Artigo Anais II CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

ENSINO INOVADOR EM MEIO A UMA EDUCAÇÃO TRADICIONAL: DESAFIOS DA INICIAÇÃO Á DOCÊNCIA

Palavra-chaves: ENSINO INOVADOR, INICIAÇÃO A DOCÊNCIA, DESAFIOS DA PRÁTICA DOCENTE Pôster (PO) / Poster Submission Formação de Professores
"2015-10-14 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 15967
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 1326
    "inscrito_id" => 790
    "titulo" => "ENSINO INOVADOR EM MEIO A UMA EDUCAÇÃO TRADICIONAL: DESAFIOS DA INICIAÇÃO Á DOCÊNCIA"
    "resumo" => "A educação brasileira há alguns anos vem tentando implantar um ensino inovador e eficaz, que possibilite o docente ter uma formação continuada e perspicaz com objetivo de contribuir com a economia e desenvolvimento do país. Nas instituições de ensino superior há uma disseminação entre os docentes participantes do processo de graduação dos licenciando, das teorias de educação libertadora, reflexiva, contextualizada; contribuindo para formação de profissionais mais qualificados, a fim de se obter professores de excelência comprometidos com a educação das crianças, adultos adolescentes do nosso país.Quando os professores em iniciação de pratica a docência chegam à escola encontra desafios com a aceitação dos estudantes e sua juventude faz com que os pais o enxerguem como menos preparados ou sem experiência e incapazes de ensinar com mesma qualidade que os profissionais com experiência. como evidencia Boaventura de Sousa Santos (2002), ao discutir os modos dominantes de criação do “outro” como inferior, aprofundando e legitimando a inferioridade do “descoberto”. Essa desigualdade entre os diferentes, que desqualifica a diversidade, se faz presente nas escolas, como vimos, mas também os seus outros, as identidades culturais reconstruídas e validadas em modos alternativos de formação e de comportamento cultural, descobertos e criados pelos excluídos, para se incluir.Para acalcarmos uma mudança de perspectiva temos que diferenciar o modelo e a realidade das iniciações a docência dos nossos licenciandos e licenciados tem encontrado encarrando de frente os problemas visando uma valorização do profissional docente e também valorizar a formação de excelência destes graduandos. O licenciando ao chegar para estagiar na escola ele não pode ser visto como incomodo e sim como uma ferramenta de mudança, de transformação e esperança. Pois um professor bom não será aquele que é amargurado devido pouco valor que é dado, muito menos aqueles que continuaram na área por falta de opção, mas será aquele encontrou barreiras em seus caminhos e teve coragem de continuar, porém não podemos fechar os olhos para situações que poderiam ser evitadas para contribuir com um estímulo ao ingresso na carreira doente e sua permanência, executando o papel de formador e sendo formado ao longo de sua atuação."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "Formação de Professores"
    "palavra_chave" => "ENSINO INOVADOR, INICIAÇÃO A DOCÊNCIA, DESAFIOS DA PRÁTICA DOCENTE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD4_SA4_ID790_04092015162416.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:01"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JOARA ALVES DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "JOARA ALVES"
    "autor_email" => "joaracg2008@gmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 15967
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 1326
    "inscrito_id" => 790
    "titulo" => "ENSINO INOVADOR EM MEIO A UMA EDUCAÇÃO TRADICIONAL: DESAFIOS DA INICIAÇÃO Á DOCÊNCIA"
    "resumo" => "A educação brasileira há alguns anos vem tentando implantar um ensino inovador e eficaz, que possibilite o docente ter uma formação continuada e perspicaz com objetivo de contribuir com a economia e desenvolvimento do país. Nas instituições de ensino superior há uma disseminação entre os docentes participantes do processo de graduação dos licenciando, das teorias de educação libertadora, reflexiva, contextualizada; contribuindo para formação de profissionais mais qualificados, a fim de se obter professores de excelência comprometidos com a educação das crianças, adultos adolescentes do nosso país.Quando os professores em iniciação de pratica a docência chegam à escola encontra desafios com a aceitação dos estudantes e sua juventude faz com que os pais o enxerguem como menos preparados ou sem experiência e incapazes de ensinar com mesma qualidade que os profissionais com experiência. como evidencia Boaventura de Sousa Santos (2002), ao discutir os modos dominantes de criação do “outro” como inferior, aprofundando e legitimando a inferioridade do “descoberto”. Essa desigualdade entre os diferentes, que desqualifica a diversidade, se faz presente nas escolas, como vimos, mas também os seus outros, as identidades culturais reconstruídas e validadas em modos alternativos de formação e de comportamento cultural, descobertos e criados pelos excluídos, para se incluir.Para acalcarmos uma mudança de perspectiva temos que diferenciar o modelo e a realidade das iniciações a docência dos nossos licenciandos e licenciados tem encontrado encarrando de frente os problemas visando uma valorização do profissional docente e também valorizar a formação de excelência destes graduandos. O licenciando ao chegar para estagiar na escola ele não pode ser visto como incomodo e sim como uma ferramenta de mudança, de transformação e esperança. Pois um professor bom não será aquele que é amargurado devido pouco valor que é dado, muito menos aqueles que continuaram na área por falta de opção, mas será aquele encontrou barreiras em seus caminhos e teve coragem de continuar, porém não podemos fechar os olhos para situações que poderiam ser evitadas para contribuir com um estímulo ao ingresso na carreira doente e sua permanência, executando o papel de formador e sendo formado ao longo de sua atuação."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "Formação de Professores"
    "palavra_chave" => "ENSINO INOVADOR, INICIAÇÃO A DOCÊNCIA, DESAFIOS DA PRÁTICA DOCENTE"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD4_SA4_ID790_04092015162416.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:01"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JOARA ALVES DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "JOARA ALVES"
    "autor_email" => "joaracg2008@gmail.com"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 14 de outubro de 2015

Resumo

A educação brasileira há alguns anos vem tentando implantar um ensino inovador e eficaz, que possibilite o docente ter uma formação continuada e perspicaz com objetivo de contribuir com a economia e desenvolvimento do país. Nas instituições de ensino superior há uma disseminação entre os docentes participantes do processo de graduação dos licenciando, das teorias de educação libertadora, reflexiva, contextualizada; contribuindo para formação de profissionais mais qualificados, a fim de se obter professores de excelência comprometidos com a educação das crianças, adultos adolescentes do nosso país.Quando os professores em iniciação de pratica a docência chegam à escola encontra desafios com a aceitação dos estudantes e sua juventude faz com que os pais o enxerguem como menos preparados ou sem experiência e incapazes de ensinar com mesma qualidade que os profissionais com experiência. como evidencia Boaventura de Sousa Santos (2002), ao discutir os modos dominantes de criação do “outro” como inferior, aprofundando e legitimando a inferioridade do “descoberto”. Essa desigualdade entre os diferentes, que desqualifica a diversidade, se faz presente nas escolas, como vimos, mas também os seus outros, as identidades culturais reconstruídas e validadas em modos alternativos de formação e de comportamento cultural, descobertos e criados pelos excluídos, para se incluir.Para acalcarmos uma mudança de perspectiva temos que diferenciar o modelo e a realidade das iniciações a docência dos nossos licenciandos e licenciados tem encontrado encarrando de frente os problemas visando uma valorização do profissional docente e também valorizar a formação de excelência destes graduandos. O licenciando ao chegar para estagiar na escola ele não pode ser visto como incomodo e sim como uma ferramenta de mudança, de transformação e esperança. Pois um professor bom não será aquele que é amargurado devido pouco valor que é dado, muito menos aqueles que continuaram na área por falta de opção, mas será aquele encontrou barreiras em seus caminhos e teve coragem de continuar, porém não podemos fechar os olhos para situações que poderiam ser evitadas para contribuir com um estímulo ao ingresso na carreira doente e sua permanência, executando o papel de formador e sendo formado ao longo de sua atuação.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.