Artigo Anais do V CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

ESTRUTURA DE COMUNIDADE FITOPLANCTÔNICA EM RESERVATÓRIOS DE ABASTECIMENTO NO SEMIÁRIDO PARAIBANO

Palavra-chaves: MICROALGA, PRODUTIVIDADE, RIQUEZA, ABUNDÂNCIA, RESERVATÓRIO Pôster (Resumo Expandido) AT 10: Ciência Ambiental: No Ensino e na Pesquisa
"2020-12-10 10:13:23"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 73179
    "edicao_id" => 148
    "trabalho_id" => 615
    "inscrito_id" => 1407
    "titulo" => "ESTRUTURA DE COMUNIDADE FITOPLANCTÔNICA EM RESERVATÓRIOS DE ABASTECIMENTO NO SEMIÁRIDO PARAIBANO"
    "resumo" => "OS RESERVATÓRIOS ARTIFICIAIS, CONSTRUÍDOS PARA APRIMORAR O ABASTECIMENTO PÚBLICO, SÃO AMBIENTES SENSÍVEIS AOS IMPACTOS DAS ATIVIDADES ANTROPOGÊNICAS QUE PROVOCAM ALTERAÇÕES NA ESTRUTURA DA COMUNIDADE AQUÁTICA E NA QUALIDADE DA ÁGUA. A COMUNIDADE FITOPLANCTÔNICA PODE SER UTILIZADA PARA ADQUIRIR NOÇÕES SOBRE O ESTADO DOS RESERVATÓRIOS, E AS CAUSAS ECOLÓGICAS. NESSE CONTEXTO, OBJETIVOU-SE CONHECER A ESTRUTURA DA COMUNIDADE FITOPLANCTÔNICA EM DOIS RESERVATÓRIOS DE ABASTECIMENTO DO SEMINÁRIO BRASILEIRO – PB. A AMOSTRAGEM FOI REALIZADA NOS RESERVATÓRIOS DE CHUPADOURO II E CAMALAÚ, DURANTE OS MESES DE MAIO E JULHO DE 2018. FORAM IDENTIFICADAS 36 ESPÉCIES NO RESERVATÓRIO CHUPADOURO II, DISTRIBUÍDAS NAS FAMILIAS CYANOPHYCEAE, DINOPHYCEAE, ZYGNEMAPHYCEAE, EUGLENOPHYCEAE, BACILLARIOPHYCEAE E CRYPTOPHYCEAE, ONDE A ESPÉCIE DOMINANTE FOI A CLOROFÍCEA MICRASTERIAS FURCATA. ENQUANTO NO RESERVATÓRIO CAMALAÚ, FORAM 27 ESPÉCIES PERTENCENTES, AS QUAIS ESTIVERAM DISTRIBUÍDAS EM CYANOPHYCEAE, ZYGNEMAPHYCEAE, DINOPHYCEAE, EUGLENOPHYCEAE, BACILLARIOPHYCEAE, CHLOROPHYCEAE E CRYPTOPHYCEAE, COM MAIOR ABUNDÂNCIA DE CERATIUM FURCOIDES. A ALTA ABUNDÂNCIA E DOMINÂNCIA DE ESPÉCIES FITOPLANCTÔNICA PODEM CAUSAR IMPACTOS NEGATIVOS NÃO SÓ PARA A PRÓPRIA COMUNIDADE AQUÁTICA, COMO  PARA O BEM-ESTAR HUMANO, NO QUE SE REFERE A ECONOMIA E USO DA ÁGUA. VISTO QUE ALGUMAS DELAS SÃO ASSOCIADAS A EVENTOS DE EUTROFIZAÇÃO E OUTROS PROBLEMAS COMO ODOR, COR E SABOR DESAGRADÁVEL, QUE DIMINUEM A QUALIDADE DA ÁGUA."
    "modalidade" => "Pôster (Resumo Expandido)"
    "area_tematica" => "AT 10: Ciência Ambiental:  No Ensino e na Pesquisa"
    "palavra_chave" => "MICROALGA, PRODUTIVIDADE, RIQUEZA, ABUNDÂNCIA, RESERVATÓRIO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV138_MD4_SA27_ID1407_23112020233847.pdf"
    "created_at" => "2020-12-11 08:02:07"
    "updated_at" => null
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "EMMANUELLY DA SILVA OLIVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "EMMANUELLY OLIVEIRA"
    "autor_email" => "em.oliveira103@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-do-v-conapesc"
    "edicao_nome" => "Anais do V CONAPESC"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências"
    "edicao_ano" => 2020
    "edicao_pasta" => "anais/conapesc/2020"
    "edicao_logo" => null
    "edicao_capa" => "5fd21ef3c4d39_10122020101323.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2020-12-10 10:13:23"
    "publicacao_id" => 28
    "publicacao_nome" => "Anais do Conapesc"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 73179
    "edicao_id" => 148
    "trabalho_id" => 615
    "inscrito_id" => 1407
    "titulo" => "ESTRUTURA DE COMUNIDADE FITOPLANCTÔNICA EM RESERVATÓRIOS DE ABASTECIMENTO NO SEMIÁRIDO PARAIBANO"
    "resumo" => "OS RESERVATÓRIOS ARTIFICIAIS, CONSTRUÍDOS PARA APRIMORAR O ABASTECIMENTO PÚBLICO, SÃO AMBIENTES SENSÍVEIS AOS IMPACTOS DAS ATIVIDADES ANTROPOGÊNICAS QUE PROVOCAM ALTERAÇÕES NA ESTRUTURA DA COMUNIDADE AQUÁTICA E NA QUALIDADE DA ÁGUA. A COMUNIDADE FITOPLANCTÔNICA PODE SER UTILIZADA PARA ADQUIRIR NOÇÕES SOBRE O ESTADO DOS RESERVATÓRIOS, E AS CAUSAS ECOLÓGICAS. NESSE CONTEXTO, OBJETIVOU-SE CONHECER A ESTRUTURA DA COMUNIDADE FITOPLANCTÔNICA EM DOIS RESERVATÓRIOS DE ABASTECIMENTO DO SEMINÁRIO BRASILEIRO – PB. A AMOSTRAGEM FOI REALIZADA NOS RESERVATÓRIOS DE CHUPADOURO II E CAMALAÚ, DURANTE OS MESES DE MAIO E JULHO DE 2018. FORAM IDENTIFICADAS 36 ESPÉCIES NO RESERVATÓRIO CHUPADOURO II, DISTRIBUÍDAS NAS FAMILIAS CYANOPHYCEAE, DINOPHYCEAE, ZYGNEMAPHYCEAE, EUGLENOPHYCEAE, BACILLARIOPHYCEAE E CRYPTOPHYCEAE, ONDE A ESPÉCIE DOMINANTE FOI A CLOROFÍCEA MICRASTERIAS FURCATA. ENQUANTO NO RESERVATÓRIO CAMALAÚ, FORAM 27 ESPÉCIES PERTENCENTES, AS QUAIS ESTIVERAM DISTRIBUÍDAS EM CYANOPHYCEAE, ZYGNEMAPHYCEAE, DINOPHYCEAE, EUGLENOPHYCEAE, BACILLARIOPHYCEAE, CHLOROPHYCEAE E CRYPTOPHYCEAE, COM MAIOR ABUNDÂNCIA DE CERATIUM FURCOIDES. A ALTA ABUNDÂNCIA E DOMINÂNCIA DE ESPÉCIES FITOPLANCTÔNICA PODEM CAUSAR IMPACTOS NEGATIVOS NÃO SÓ PARA A PRÓPRIA COMUNIDADE AQUÁTICA, COMO  PARA O BEM-ESTAR HUMANO, NO QUE SE REFERE A ECONOMIA E USO DA ÁGUA. VISTO QUE ALGUMAS DELAS SÃO ASSOCIADAS A EVENTOS DE EUTROFIZAÇÃO E OUTROS PROBLEMAS COMO ODOR, COR E SABOR DESAGRADÁVEL, QUE DIMINUEM A QUALIDADE DA ÁGUA."
    "modalidade" => "Pôster (Resumo Expandido)"
    "area_tematica" => "AT 10: Ciência Ambiental:  No Ensino e na Pesquisa"
    "palavra_chave" => "MICROALGA, PRODUTIVIDADE, RIQUEZA, ABUNDÂNCIA, RESERVATÓRIO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV138_MD4_SA27_ID1407_23112020233847.pdf"
    "created_at" => "2020-12-11 08:02:07"
    "updated_at" => null
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "EMMANUELLY DA SILVA OLIVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "EMMANUELLY OLIVEIRA"
    "autor_email" => "em.oliveira103@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-do-v-conapesc"
    "edicao_nome" => "Anais do V CONAPESC"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Pesquisa e Ensino em Ciências"
    "edicao_ano" => 2020
    "edicao_pasta" => "anais/conapesc/2020"
    "edicao_logo" => null
    "edicao_capa" => "5fd21ef3c4d39_10122020101323.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2020-12-10 10:13:23"
    "publicacao_id" => 28
    "publicacao_nome" => "Anais do Conapesc"
    "publicacao_codigo" => "2525-6696"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 10 de dezembro de 2020

Resumo

OS RESERVATÓRIOS ARTIFICIAIS, CONSTRUÍDOS PARA APRIMORAR O ABASTECIMENTO PÚBLICO, SÃO AMBIENTES SENSÍVEIS AOS IMPACTOS DAS ATIVIDADES ANTROPOGÊNICAS QUE PROVOCAM ALTERAÇÕES NA ESTRUTURA DA COMUNIDADE AQUÁTICA E NA QUALIDADE DA ÁGUA. A COMUNIDADE FITOPLANCTÔNICA PODE SER UTILIZADA PARA ADQUIRIR NOÇÕES SOBRE O ESTADO DOS RESERVATÓRIOS, E AS CAUSAS ECOLÓGICAS. NESSE CONTEXTO, OBJETIVOU-SE CONHECER A ESTRUTURA DA COMUNIDADE FITOPLANCTÔNICA EM DOIS RESERVATÓRIOS DE ABASTECIMENTO DO SEMINÁRIO BRASILEIRO – PB. A AMOSTRAGEM FOI REALIZADA NOS RESERVATÓRIOS DE CHUPADOURO II E CAMALAÚ, DURANTE OS MESES DE MAIO E JULHO DE 2018. FORAM IDENTIFICADAS 36 ESPÉCIES NO RESERVATÓRIO CHUPADOURO II, DISTRIBUÍDAS NAS FAMILIAS CYANOPHYCEAE, DINOPHYCEAE, ZYGNEMAPHYCEAE, EUGLENOPHYCEAE, BACILLARIOPHYCEAE E CRYPTOPHYCEAE, ONDE A ESPÉCIE DOMINANTE FOI A CLOROFÍCEA MICRASTERIAS FURCATA. ENQUANTO NO RESERVATÓRIO CAMALAÚ, FORAM 27 ESPÉCIES PERTENCENTES, AS QUAIS ESTIVERAM DISTRIBUÍDAS EM CYANOPHYCEAE, ZYGNEMAPHYCEAE, DINOPHYCEAE, EUGLENOPHYCEAE, BACILLARIOPHYCEAE, CHLOROPHYCEAE E CRYPTOPHYCEAE, COM MAIOR ABUNDÂNCIA DE CERATIUM FURCOIDES. A ALTA ABUNDÂNCIA E DOMINÂNCIA DE ESPÉCIES FITOPLANCTÔNICA PODEM CAUSAR IMPACTOS NEGATIVOS NÃO SÓ PARA A PRÓPRIA COMUNIDADE AQUÁTICA, COMO PARA O BEM-ESTAR HUMANO, NO QUE SE REFERE A ECONOMIA E USO DA ÁGUA. VISTO QUE ALGUMAS DELAS SÃO ASSOCIADAS A EVENTOS DE EUTROFIZAÇÃO E OUTROS PROBLEMAS COMO ODOR, COR E SABOR DESAGRADÁVEL, QUE DIMINUEM A QUALIDADE DA ÁGUA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.