Artigo Anais VII FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

Visualizações: 201
O PROCESSO DA EDUCAÇÃO PERMANENTE EM SAÚDE, A PARTIR DA ÓTICA DO IDOSO NO PROGRAMA “VIVER MAIS” NA CIDADE DE PARINTINS – AM

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO PERMANENTE, , SAÚDE, , IDOSO, , PROGRAMA “VIVER MAIS”. Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Movimentos Sociais e Educação Publicado em 11 de novembro de 2015

Resumo

Foi estabelecido uma intervenção em um programa de assistência ao idoso, pois não há literaturas específicas para o campo da educação permanente em saúde para esses cidadãos idosos em Parintins; considerando que a educação é muito mais abrangente, seu significado se diferencia de um espaço para o outro dependendo da situação, podemos considerar os mais variados tipos de conhecimentos tanto populares, aqueles originados em sociedade quanto os produzidos cientificamente. De acordo com Beraldo (2003) a educação está ligada a tudo que ocorre em nossa vida, é um estágio de desenvolvimento, tudo que aprendemos durante nossa existência e o que nós aprendemos faz com que nos tornemos humanizados, sendo possível o processo de socialização. Sobre a adoção da educação permanente como estratégia fundamental para a recomposição das práticas de formação, atenção e gestão em saúde; a maioria dos idosos (60%) desconhece qualquer informação; os idosos entendem que a Educação Permanente em Saúde não é algo estático e que é importante para este público.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.