Artigo Anais III CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

Visualizações: 266
A AÇÃO DA ENFERMAGEM DENTRO DA EQUIPE MULTIDISCIPLINAR NA PROMOÇÃO DA SAÚDE E DO BEM-ESTAR A TERCEIRA IDADE

Palavra-chaves: ENFERMAGEM, TERCEIRA IDADE, SAÚDE Pôster (PO) Atenção integral à saúde: promoção, prevenção, tratamento e reabilitação do idoso Publicado em 15 de junho de 2013

Resumo

O envelhecimento consiste numa fase da vida em que o ser humano sofre grandes mudanças biológicas, psicológicas e sociais, porém é a fase que ocorre grandes conflitos de aceitabilidade e adaptação. O Brasil passou a ser considerado um pais em envelhecimento, estima-se que até 2025 tenhamos aproximadamente 32 milhões de idosos, o fato se deve a diminuição da mortalidade e da natalidade e, principalmente, os avanços socioeconômicos e culturais, porém acredita-se que a nação não está preparada para lidar com essa nova realidade, por traz dessa longividade surgem as doenças crônicas e/ ou terminais e é preciso criar condições que permitam essa população de tratar, cuidar e aumentar a qualidade de vida. Esse trabalho descreve o papel do enfermeiro no cuidado do paciente da terceira idade e também remete-se a sua importância na execução de serviços dentro da equipe multidisciplinar, serviços essenciais para melhoria da saúde; manutenção da vida e prevenção de quadros patológicos. O estudo é resultado de uma revisão bibliográfica em três artigos científicos, visando analisar as atividades realizadas pelo enfermeiro e pela equipe multidisciplinar dentro desse nosso contexto social. Os idosos fazem parte de um grupo populacional que necessita de um leque mais alargado e contínuo de cuidados, requer um clima de proximidade seja entre os profissionais envolvidos no tratamento ou de preferencialmente no domicilio e junto da família, onde é de extrema importância concretizar alguns domínios de intervenção previsto para o plano de saúde daquele idoso, tendo como base o programa nacional de saúde para pessoas idosas, que como é de conhecimentos geral, abrange três domínios, considerados imprescindíveis, como: promoção do envelhecimento ativo; organização da prestação de cuidados de saúde e promoção de ambientes facilitadores de autonomia e independência que se classifica nos dias de hoje como uma realidade. Dispondo de seus conhecimentos, o enfermeiro integra uma equipe multidisciplinar, onde de forma clara e concisa planeja e executa o plano de saúde desenvolvido para cada paciente, além do mais é possível à interação de outros profissionais para a realização deste plano de cuidar obtendo assim um resultado ainda mais prazeroso. Diante de tudo isso o enfermeiro identifica a necessidade de cuidado de cada idoso, estabelecendo então prioridades no cuidado, formulando diagnósticos de enfermagem, planejando e executando as intervenções e dirigindo sempre para as características individuais, sociais e culturais de cada paciente e até mesmo dos seus cuidadores. Assim dentro das competências da equipe é indispensável o desenvolvimento para as praticas colaborativas seja no diagnostico, tratamento ou avaliação das situações vivenciadas. Entretanto, conclui-se que o enfermeiro atua juntamente com a equipe multidisciplinar promovendo e buscando alcançar com seu máximo potencial a saúde, bem-estar e qualidade de vida dos idosos. Portanto o enfermeiro é ao mesmo tempo, executor, conselheiro, terapeuta, supervisor, pesquisador, educador do idoso e da família e, quando necessário, um grande apoio para o cuidador.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.