Artigo Anais II CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

A QUESTÃO DAS RELAÇÕES DE GÊNERO E IDENTIDADE FEMININA NA ESCOLA: ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS DO NONO ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

Palavra-chaves: SEXUALIDADE, EDUCAÇÃO, LIVRO DIDÁTICO Pôster (PO) / Poster Submission Gênero, Sexualidade e Educação
"2015-10-14 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 15306
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 817
    "inscrito_id" => 5523
    "titulo" => "A QUESTÃO DAS RELAÇÕES DE GÊNERO E IDENTIDADE FEMININA NA ESCOLA: ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS DO NONO ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL"
    "resumo" => "O presente trabalho teve por objetivo analisar o corpus textual concernente às relações de gênero, presentes nos Livros Didáticos de Português (LDPs) do nono ano do ensino fundamental. É inegável que o ensino/aprendizagem deve ser embasado na desconstrução do preconceito e, nessa perspectiva, deve compreender questionamentos sobre os padrões de desigualdade de gênero e incentivar, na escola, a diversidade de comportamento de homens e mulheres, bem como o respeito pelo sexo oposto. Pressupõe-se, portanto que o livro didático, muitas vezes, único aporte de aprendizagem para o aluno, deve dar subsídios suficientes para o desenvolvimento dessa temática, no entanto, através desta pesquisa percebeu-se que nem sempre isso acontece.  O desvelamento desta análise se deu através de estudo comparativo entre as abordagens sobre este tema nos livros selecionados, as recomendações e objetivos apresentados nas Diretrizes para elaboração do LDPs e as propostas expressas no caderno de temas transversais – Orientação Sexual - bem como em todo o material dos Parâmetros Curriculares para o Ensino Fundamental. Para tanto, foram avaliados três LDPs de Língua Portuguesa que fazem parte do Plano Nacional do Livro Didático. Problematizou-se, então, quanto à ocorrência da temática das relações de gênero e identidade feminina nos gêneros textuais e fragmentos de texto encontrados nestes LDPs e à forma como essa temática é abordada nas atividades de interpretação/compreensão destes textos. Analisou-se também se houve indicação de práticas complementares ao ensino. Constatou-se que apesar do que se apregoa nos parâmetros vigentes e das muitas conquistas que se refere à discussão sobre a igualdade de gênero na educação, ainda há pouco enfoque nessa temática e quando esta é discutida, persistem os padrões sancionados tradicionalmente que configuram relações de poder do masculino sobre o feminino reproduzindo, assim, desigualdades."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "Gênero, Sexualidade e Educação"
    "palavra_chave" => "SEXUALIDADE, EDUCAÇÃO, LIVRO DIDÁTICO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD4_SA11_ID5523_17082015103706.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:00"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:03"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ISKAIME DA SILVA SOUSA"
    "autor_nome_curto" => "ISKAIME SOUSA"
    "autor_email" => "iskaime_prof@hotmail.com"
    "autor_ies" => "FACULDADES INTEGRADAS DE PATOS - FIP"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 15306
    "edicao_id" => 38
    "trabalho_id" => 817
    "inscrito_id" => 5523
    "titulo" => "A QUESTÃO DAS RELAÇÕES DE GÊNERO E IDENTIDADE FEMININA NA ESCOLA: ANÁLISE DE LIVROS DIDÁTICOS DO NONO ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL"
    "resumo" => "O presente trabalho teve por objetivo analisar o corpus textual concernente às relações de gênero, presentes nos Livros Didáticos de Português (LDPs) do nono ano do ensino fundamental. É inegável que o ensino/aprendizagem deve ser embasado na desconstrução do preconceito e, nessa perspectiva, deve compreender questionamentos sobre os padrões de desigualdade de gênero e incentivar, na escola, a diversidade de comportamento de homens e mulheres, bem como o respeito pelo sexo oposto. Pressupõe-se, portanto que o livro didático, muitas vezes, único aporte de aprendizagem para o aluno, deve dar subsídios suficientes para o desenvolvimento dessa temática, no entanto, através desta pesquisa percebeu-se que nem sempre isso acontece.  O desvelamento desta análise se deu através de estudo comparativo entre as abordagens sobre este tema nos livros selecionados, as recomendações e objetivos apresentados nas Diretrizes para elaboração do LDPs e as propostas expressas no caderno de temas transversais – Orientação Sexual - bem como em todo o material dos Parâmetros Curriculares para o Ensino Fundamental. Para tanto, foram avaliados três LDPs de Língua Portuguesa que fazem parte do Plano Nacional do Livro Didático. Problematizou-se, então, quanto à ocorrência da temática das relações de gênero e identidade feminina nos gêneros textuais e fragmentos de texto encontrados nestes LDPs e à forma como essa temática é abordada nas atividades de interpretação/compreensão destes textos. Analisou-se também se houve indicação de práticas complementares ao ensino. Constatou-se que apesar do que se apregoa nos parâmetros vigentes e das muitas conquistas que se refere à discussão sobre a igualdade de gênero na educação, ainda há pouco enfoque nessa temática e quando esta é discutida, persistem os padrões sancionados tradicionalmente que configuram relações de poder do masculino sobre o feminino reproduzindo, assim, desigualdades."
    "modalidade" => "Pôster (PO) / Poster Submission"
    "area_tematica" => "Gênero, Sexualidade e Educação"
    "palavra_chave" => "SEXUALIDADE, EDUCAÇÃO, LIVRO DIDÁTICO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV045_MD4_SA11_ID5523_17082015103706.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:00"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:15:03"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ISKAIME DA SILVA SOUSA"
    "autor_nome_curto" => "ISKAIME SOUSA"
    "autor_email" => "iskaime_prof@hotmail.com"
    "autor_ies" => "FACULDADES INTEGRADAS DE PATOS - FIP"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais II CONEDU"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2015"
    "edicao_logo" => "5e4a05cfac134_17022020001735.jpg"
    "edicao_capa" => "5f1848ba64e27_22072020111002.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-10-14 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 14 de outubro de 2015

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo analisar o corpus textual concernente às relações de gênero, presentes nos Livros Didáticos de Português (LDPs) do nono ano do ensino fundamental. É inegável que o ensino/aprendizagem deve ser embasado na desconstrução do preconceito e, nessa perspectiva, deve compreender questionamentos sobre os padrões de desigualdade de gênero e incentivar, na escola, a diversidade de comportamento de homens e mulheres, bem como o respeito pelo sexo oposto. Pressupõe-se, portanto que o livro didático, muitas vezes, único aporte de aprendizagem para o aluno, deve dar subsídios suficientes para o desenvolvimento dessa temática, no entanto, através desta pesquisa percebeu-se que nem sempre isso acontece. O desvelamento desta análise se deu através de estudo comparativo entre as abordagens sobre este tema nos livros selecionados, as recomendações e objetivos apresentados nas Diretrizes para elaboração do LDPs e as propostas expressas no caderno de temas transversais – Orientação Sexual - bem como em todo o material dos Parâmetros Curriculares para o Ensino Fundamental. Para tanto, foram avaliados três LDPs de Língua Portuguesa que fazem parte do Plano Nacional do Livro Didático. Problematizou-se, então, quanto à ocorrência da temática das relações de gênero e identidade feminina nos gêneros textuais e fragmentos de texto encontrados nestes LDPs e à forma como essa temática é abordada nas atividades de interpretação/compreensão destes textos. Analisou-se também se houve indicação de práticas complementares ao ensino. Constatou-se que apesar do que se apregoa nos parâmetros vigentes e das muitas conquistas que se refere à discussão sobre a igualdade de gênero na educação, ainda há pouco enfoque nessa temática e quando esta é discutida, persistem os padrões sancionados tradicionalmente que configuram relações de poder do masculino sobre o feminino reproduzindo, assim, desigualdades.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.