Artigo Anais II CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

APONTAMENTOS SOBRE A EXPANSÃO DE GRUPOS ESCOLARES E ESCOLAS RURAIS NA PARAÍBA (1951-1956)

Palavra-chaves: GRUPOS ESCOLARES, ESCOLAS RURAIS, ANALFABETISMO Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission História da Educação
"2015-10-14 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 15461
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 434
    "inscrito_id" => 2972
    "titulo" => "APONTAMENTOS SOBRE A EXPANSÃO DE GRUPOS ESCOLARES E ESCOLAS RURAIS NA PARAÍBA (1951-1956)"
    "resumo" => "A partir de 1930 até 1971 dois tipos de instituições de ensino primário existiram simultaneamente na Paraíba, a primeira é denomina a “Era das dos Grupos Escolares”, que deu início com a criação do primeiro grupo escolar, em 1916, denominado Dr. Thomaz Mindello e a segunda a “Era das Escolas Rurais” cujo surgimento nos parece iniciou-se a partir de 1930 (PINHEIRO, 2002). Considerando esses dois amplos movimentos muitas questões envolveram estas instituições desde a sua formação até os seus mais variados procedimentos pedagógicos que se efetivaram no seu interior. É aqui oportuno lembrar que se eles se diferenciaram de acordo com a política institucional e partidária que esteve vigente, tanto nacional como local. Mas, uma discussão que perpassou todas as referidas eras foi a problemática dos altos índices de analfabetismos, bem como o da expansão do ensino para alcançar “todas” as pessoas, (universalização). Partindo dessa constatação, este artigo busca fazer breves apontamentos sobre ambas as instituições e sua expansão no governo de José Américo de Almeida (1951-1956) e o ensino primário na Paraíba. Metodologicamente realizamos o levantamento de notícias sobre o tema no Jornal A União nos anos de 1951 a 1956 e o cruzamento bibliográfico e documental referente ao período de estudo. Para concluirmos, mesmo que provisoriamente, apontamos que houve várias construções de ambos os tipos de instituições e que segundo declaração de Anísio Teixeira, diretor do INEP, ao visitar a Paraíba em 1957, o Estado encontrava-se em posição confortável no campo das políticas educacionais do país no sentido de buscar caminhos para a superação do analfabetismo. Paralelamente também foram ofertados vários cursos destinados à formação de professores."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "História da Educação"
    "palavra_chave" => "GRUPOS ESCOLARES, ESCOLAS RURAIS, ANALFABETISMO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD1_SA1_ID2972_10082015164115.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:00"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:03"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "THAIS GOMES DE VASCONCELOS"
    "autor_nome_curto" => "THAISVASCONCELOS"
    "autor_email" => "thahis.vasconcelos@hotmai"
    "autor_ies" => ""
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 15461
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 434
    "inscrito_id" => 2972
    "titulo" => "APONTAMENTOS SOBRE A EXPANSÃO DE GRUPOS ESCOLARES E ESCOLAS RURAIS NA PARAÍBA (1951-1956)"
    "resumo" => "A partir de 1930 até 1971 dois tipos de instituições de ensino primário existiram simultaneamente na Paraíba, a primeira é denomina a “Era das dos Grupos Escolares”, que deu início com a criação do primeiro grupo escolar, em 1916, denominado Dr. Thomaz Mindello e a segunda a “Era das Escolas Rurais” cujo surgimento nos parece iniciou-se a partir de 1930 (PINHEIRO, 2002). Considerando esses dois amplos movimentos muitas questões envolveram estas instituições desde a sua formação até os seus mais variados procedimentos pedagógicos que se efetivaram no seu interior. É aqui oportuno lembrar que se eles se diferenciaram de acordo com a política institucional e partidária que esteve vigente, tanto nacional como local. Mas, uma discussão que perpassou todas as referidas eras foi a problemática dos altos índices de analfabetismos, bem como o da expansão do ensino para alcançar “todas” as pessoas, (universalização). Partindo dessa constatação, este artigo busca fazer breves apontamentos sobre ambas as instituições e sua expansão no governo de José Américo de Almeida (1951-1956) e o ensino primário na Paraíba. Metodologicamente realizamos o levantamento de notícias sobre o tema no Jornal A União nos anos de 1951 a 1956 e o cruzamento bibliográfico e documental referente ao período de estudo. Para concluirmos, mesmo que provisoriamente, apontamos que houve várias construções de ambos os tipos de instituições e que segundo declaração de Anísio Teixeira, diretor do INEP, ao visitar a Paraíba em 1957, o Estado encontrava-se em posição confortável no campo das políticas educacionais do país no sentido de buscar caminhos para a superação do analfabetismo. Paralelamente também foram ofertados vários cursos destinados à formação de professores."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission"
    "area_tematica" => "História da Educação"
    "palavra_chave" => "GRUPOS ESCOLARES, ESCOLAS RURAIS, ANALFABETISMO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD1_SA1_ID2972_10082015164115.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:00"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:03"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "THAIS GOMES DE VASCONCELOS"
    "autor_nome_curto" => "THAISVASCONCELOS"
    "autor_email" => "thahis.vasconcelos@hotmai"
    "autor_ies" => ""
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 14 de outubro de 2015

Resumo

A partir de 1930 até 1971 dois tipos de instituições de ensino primário existiram simultaneamente na Paraíba, a primeira é denomina a “Era das dos Grupos Escolares”, que deu início com a criação do primeiro grupo escolar, em 1916, denominado Dr. Thomaz Mindello e a segunda a “Era das Escolas Rurais” cujo surgimento nos parece iniciou-se a partir de 1930 (PINHEIRO, 2002). Considerando esses dois amplos movimentos muitas questões envolveram estas instituições desde a sua formação até os seus mais variados procedimentos pedagógicos que se efetivaram no seu interior. É aqui oportuno lembrar que se eles se diferenciaram de acordo com a política institucional e partidária que esteve vigente, tanto nacional como local. Mas, uma discussão que perpassou todas as referidas eras foi a problemática dos altos índices de analfabetismos, bem como o da expansão do ensino para alcançar “todas” as pessoas, (universalização). Partindo dessa constatação, este artigo busca fazer breves apontamentos sobre ambas as instituições e sua expansão no governo de José Américo de Almeida (1951-1956) e o ensino primário na Paraíba. Metodologicamente realizamos o levantamento de notícias sobre o tema no Jornal A União nos anos de 1951 a 1956 e o cruzamento bibliográfico e documental referente ao período de estudo. Para concluirmos, mesmo que provisoriamente, apontamos que houve várias construções de ambos os tipos de instituições e que segundo declaração de Anísio Teixeira, diretor do INEP, ao visitar a Paraíba em 1957, o Estado encontrava-se em posição confortável no campo das políticas educacionais do país no sentido de buscar caminhos para a superação do analfabetismo. Paralelamente também foram ofertados vários cursos destinados à formação de professores.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.