Artigo Anais VII FIPED

ANAIS de Evento

ISSN: 2316-1086

Visualizações: 283
FUNDAMENTOS DO NEOLIBERALISMO DA TERCEIRA VIA E EDUCAÇÃO DE QUALIDADE: REPERCUSSÕES NAS POLÍTICAS DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS E ESCOLARIZAÇÃO DE TRABALHADORES NA SEGUNDA METADE DOS ANOS 2000

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, QUALIDADE DE ENSINO, FINANCIAMENTO DA EDUCAÇÃO Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Política, Planejamento e Gestão Educacional Publicado em 11 de novembro de 2015

Resumo

Esse estudo emerge em meio às discussões de pesquisa no âmbito do Núcleo de Estudos sobre Trabalho e Educação (NETEC), da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), e tem como objetivo analisar a concepção de qualidade hodierna nas principais políticas e programas de educação de adultos a partir de 2007. Considera-se de fundamental importância, em consonância com nossa metodologia - materialismo histórico dialético - a contextualização política e econômica do Brasil no período analisado, bem como as correlações de forças no âmbito educacional, advindas da reforma do Estado na década de 1990, já que nosso foco de estudo é a qualidade educacional de adultos após segunda metade do século vinte e um. Nesse caso, esse estudo também não poderia deixar de explicitar o neoliberalismo da terceira via, que é o projeto capitalista vigente desde a época em questão, e assim, procurar compreender a influência de seus princípios na qualidade do ensino da Educação de Jovens e Adultos. Para tanto, serão analisados o Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos (PROEJA), o Programa Brasil Alfabetizado, o Programa Nacional de Inclusão de Jovens: Educação, Qualificação e Ação Comunitária (PROJOVEM) e o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB). Além de refletir acerca da qualidade de ensino proposta nos programas e política mencionados, contrapomos a perspectiva de qualidade total, a qual segue as orientações do atual modelo de produção capitalista, com os princípios da qualidade social advinda da classe dos trabalhadores.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.