Artigo Anais II CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

LIMITES E POSSIBILIDADES DA CALCULADORA NA PRÁTICA PEDAGÓGICA

Palavra-chaves: ENSINO, MATEMÁTICA, CALCULADORA Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Educação Matemática
"2015-10-14 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 16246
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 736
    "inscrito_id" => 4601
    "titulo" => "LIMITES E POSSIBILIDADES DA CALCULADORA NA PRÁTICA PEDAGÓGICA"
    "resumo" => "O objetivo desse trabalho é apresentar um estudo de campo acerca da utilização da calculadora como recurso tecnológico, em que adotado pelo professor de forma dinâmica pode possibilitar a interatividade entre professor, aluno e conteúdo, além de oferecer a oportunidade de manuseá-la de forma adequada.  A pesquisa foi realizada com professores de alunos do 5º ano do Ensino Fundamental com a finalidade de conhecer os “Limites e possibilidades da calculadora na prática pedagógica”. Também  averiguar suas estratégias de ensino referente ao uso e as contribuições desse recurso na prática docente e entender suas concepções a respeito do ensinar e aprender matemática. Para tanto foi realizado uma entrevista semiestruturada com três professores de escola pública, as quais foram respondidas e confrontadas à luz das  teorias de autores que nortearam o trabalho, tais  como: Macarini (2010),  Panizza (2006), Roque e Carvalho (2012) e  Zuninho (1995). Sendo assim, é evidenciado nas respectivas respostas que esse instrumento é significativo, isto é, um instrumento tecnológico relevante que auxilia na aprendizagem do educando devido estar tão presente no cotidiano do indivíduo, ajudando na resolução de problemas com maior agilidade e desenvolvendo o raciocínio lógico. Entretanto, são postos desafios que envolvem o uso mecânico dessa ferramenta com relação às dificuldades que os docentes possuem ao manusear a calculadora temendo a uma atividade monótona e viciosa. Portanto, ensinar e aprender matemática estão intrinsecamente imposto à condição humana, ela faz parte da vida e trás consigo os novos conceitos na busca de facilitar essa aprendizagem que incontestavelmente inclui a calculadora."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "Educação Matemática"
    "palavra_chave" => "ENSINO, MATEMÁTICA, CALCULADORA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD1_SA8_ID4601_16082015153821.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:01"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "BEATRIZ SANTOS BATISTA"
    "autor_nome_curto" => "BEATRIZ BATISTA"
    "autor_email" => "bia-santos-anny@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 16246
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 736
    "inscrito_id" => 4601
    "titulo" => "LIMITES E POSSIBILIDADES DA CALCULADORA NA PRÁTICA PEDAGÓGICA"
    "resumo" => "O objetivo desse trabalho é apresentar um estudo de campo acerca da utilização da calculadora como recurso tecnológico, em que adotado pelo professor de forma dinâmica pode possibilitar a interatividade entre professor, aluno e conteúdo, além de oferecer a oportunidade de manuseá-la de forma adequada.  A pesquisa foi realizada com professores de alunos do 5º ano do Ensino Fundamental com a finalidade de conhecer os “Limites e possibilidades da calculadora na prática pedagógica”. Também  averiguar suas estratégias de ensino referente ao uso e as contribuições desse recurso na prática docente e entender suas concepções a respeito do ensinar e aprender matemática. Para tanto foi realizado uma entrevista semiestruturada com três professores de escola pública, as quais foram respondidas e confrontadas à luz das  teorias de autores que nortearam o trabalho, tais  como: Macarini (2010),  Panizza (2006), Roque e Carvalho (2012) e  Zuninho (1995). Sendo assim, é evidenciado nas respectivas respostas que esse instrumento é significativo, isto é, um instrumento tecnológico relevante que auxilia na aprendizagem do educando devido estar tão presente no cotidiano do indivíduo, ajudando na resolução de problemas com maior agilidade e desenvolvendo o raciocínio lógico. Entretanto, são postos desafios que envolvem o uso mecânico dessa ferramenta com relação às dificuldades que os docentes possuem ao manusear a calculadora temendo a uma atividade monótona e viciosa. Portanto, ensinar e aprender matemática estão intrinsecamente imposto à condição humana, ela faz parte da vida e trás consigo os novos conceitos na busca de facilitar essa aprendizagem que incontestavelmente inclui a calculadora."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "Educação Matemática"
    "palavra_chave" => "ENSINO, MATEMÁTICA, CALCULADORA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD1_SA8_ID4601_16082015153821.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:01"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "BEATRIZ SANTOS BATISTA"
    "autor_nome_curto" => "BEATRIZ BATISTA"
    "autor_email" => "bia-santos-anny@hotmail.c"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 14 de outubro de 2015

Resumo

O objetivo desse trabalho é apresentar um estudo de campo acerca da utilização da calculadora como recurso tecnológico, em que adotado pelo professor de forma dinâmica pode possibilitar a interatividade entre professor, aluno e conteúdo, além de oferecer a oportunidade de manuseá-la de forma adequada. A pesquisa foi realizada com professores de alunos do 5º ano do Ensino Fundamental com a finalidade de conhecer os “Limites e possibilidades da calculadora na prática pedagógica”. Também averiguar suas estratégias de ensino referente ao uso e as contribuições desse recurso na prática docente e entender suas concepções a respeito do ensinar e aprender matemática. Para tanto foi realizado uma entrevista semiestruturada com três professores de escola pública, as quais foram respondidas e confrontadas à luz das teorias de autores que nortearam o trabalho, tais como: Macarini (2010), Panizza (2006), Roque e Carvalho (2012) e Zuninho (1995). Sendo assim, é evidenciado nas respectivas respostas que esse instrumento é significativo, isto é, um instrumento tecnológico relevante que auxilia na aprendizagem do educando devido estar tão presente no cotidiano do indivíduo, ajudando na resolução de problemas com maior agilidade e desenvolvendo o raciocínio lógico. Entretanto, são postos desafios que envolvem o uso mecânico dessa ferramenta com relação às dificuldades que os docentes possuem ao manusear a calculadora temendo a uma atividade monótona e viciosa. Portanto, ensinar e aprender matemática estão intrinsecamente imposto à condição humana, ela faz parte da vida e trás consigo os novos conceitos na busca de facilitar essa aprendizagem que incontestavelmente inclui a calculadora.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.