Artigo Anais do VII CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

Visualizações: 126
A ARGUMENTAÇÃO COMO RECURSO PARA ESTIMULAÇÃO COGNITIVA NA SENESCÊNCIA

Palavra-chaves: ARGUMENTAÇÃO, COGNIÇÃO, ENVELHECIMENTO COGNITIVO, ESTIMULAÇÃO COGNITIVA, Comunicação Oral (CO) AT 14: Promoção à Saúde e qualidade de vida da pessoa idosa

Resumo

ESTE CAPÍTULO FOCA O DESIGN DE UM PROGRAMA DE INTERVENÇÃO FOCADO NA PRÁTICA SISTEMÁTICA DE ARGUMENTAÇÃO COMO RECURSO PARA ESTIMULAÇÃO COGNITIVA PARA IDOSOS TÍPICOS, OU SENESCENTES. A ARGUMENTAÇÃO É UMA ATIVIDADE SOCIAL DE NATUREZA EMINENTEMENTE DISCURSIVA REALIZADA ATRAVÉS DA DEFESA DE PONTOS DE VISTA E CONSIDERAÇÃO A PERSPECTIVAS CONTRÁRIAS, COM O OBJETIVO ÚLTIMO DE AUMENTO OU REDUÇÃO DA ACEITABILIDADE DAS PERSPECTIVAS EM QUESTÃO. DADO SEU POTENCIAL NA CONSTRUÇÃO DE CONHECIMENTO E NA REFLEXÃO, PROPÔS-SE UM PROGRAMA DE INTERVENÇÃO COM DURAÇÃO DE DEZ SESSÕES (UMA POR SEMANA, COM DURAÇÃO TOTAL DE TRÊS MESES), DAS QUAIS PARTICIPARAM 15 IDOSOS ENTRE 60 E 75 ANOS. OS ARGUMENTOS FORAM ANALISADOS COM BASE NA UNIDADE DE ANÁLISE COMPOSTA POR ARGUMENTO (PONTO DE VISTA E JUSTIFICATIVA), CONTRA-ARGUMENTO E RESPOSTA. O PROGRAMA DE INTERVENÇÃO DEMONSTROU SER UM RICO ESPAÇO PARA REFLEXÃO, SOCIALIZAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO PENSAMENTO CRÍTICO-REFLEXIVO DOS PARTICIPANTES.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.