Artigo Anais IV CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

A INFLUÊNCIA DA AUSÊNCIA DE ELEMENTOS DENTÁRIOS NA MASTIGAÇÃO DOS IDOSOS DO CENTRO DE CONVIVÊNCIA EM CAMPINA GRANDE-PB

Palavra-chaves: GERIATRIA, MASTIGAÇÃO, ODONTOGERIATRIA Tema Livre (TL) Odontogeriatria
"2015-09-24 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 11949
    "edicao_id" => 36
    "trabalho_id" => 493
    "inscrito_id" => 1991
    "titulo" => "A INFLUÊNCIA DA AUSÊNCIA DE ELEMENTOS DENTÁRIOS NA MASTIGAÇÃO DOS IDOSOS DO CENTRO DE CONVIVÊNCIA EM CAMPINA GRANDE-PB"
    "resumo" => "Com o aumento crescente da população idosa no Brasil, o enfoque na área odontológica é possibilitar a qualidade de vida desses indivíduos através da saúde bucal. O objetivo dessa pesquisa foi verificar como a ausência de elementos dentários poderia influenciar na mastigação dos idosos do Centro de Convivência de Campina Grande-PB.  Trata-se de um estudo quantitativo e analítico, tipo transversal, o qual o universo foi composto de 700 idosos, tendo como amostra 81 idosos. A idade média dos idosos foi de 73 anos, que foram escolhidos por conveniência. Os dados demonstraram predominância do gênero feminino (65,4%), portadores de hipertensão (63%), (48,1%) relataram não apresentar dificuldade de mastigação e (51,9%) relataram ter dificuldade em mastigar alimentos rígidos e fibrosos. Após o exame intra-oral, constatou-se a necessidade de prótese parcial removível em (60,6%). Quanto a higiene bucal, constatou-se que a média de escovação diária era de duas vezes e (88,9%) não utilizava fio dental. Analisando a quantidade dos dentes da amostra pesquisada (2592 elementos dentários), percebeu-se que (60,5%) dos idosos são edêntulos, (69,1%) não apresentava nenhum dente hígido na boca e 21% apresentava pelo menos um dente restaurado. A média do índice de CPO-D foi de 28,3. Dessa forma, tornou-se evidente que a população estudada necessita de assistência multidisciplinar, enfatizando a importância da saúde bucal, não só para a mastigação, mas para a saúde geral desses indivíduos."
    "modalidade" => "Tema Livre (TL)"
    "area_tematica" => "Odontogeriatria"
    "palavra_chave" => "GERIATRIA, MASTIGAÇÃO, ODONTOGERIATRIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV040_MD2_SA6_ID1991_27072015213502.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:59"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:43:14"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ANA WALESKA PESSOA BARROS"
    "autor_nome_curto" => "ANA WALESKA"
    "autor_email" => "waleskabarros2011@gmail.c"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais IV CIEH"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2015"
    "edicao_logo" => "5e49e629f3441_16022020220233.png"
    "edicao_capa" => "5f182cb905404_22072020091033.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-09-24 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 11949
    "edicao_id" => 36
    "trabalho_id" => 493
    "inscrito_id" => 1991
    "titulo" => "A INFLUÊNCIA DA AUSÊNCIA DE ELEMENTOS DENTÁRIOS NA MASTIGAÇÃO DOS IDOSOS DO CENTRO DE CONVIVÊNCIA EM CAMPINA GRANDE-PB"
    "resumo" => "Com o aumento crescente da população idosa no Brasil, o enfoque na área odontológica é possibilitar a qualidade de vida desses indivíduos através da saúde bucal. O objetivo dessa pesquisa foi verificar como a ausência de elementos dentários poderia influenciar na mastigação dos idosos do Centro de Convivência de Campina Grande-PB.  Trata-se de um estudo quantitativo e analítico, tipo transversal, o qual o universo foi composto de 700 idosos, tendo como amostra 81 idosos. A idade média dos idosos foi de 73 anos, que foram escolhidos por conveniência. Os dados demonstraram predominância do gênero feminino (65,4%), portadores de hipertensão (63%), (48,1%) relataram não apresentar dificuldade de mastigação e (51,9%) relataram ter dificuldade em mastigar alimentos rígidos e fibrosos. Após o exame intra-oral, constatou-se a necessidade de prótese parcial removível em (60,6%). Quanto a higiene bucal, constatou-se que a média de escovação diária era de duas vezes e (88,9%) não utilizava fio dental. Analisando a quantidade dos dentes da amostra pesquisada (2592 elementos dentários), percebeu-se que (60,5%) dos idosos são edêntulos, (69,1%) não apresentava nenhum dente hígido na boca e 21% apresentava pelo menos um dente restaurado. A média do índice de CPO-D foi de 28,3. Dessa forma, tornou-se evidente que a população estudada necessita de assistência multidisciplinar, enfatizando a importância da saúde bucal, não só para a mastigação, mas para a saúde geral desses indivíduos."
    "modalidade" => "Tema Livre (TL)"
    "area_tematica" => "Odontogeriatria"
    "palavra_chave" => "GERIATRIA, MASTIGAÇÃO, ODONTOGERIATRIA"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV040_MD2_SA6_ID1991_27072015213502.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:59"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:43:14"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ANA WALESKA PESSOA BARROS"
    "autor_nome_curto" => "ANA WALESKA"
    "autor_email" => "waleskabarros2011@gmail.c"
    "autor_ies" => "UEPB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais IV CIEH"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2015
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2015"
    "edicao_logo" => "5e49e629f3441_16022020220233.png"
    "edicao_capa" => "5f182cb905404_22072020091033.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2015-09-24 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 24 de setembro de 2015

Resumo

Com o aumento crescente da população idosa no Brasil, o enfoque na área odontológica é possibilitar a qualidade de vida desses indivíduos através da saúde bucal. O objetivo dessa pesquisa foi verificar como a ausência de elementos dentários poderia influenciar na mastigação dos idosos do Centro de Convivência de Campina Grande-PB. Trata-se de um estudo quantitativo e analítico, tipo transversal, o qual o universo foi composto de 700 idosos, tendo como amostra 81 idosos. A idade média dos idosos foi de 73 anos, que foram escolhidos por conveniência. Os dados demonstraram predominância do gênero feminino (65,4%), portadores de hipertensão (63%), (48,1%) relataram não apresentar dificuldade de mastigação e (51,9%) relataram ter dificuldade em mastigar alimentos rígidos e fibrosos. Após o exame intra-oral, constatou-se a necessidade de prótese parcial removível em (60,6%). Quanto a higiene bucal, constatou-se que a média de escovação diária era de duas vezes e (88,9%) não utilizava fio dental. Analisando a quantidade dos dentes da amostra pesquisada (2592 elementos dentários), percebeu-se que (60,5%) dos idosos são edêntulos, (69,1%) não apresentava nenhum dente hígido na boca e 21% apresentava pelo menos um dente restaurado. A média do índice de CPO-D foi de 28,3. Dessa forma, tornou-se evidente que a população estudada necessita de assistência multidisciplinar, enfatizando a importância da saúde bucal, não só para a mastigação, mas para a saúde geral desses indivíduos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.