Artigo Anais do V CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

Visualizações: 189
ASPECTOS RELEVANTES NA IDENTIFICAÇÃO CLÍNICA E MANEJO DO PACIENTE COM DOENÇA INFLAMATÓRIA INTESTINAL

Palavra-chaves: DOENÇAS INFLAMATÓRIAS INTESTINAIS, ABORDAGEM MULTIPROFISSIONAL, ABORDAGEM MULTIDISCIPLINAR, QUALIDADE DE VIDA, Comunicação Oral (Artigo Completo) AT 05: Ciências da Saúde: abordagens na Pesquisa e no Ensino Publicado em 10 de dezembro de 2020

Resumo

A DOENÇA INFLAMATÓRIA INTESTINAL (DII) DEFINIDA COMO INFLAMAÇÕES CRÔNICAS E GRAVES DO TRATO GASTROINTESTINAL, ACARRETA UMA RESPOSTA INFLAMATÓRIA EXACERBADA EM INDIVÍDUOS VULNERÁVEIS. ABRANGE DUAS PRINCIPAIS ENTIDADES PATOLÓGICAS, A DOENÇA DE CROHN E A RETOCOLITE ULCERATIVA IDIOPÁTICA. AFETA PESSOAS NO MUNDO INTEIRO, COMPROMETENDO DIRETAMENTE A QUALIDADE DE VIDA DESSES INDIVÍDUOS E DEVIDO AO POUCO CONHECIMENTO QUE SE TÊM ACERCA DESSAS PATOLOGIAS, A SUA ABORDAGEM ADEQUADA É DIFICULTADA. DESSA FORMA, O OBJETIVO DO PRESENTE ESTUDO FOI REUNIR OS ASPECTOS RELEVANTES PARA IDENTIFICAR PRECOCEMENTE E ASSIM, OFERTAR UM MANEJO ADEQUADO QUE CONTEMPLE TODAS AS ESFERAS DA VIDA DO INDIVÍDUO ACOMETIDO POR ESSA PATOLOGIA. TRATA-SE DE UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA, POSSUINDO A SEGUINTE QUESTÃO NORTEADORA: “QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS ASPECTOS PARA A IDENTIFICAÇÃO PRECOCE E MANEJO DO PACIENTE COM DOENÇA INFLAMATÓRIA INTESTINAL?”. AS BUSCAS FORAM REALIZADAS NAS BASES SCIELO, PUBMED, BVS E MEDLINE COM OS DESCRITORES “INFLAMMATORY BOWEL DISEASES”, “CROHN'S DISEASE” E “ULCERATIVE COLITIS”. SABE-SE QUE APESAR DE POSSUIR UMA ETIOLOGIA DESCONHECIDA, NAS DII HÁ UMA INTENSA INFLUÊNCIA DE FATORES GENÉTICOS, IMUNOLÓGICOS E AMBIENTAIS. ADEMAIS, STATUS GEOGRÁFICO E SOCIAL, STRESS, ALTERAÇÕES NA FLORA ENTÉRICA E IMUNODEFICIENTES, SÃO FATORES QUE AUMENTAM A PREDISPOSIÇÃO DO SEU DESENVOLVIMENTO. POR OUTRO LADO, DIFERENCIAR AS DUAS MANIFESTAÇÕES DA DOENÇA É UM DESAFIO, TORNANDO A ABORDAGEM MINUCIOSA DOS SINAIS E SINTOMAS COM AUXÍLIO DE UMA EQUIPE MULTIPROFISSIONAL E MULTIDISCIPLINAR QUE CONSIDEREM NÃO SOMENTE A SINTOMATOLOGIA, MAS TAMBÉM QUE ESSAS CONDIÇÕES AFETAM DIRETAMENTE NA QUALIDADE DE VIDA DO INDIVÍDUO, É DE EXTREMA RELEVÂNCIA NO MANEJO DESSES PACIENTES.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.