Artigo Anais II CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 246
A ESCOLA DE MÚSICA DA UFRN FORMANDO LICENCIADOS PARA O EXERCÍCIO DA REFLEXÃO CRÍTICA E PARA O DESENVOLVIMENTO DA AUTONOMIA DOCENTE.

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO MUSICAL, AUTONOMIA DOCENTE, TRABALHO CRÍTICO-REFLEXIVO Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Formação de Professores Publicado em 14 de outubro de 2015

Resumo

São muitos e diversificados os fatores que impulsionam um Educador Musical a desenvolver um trabalho crítico, reflexivo, que possa também favorecer uma prática autônoma deste educador. Neste artigo enfatizamos a importância de alguns destes fatores, ou seja, elencamos a formação inicial, por entendermos que uma instituição formadora comprometida com a qualificação de seus formandos, contribui de forma positiva para que o mercado de trabalho receba a cada ano um profissional crítico, reflexivo e comprometido com o ato de educar. A Escola de Música da UFRN vem se destacando como promotora de uma educação superior em música que forma para o exercício da reflexão crítica e para o desenvolvimento da autonomia docente. Destacamos neste artigo algumas importantes ações que favorecem uma complementação qualitativa na formação dos licenciados em música formados pela EMUFRN. PALAVRAS CHAVE: Educação Musical, Autonomia docente, trabalho crítico-reflexivo.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.