples descritiva por meio do cálculo da média e percentagem. RESULTADOS: Na amostra de 17 idosos, houve predominância do sexo feminino, com 13 mulheres (76,4%) e 4 homens (23,6%), que encontram-se na faixa etária dos 51 aos 76 anos. 6 idosos foram classificados como depressivos, apresentando um total de 5 ou mais pontos na Escala de Depressão Geriátrica, perfazendo o total de 35,2%. Os demais, que correspondem a 64,8%, não foram considerados depressivos, tendo em vista que seu escore variou entre 2 e 5 pontos. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A importância da abordagem interdisciplinar da depressão faz-se, portanto, fundamental para que esses idosos sejam bem acolhidos e que a sua integridade - física e psicológica - seja assegurada. O envelhecimento populacional assume números cada vez maiores e de-se garantir que este seja saudável e de qualidade, visando ao aumento da longevidade, sobretudo devido aos problemas que eles enfrentam diariamente.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.