Artigo Anais II CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

DO TERRITÓRIO DA DISCIPLINA ÀS FRONTEIRAS DA TRANSGRESSÃO: NAS INTERFACES DO PROCESSO DE SUBJETIVAÇÃO NA MODERNIDADE

Palavra-chaves: DISCIPLINA, SUBJETIVIDADE, TRANSGRESSÃO Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Movimentos Sociais, Sujeitos e Processos Educativos
"2015-10-14 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 15785
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 2463
    "inscrito_id" => 8454
    "titulo" => "DO TERRITÓRIO DA DISCIPLINA ÀS FRONTEIRAS DA TRANSGRESSÃO: NAS INTERFACES DO PROCESSO DE SUBJETIVAÇÃO NA MODERNIDADE"
    "resumo" => "O presente estudo traz a superfície o emergente fenômeno da disciplina na escola à luz das concepções dos referenciais teórico-científicos instituídos que abordam os possíveis apontamentos acerca desta temática.No tear da presente discussão, objetivamos analisar os desdobramentos da disciplina na escola com ênfase nas reflexões acerca das práticas transgressoras nos processos de gerenciamento do “eu”. Para tanto, pretende-se abordar o conceito de “disciplina” na obra de Michel Foucault, central para se pensar o lugar da subjetividade na modernidade e, partir daí, as suas transgressões. O estudo bibliográfico utilizado na pesquisa, contribuiu para o alcance dos resultados que versam sobre as reflexões acerca do modelo disciplinar que pelas relações de poder por ele estabelecido conduzem na efetivação dos processos de gerenciamento do “eu” através dos processos de sujeição e modelaçãoda subjetividade. Tal analise possibilitou a aplicação prática dos referenciais teórico-científicos no tratamento de questões educacionais em que desvelou na compreensão de que estando os processos de gerenciamento do “eu” fundamentados na conduta disciplinarestes permitem exercer sob a subjetividade dos indivíduos as forças disciplinares para a normalização da docilidade e produtividades dos corpos. Assim, portanto, garantindo a ampliação da homogeneização dos indivíduos por meio do estabelecimento do conformismo coletivo."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "Movimentos Sociais, Sujeitos e Processos Educativos"
    "palavra_chave" => "DISCIPLINA, SUBJETIVIDADE, TRANSGRESSÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD1_SA2_ID8454_09092015113759.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:01"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ALINE PEREIRA DE AZEVEDO"
    "autor_nome_curto" => "ALINE PEREIRA"
    "autor_email" => "alineepereira01@gmail.com"
    "autor_ies" => "UERN"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 15785
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 2463
    "inscrito_id" => 8454
    "titulo" => "DO TERRITÓRIO DA DISCIPLINA ÀS FRONTEIRAS DA TRANSGRESSÃO: NAS INTERFACES DO PROCESSO DE SUBJETIVAÇÃO NA MODERNIDADE"
    "resumo" => "O presente estudo traz a superfície o emergente fenômeno da disciplina na escola à luz das concepções dos referenciais teórico-científicos instituídos que abordam os possíveis apontamentos acerca desta temática.No tear da presente discussão, objetivamos analisar os desdobramentos da disciplina na escola com ênfase nas reflexões acerca das práticas transgressoras nos processos de gerenciamento do “eu”. Para tanto, pretende-se abordar o conceito de “disciplina” na obra de Michel Foucault, central para se pensar o lugar da subjetividade na modernidade e, partir daí, as suas transgressões. O estudo bibliográfico utilizado na pesquisa, contribuiu para o alcance dos resultados que versam sobre as reflexões acerca do modelo disciplinar que pelas relações de poder por ele estabelecido conduzem na efetivação dos processos de gerenciamento do “eu” através dos processos de sujeição e modelaçãoda subjetividade. Tal analise possibilitou a aplicação prática dos referenciais teórico-científicos no tratamento de questões educacionais em que desvelou na compreensão de que estando os processos de gerenciamento do “eu” fundamentados na conduta disciplinarestes permitem exercer sob a subjetividade dos indivíduos as forças disciplinares para a normalização da docilidade e produtividades dos corpos. Assim, portanto, garantindo a ampliação da homogeneização dos indivíduos por meio do estabelecimento do conformismo coletivo."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "Movimentos Sociais, Sujeitos e Processos Educativos"
    "palavra_chave" => "DISCIPLINA, SUBJETIVIDADE, TRANSGRESSÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD1_SA2_ID8454_09092015113759.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:01"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:04"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ALINE PEREIRA DE AZEVEDO"
    "autor_nome_curto" => "ALINE PEREIRA"
    "autor_email" => "alineepereira01@gmail.com"
    "autor_ies" => "UERN"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 14 de outubro de 2015

Resumo

O presente estudo traz a superfície o emergente fenômeno da disciplina na escola à luz das concepções dos referenciais teórico-científicos instituídos que abordam os possíveis apontamentos acerca desta temática.No tear da presente discussão, objetivamos analisar os desdobramentos da disciplina na escola com ênfase nas reflexões acerca das práticas transgressoras nos processos de gerenciamento do “eu”. Para tanto, pretende-se abordar o conceito de “disciplina” na obra de Michel Foucault, central para se pensar o lugar da subjetividade na modernidade e, partir daí, as suas transgressões. O estudo bibliográfico utilizado na pesquisa, contribuiu para o alcance dos resultados que versam sobre as reflexões acerca do modelo disciplinar que pelas relações de poder por ele estabelecido conduzem na efetivação dos processos de gerenciamento do “eu” através dos processos de sujeição e modelaçãoda subjetividade. Tal analise possibilitou a aplicação prática dos referenciais teórico-científicos no tratamento de questões educacionais em que desvelou na compreensão de que estando os processos de gerenciamento do “eu” fundamentados na conduta disciplinarestes permitem exercer sob a subjetividade dos indivíduos as forças disciplinares para a normalização da docilidade e produtividades dos corpos. Assim, portanto, garantindo a ampliação da homogeneização dos indivíduos por meio do estabelecimento do conformismo coletivo.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.