Artigo Anais VII FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

Visualizações: 172
VIOLÊNCIA SEXUAL INFANTIL: ESTRATÉGIAS PARA A PREVENÇÃO EM UMA ESCOLA ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE PARINTINS/AM.

Palavra-chaves: VIOLÊNCIA SEXUAL, INFANTIL, ESCOLA Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Educação, Diversidade, Gênero e Sexualidade

Resumo

A violência é hoje uma das maiores preocupações estabelecida em todos os lugares, influenciando os mais diversos grupos sociais. Por tratar-se de um fenômeno complexo, assumindo uma forma própria, independente do contexto cultural, social, religioso ou político atingindo todas as faixas etárias. Desta forma, discorrer sobre violência contra crianças tem se mostrado um trabalho extremamente importante, apresentando este problema como uma faceta da violação dos direitos humanos. Mediante a isso, este pesquisa visa analisar as estratégias de combate à violência sexual infantil nos anos iniciais do Ensino Fundamental de uma escola estadual do município de Parintins/AM. Tem como procedimento metodológico a utilização da fenomenologia como do método de abordagem, com natureza qualitativa. Quanto à forma de estudo do objeto, a pesquisa é bibliográfica e de campo. A coleta de dados foi feita através de observação e entrevista semi-estruturada voltada para os professores e membros gestão escolar, compondo assim um estudo de caso. Um dos elementos a ser destacado é discutir o papel da escola no enfrentamento da violência sexual infantil, focalizando as ações das políticas públicas voltadas para a instituição escolar, abordando as estratégias que a convocam para uma inserção engajada e orgânica para tal tarefa social e humanizadora. Nesta perspectiva, refletir seus atores, suas especificidades e o conjunto de fatores que levam à sua estruturação pode favorecer para a programação e elaboração de estratégias e alternativas de combate e de diminuição desta prática, partindo de um olhar crítico sobre o contexto social, numa perspectiva de direitos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.