Artigo Anais do V CONAPESC

ANAIS de Evento

ISSN: 2525-6696

Visualizações: 107
COMPOSIÇÃO DO LIXIVIADO ARMAZENADO EM UMA LAGOA DE EVAPORAÇÃO NATURAL IMPLANTADA NO ATERRO SANITÁRIO EM CAMPINA GRANDE-PB

Palavra-chaves: ATERRO SANITÁRIO, EFLUENTE, TRATAMENTO, MEIO AMBIENTE, Comunicação Oral (Artigo Completo) AT 10: Ciência Ambiental: No Ensino e na Pesquisa

Resumo

O LIXIVIADO É UM EFLUENTE POTENCIALMENTE TÓXICO E POLUIDOR QUE SE NÃO TRADADO DE MANEIRA EFICIENTE PODE CAUSAR GRAVES DANOS AOS CORPOS HÍDRICOS RECEPTORES E À SAÚDE DA POPULAÇÃO. ASSIM, O OBJETIVO DESTE TRABALHO CONSISTIU EM ANALISAR A COMPOSIÇÃO DO LIXIVIADO ARMAZENADO EM UMA LAGOA DE EVAPORAÇÃO NATURAL IMPLANTADA NO ATERRO SANITÁRIO SITUADO NO MUNICÍPIO DE CAMPINA GRANDE, PARAÍBA. O CONHECIMENTO DE TAL COMPOSIÇÃO SE DEU POR MEIO DA REALIZAÇÃO DE ENSAIOS FÍSICO-QUÍMICOS, COM UMA FREQUÊNCIA MENSAL, ENTRE OS MESES DE AGO/2017 A DEZ/2019. A CARACTERIZAÇÃO DO LIXIVIADO ARMAZENADO NA LAGOA INDICOU UM EFLUENTE COM ALTAS CONCENTRAÇÕES DE DBO5 (12.375-18.750 MG.L-1), NAT (140-1.750 MGN-NH3.L-1) E CR (0,10-0,75 MG.L-1). PORTANTO, CONSTATOU-SE QUE, A ATUAL TÉCNICA DE TRATAMENTO DO ATERRO ESTUDADO NÃO FOI EFICIENTE PARA PURIFICAR O LIXIVIADO DE MODO A ATENDER LEGISLAÇÕES AMBIENTAIS EM VIGOR. É IMPORTANTE ENFATIZAR QUE, O EFLUENTE ARMAZENADO NESSA LAGOA NÃO É LANÇADO NO MEIO AMBIENTE. NO ENTANTO, CASO ISSO SEJA NECESSÁRIO, NOVAS ALTERNATIVAS TECNOLÓGICAS DEVEM SER IMPLEMENTADAS, PODENDO SER DE NÍVEL SECUNDÁRIO OU TERCIÁRIO, COM PRINCÍPIOS FÍSICO-QUÍMICOS E BIOLÓGICOS DE TRATAMENTO.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.