Artigo E-book V CONAPESC

E-books

ISBN: 978-65-86901-30-6

ANÁLISE FITOTOXICOLÓGICA DE METAIS EM LIXIVIADO DE ATERRO SANITÁRIO EM SOLANUM LYCOPERSICUM

Palavra-chaves: BIOINDICADOR, RESÍDUOS SÓLIDOS, TOXICIDADE, , E-book E-book Publicado em 03 de fevereiro de 2021

Resumo

O LIXIVIADO DE ATERRO SANITÁRIO CONSTITU EM UM DOS SUBPRODUTOS RESULTANTES DO CONFINAMENTO, AMBIENTALMENTE ADEQUADO, DE RESÍDUOS SÓLIDOS NO SOLO. ESTE EFLUENTE POSSUI ELEVADAS CONCENTRAÇÕES DE MATÉRIA ORGÂNICA BIODEGRADÁVEL E METAIS DE GRANDE POTENCIAL TÓXICO AO MEIO AMBIENTE E À SAÚDE HUMANA. SENDO ASSIM, O OBJETIVO DESTE TRABALHO FOI ANALISAR O POTENCIAL FITOTOXICOLÓGICO DO LIXIVIADO DE UM ATERRO SANITÁRIO EM SEMENTES DE TOMATE (SOLANUM LYCOPERSICUM). PARA ISSO, FORAM COLETADAS CINCO (5) AMOSTRAS DE LIXIVIADO NO PONTO IN NATURA NO ATERRO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS, LOCALIZADO EM CAMPINA GRANDE, PARAÍBA, BRASIL. O PERÍODO DE COLETA COMPREENDEU-SE ENTRE OS MESES DE NOVEMBRO DE 2018 E MAIO DE 2019. FORAM REALIZADAS ANÁLISES DE METAIS (FE, MN, ZN, CR TOTAL E PB) E TESTES DE FITOTOXICIDADE EM SEMENTES DE SOLANUM LYCOPERSICUM. OS DADOS FORAM SUBMETIDOS À ESTATÍSTICA DESCRITIVA, ALÉM DISSO UTILIZOU-SE A MATRIZ DE CORRELAÇÃO PARA AVALIAR O NÍVEL DE CORRELAÇÃO ENTRE AS VARIÁVEIS TESTADAS. VERIFICA-SE QUE, O ICRR-T(1%) E ICRR-T(5%) VARIAM DE 81,23±13,52% E 54,70±15,02%, RESPECTIVAMENTE. CONCLUI-SE, POR MEIO DA ANÁLISE DA MATRIZ DE CORRELAÇÃO, QUE OS METAIS APRESENTARAM EFEITOS FITOTÓXICOLÓGICOS AO ICRR-T(1%) E ICRR-T(5%) QUE VARIARAM DE FRACO A FORTE. OS ELEMENTOS FERRO, ZINCO E MANGANÊS FORAM OS QUE APRESENTARAM EFEITOS FITOTOXICOLÓGICOS MAIS SIGNIFICATIVOS AO ICRR-T, COM CORRELAÇÕES ACIMA DE 0,70.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.