Artigo Anais SEMLICA

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-9333

Visualizações: 124
INFLUÊNCIA DE DIFERENTES FONTES DE MATÉRIA ORGÂNICA E TIPOS DE BIOFERTILIZANTE NO CRESCIMENTO DE PIMENTA

Resumo

As pimentas, que são todas as espécies e variedades do gênero Capsicum, geralmente dão frutos menores que os pimentões, possuem diferentes formatos e apresentam sabor purgante, com exceções das espécies de sabor adocicado. Apresenta melhor aceitação no mercado quando cultivada de forma orgânica. Assim sendo, objetivou-se com esta pesquisa estudar os efeitos de diferentes fontes de matéria orgânica e tipos de biofertilizante no crescimento de plantas de pimenta doce-italiana no sertão paraibano. A pesquisa foi desenvolvida em condições de campo no setor de agroecologia pertencente à Universidade Estadual da Paraíba, UEPB, Campus IV, no município de Catolé do Rocha- PB. Foram avaliados os efeitos de 4 tipos de biofertilizante (T1= biofertilizante à base de esterco bovino não enriquecido,T2= biofertilizante à base de esterco bovino enriquecido com farinha de rocha; T3= biofertilizante à base de esterco bovino enriquecido com farinha de rocha + leguminosa; T4= biofertilizante à base de esterco bovino enriquecido com farinha de rocha + cinza de madeira) e 5 fontes de substratos (F1= húmus de minhoca; F2= sólido de biofertilizante; F3= esterco bovino; F4= esterco caprino e F5= cama de suíno ) com cinco repetições, utilizou-se o delineamento experimental inteiramente casualizados. A aplicação do biofertilizante foi realizada via solo. Na irrigação utilizou-se o sistema por micro aspersão. Avaliaram-se: diâmetro do caule (DC), número de folhas (NF) e altura da planta (ALP). As fontes de matéria orgânica, e os tipos de biofertilizante enriquecido, proporcionam o maior crescimento de plantas de pimenta doce-italiana.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.