Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

Visualizações: 253
DIALOGIAS, SINGULARIADES E DOSES CRUÉIS EM VENHA VER O PÔR-DO-SOL, DE LYGIA FAGUNDES TELLES

Palavra-chaves: CRUELDADE, CONTO, CINEMA Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Imaginário e Gênero na Literatura Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

O artigo em questão se debruça em alguns aspectos do conto Venha Ver o Pôr-do-sol, da Lygia Fagundes Telles, principalmente no que diz respeito à verificação de traços fílmicos e do que se manifesta como crueldade nessa narrativa. À medida que análise se desenvolve para entender essa crueldade, poderemos constatar que o efeito está relacionado à técnica de construção e ao próprio conceito de conto.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.