Artigo Anais VII FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

DE CONTO EM CONTO SE GANHA UM PONTO: A NARRATIVA DO DIA A DIA NOS IMPRESSOS LITERÁRIOS

Palavra-chaves: LITERATURA, CONTO, LEITURA E ESCRITA, ENSINO, ENSINO Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Ensino de Língua Portuguesa Publicado em 11 de novembro de 2015

Resumo

O gênero literário “conto” caracteriza-se por ser uma narrativa breve que prende o leitor em seu enredo, despertando o imaginário e a criticidade. No âmbito escolar contemporâneo, a brevidade do conto dá espaço ao incentivo à leitura e a inserção do aluno no espaço literário. Neste interim, as leituras de contos podem trazer à tona as relações sociais existentes e ora evocadas pelo gênero, reflexo da realidade trazida pela verossimilhança que pode oportunizar o desenvolvimento da expressividade do estudante. Assim sendo, através do presente estudo, propomos discutir o trabalho com o gênero conto através das ações do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID/CAMEAM/UERN) com o projeto "De conto em conto se ganha um ponto: a narrativa do dia a dia nos impressos literários" desenvolvido em turmas do Ensino Médio. Para embasar nossa discussão, temos como aporte teórico, os estudos de Gotlib (2006) e Cortázar (2006) que dissertam acerca do gênero em questão, Amaral (2010) e Lois (2010) em uma relação entre literatura e sala de aula direcionada pelas orientações do PCN+ (2002). Percebemos que o trabalho com o gênero conto propiciou uma maior interação entre os escritos literários e o dia a dia do estudante, mostrando-se uma forma lúdica de inserir a literatura na vivência do aluno. Frente a isto, esperamos que as presentes considerações possam contribuir de maneira relevante para o ensino e aprendizagem da literatura em sala de aula, vindo a propor e a publicitar as experiências vivenciadas nas aulas de Língua Portuguesa no Ensino Médio.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.