Artigo Anais I CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

SAÚDE ESCOLAR: PRÁTICAS DIFERENCIADAS NA PREVENÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO DA ASCARIDÍASE E TENÍASE EM CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL II

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO EM SAÚDE, HELMINTOS, ENSINO FUNDAMENTAL II Comunicação Oral (CO) Licenciatura em Biologia
"2016-06-01 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 18205
    "edicao_id" => 41
    "trabalho_id" => 157
    "inscrito_id" => 272
    "titulo" => "SAÚDE ESCOLAR: PRÁTICAS DIFERENCIADAS NA PREVENÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO DA ASCARIDÍASE E TENÍASE EM CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL II"
    "resumo" => "Uma das formas de se promover saúde e incentivar práticas de vida saudáveis é a educação em saúde, onde se oportuniza o compartilhamento de saberes dos mais variados possíveis na busca de soluções das mais diversas problemáticas. As parasitoses intestinais apresentam ampla distribuição mundial e estão associadas principalmente aos problemas socioeconômicos, péssimas condições de saneamento básico, trazendo danos às populações mais pobres. Tendo como objetivo, contribuir para o ensino, sensibilização e prevenção da Ascaridíase e Teníase foi desenvolvida esta pesquisa. Foram utilizados os fundamentos da Pesquisa Quantitativa e Qualitativa, como coleta de dados, questionários pré e pós teste. Para análise das questões, utilizou-se o programa EPI INFO 7 e cálculo do Intervalo de confiança 95% (IC95%). Foi desenvolvido no Centro Estadual Experimental de Ensino-Aprendizagem Sesquicentenário (CEEEA - Sesqui.), escola da rede pública de João Pessoa, PB, com 135 alunos do 7º ano do Ensino Fundamental II, com faixa etária entre 12 a 14 anos. Foram realizadas: aulas dialogadas com diferentes recursos didáticos, oficinas pedagógicas e jogos didáticos. A partir dos resultados adquiridos contatou-se que os alunos desconheciam alguns aspectos das doenças: transmissão (33,1%), sintomas (40%) e prevenção (45,5%). Após a realização da intervenção educativa observou-se um aumento da percentagem de acertos: transmissão (87,3) sintomas e prevenção (93,7%). Conclui-se que a educação em saúde, pode trazer muitos benefícios para o ambiente escolar, observou-se a participação, interesse e atenção dos estudantes. Dessa forma o uso de diferentes estratégias metodológicas em sala de aula pode estimular o aluno a ter uma aprendizagem significativa."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "Licenciatura em Biologia"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO EM SAÚDE, HELMINTOS, ENSINO FUNDAMENTAL II"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV058_MD1_SA93_ID272_04052016235613.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:04"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:20:00"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JONATAS PEREIRA DE LIMA"
    "autor_nome_curto" => "JONATAS"
    "autor_email" => "jonataspbio@gmail.com"
    "autor_ies" => "UFPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conapesc"
    "edicao_nome" => "Anais I CONAPESC"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conapesc/2016"
    "edicao_logo" => "5e49fdc4b2730_16022020234316.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1841adc3860_22072020103957.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-01 00:00:00"
    "publicacao_id" => 28
    "publicacao_nome" => "Anais do Conapesc"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 18205
    "edicao_id" => 41
    "trabalho_id" => 157
    "inscrito_id" => 272
    "titulo" => "SAÚDE ESCOLAR: PRÁTICAS DIFERENCIADAS NA PREVENÇÃO E SENSIBILIZAÇÃO DA ASCARIDÍASE E TENÍASE EM CRIANÇAS DO ENSINO FUNDAMENTAL II"
    "resumo" => "Uma das formas de se promover saúde e incentivar práticas de vida saudáveis é a educação em saúde, onde se oportuniza o compartilhamento de saberes dos mais variados possíveis na busca de soluções das mais diversas problemáticas. As parasitoses intestinais apresentam ampla distribuição mundial e estão associadas principalmente aos problemas socioeconômicos, péssimas condições de saneamento básico, trazendo danos às populações mais pobres. Tendo como objetivo, contribuir para o ensino, sensibilização e prevenção da Ascaridíase e Teníase foi desenvolvida esta pesquisa. Foram utilizados os fundamentos da Pesquisa Quantitativa e Qualitativa, como coleta de dados, questionários pré e pós teste. Para análise das questões, utilizou-se o programa EPI INFO 7 e cálculo do Intervalo de confiança 95% (IC95%). Foi desenvolvido no Centro Estadual Experimental de Ensino-Aprendizagem Sesquicentenário (CEEEA - Sesqui.), escola da rede pública de João Pessoa, PB, com 135 alunos do 7º ano do Ensino Fundamental II, com faixa etária entre 12 a 14 anos. Foram realizadas: aulas dialogadas com diferentes recursos didáticos, oficinas pedagógicas e jogos didáticos. A partir dos resultados adquiridos contatou-se que os alunos desconheciam alguns aspectos das doenças: transmissão (33,1%), sintomas (40%) e prevenção (45,5%). Após a realização da intervenção educativa observou-se um aumento da percentagem de acertos: transmissão (87,3) sintomas e prevenção (93,7%). Conclui-se que a educação em saúde, pode trazer muitos benefícios para o ambiente escolar, observou-se a participação, interesse e atenção dos estudantes. Dessa forma o uso de diferentes estratégias metodológicas em sala de aula pode estimular o aluno a ter uma aprendizagem significativa."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "Licenciatura em Biologia"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO EM SAÚDE, HELMINTOS, ENSINO FUNDAMENTAL II"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV058_MD1_SA93_ID272_04052016235613.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:04"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:20:00"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JONATAS PEREIRA DE LIMA"
    "autor_nome_curto" => "JONATAS"
    "autor_email" => "jonataspbio@gmail.com"
    "autor_ies" => "UFPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conapesc"
    "edicao_nome" => "Anais I CONAPESC"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências"
    "edicao_ano" => 2016
    "edicao_pasta" => "anais/conapesc/2016"
    "edicao_logo" => "5e49fdc4b2730_16022020234316.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1841adc3860_22072020103957.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2016-06-01 00:00:00"
    "publicacao_id" => 28
    "publicacao_nome" => "Anais do Conapesc"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 01 de junho de 2016

Resumo

Uma das formas de se promover saúde e incentivar práticas de vida saudáveis é a educação em saúde, onde se oportuniza o compartilhamento de saberes dos mais variados possíveis na busca de soluções das mais diversas problemáticas. As parasitoses intestinais apresentam ampla distribuição mundial e estão associadas principalmente aos problemas socioeconômicos, péssimas condições de saneamento básico, trazendo danos às populações mais pobres. Tendo como objetivo, contribuir para o ensino, sensibilização e prevenção da Ascaridíase e Teníase foi desenvolvida esta pesquisa. Foram utilizados os fundamentos da Pesquisa Quantitativa e Qualitativa, como coleta de dados, questionários pré e pós teste. Para análise das questões, utilizou-se o programa EPI INFO 7 e cálculo do Intervalo de confiança 95% (IC95%). Foi desenvolvido no Centro Estadual Experimental de Ensino-Aprendizagem Sesquicentenário (CEEEA - Sesqui.), escola da rede pública de João Pessoa, PB, com 135 alunos do 7º ano do Ensino Fundamental II, com faixa etária entre 12 a 14 anos. Foram realizadas: aulas dialogadas com diferentes recursos didáticos, oficinas pedagógicas e jogos didáticos. A partir dos resultados adquiridos contatou-se que os alunos desconheciam alguns aspectos das doenças: transmissão (33,1%), sintomas (40%) e prevenção (45,5%). Após a realização da intervenção educativa observou-se um aumento da percentagem de acertos: transmissão (87,3) sintomas e prevenção (93,7%). Conclui-se que a educação em saúde, pode trazer muitos benefícios para o ambiente escolar, observou-se a participação, interesse e atenção dos estudantes. Dessa forma o uso de diferentes estratégias metodológicas em sala de aula pode estimular o aluno a ter uma aprendizagem significativa.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.