Artigo Anais I CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

INFLUÊNCIA DA TEMPERATURA NO COMPORTAMENTO REOLÓGICO DE UM BLEND DE MARACUJÁ E GOIABA

Palavra-chaves: VISCOSIDADE, MODELAGEM, NÃO NEWTONIANO. Pôster (PO) Engenharia de Alimentos Publicado em 01 de junho de 2016

Resumo

O objetivo deste trabalho foi estudar o comportamento reológico de um "blend" nas proporções, em massa, de 50% de polpa de maracujá e 50% de polpa de goiaba em diferentes temperaturas. O trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Engenharia de Alimentos da Universidade Federal de Campina Grande, PB. O blend de maracujá e goiaba foi preparado na proporção: 50% de maracujá e 50% de goiaba e o estudo do comportamento reológico foi realizado nas temperaturas de 10, 15, 20 e 25ºC, em diferentes velocidades de rotação, com o auxilio de um viscosímetro Brookfield. Para cada amostra os dados experimentais obtidos em diferentes temperaturas foram correlacionados através dos modelos reológicos: Herschel-Bulkley, Casson, Mizrahi-Berk e Ostwald-de-Waelle e os parâmetros de cada modelo foram determinados através do software STATISTICA 7.0. Comparando-se os parâmetros dos ajustes para os modelos estudados, observa-se que o modelo de Herschel-Bulkley e Mizrahi & Berk proporcionaram os melhores ajustes em todas as faixas de temperatura estudada, apresentando os maiores valores para o coeficiente de determinação (R²). As polpas de maracujá e goiaba apresentaram, em todas as faixas de temperatura estudadas, comportamento não-newtoniano, com características pseudoplásticas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.