Artigo Anais SEMLICA

ANAIS de Evento

ISSN: 2317-9333

Visualizações: 175
BIOMÉTRIA DA MAMONEIRA A DISPONIBILIDADE DE ÁGUA, ADUBAÇÃO ORGÂNICA NA PRESENÇA E AUSÊNCIA DA COBERTURA MORTA

Resumo

Um experimento foi conduzido para avaliar o comportamento da mamona BRS-188 Paraguaçu, que têm sido recomendada para a região Nordeste do Brasil, em relação à fertilização orgânica, dois níveis de reposição de água na presença e ausência da cobertura do morta na superfície do solo. O trabalho foi desenvolvido em condições de campo, usando um delineamento experimental em blocos casualizados com fatorial 2x2x4, constituído dois níveis de reposição de água via irrigação em função da evapotranspiração da cultura - ETc (50 e 100%) na presença e ausência da cobertura do solo e quatro doses de biofertilizante bovino (0; 1,2; 2,4 e 3,6 L planta-1), aplicada ao solo, totalizando 16 tratamentos com três repetições num total de 48 parcelas experimentais, sendo 10 plantas por parcela, perfazendo 400 plantas na área experimental. As características biométricas da planta: altura da planta, diâmetro caulinar e área foliar foram analisados estatisticamente através da análise de variância, e do teste de Tukey para comparação das médias dos tratamentos e análise de regressão para o fator quantitativo das doses de biofertilizante bovino. De acordo com os resultados, recomenda-se a reposição de 100% da ETc na presença da cobertura morta sobre a superfície do solo a 5 cm de altura, adubando as plantas com 3,6 L planta-1 de biofertilizante bovino para obtenção de maiores valores de crescimento em altura, diâmetro e área foliar

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.