Artigo Anais XI CONAGES

ANAIS de Evento

ISSN: 2177-4781

A FAMÍLIA, GUARDA COMPARTILHADA E ALIENAÇÃO PARENTAL: REFLEXÕES SOBRE AS MUDANÇAS OCORRIDAS APÓS A CF/88

Palavra-chaves: DIREITO DE FAMÍLIA, CONSTITUIÇÃO FEDERAL 1988, ALIENAÇÃO PARENTAL Comunicação Oral (CO) / Oral Papers Submission Famílias e parentalidades Publicado em 03 de junho de 2015

Resumo

A presente pesquisa tem como enfoque o estudar ramo do Direito de Família. Dessa forma, no decorrer destes escritos serão analisados os avanços alcançados com a promulgação de Constituição Federal de 1988, mais precisamente no tocante aos efeitos da alienação parental que ocorre com a dissolução da entidade familiar. O ensaio se inicia apontando a superação do pátrio poder, substituído pelo pode familiar. Segue então com uma análise da alienação parental e seus efeitos tantos nos pais quanto nos filhos. Dessa forma, apresenta-se a guarda compartilhada como uma forma de evitar que o fenômeno da alienação parental se faça presente nas relações afetivas entre os pais e seus filhos. Conclui-se, portanto, que a guarda compartilhada tem sido uma opção de efeitos positivos para o combate da alienação parental.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.