Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

DESAFIOS DA INCLUSÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL EM PARINTINS-AM.

Palavra-chaves: DESAFIO, INCLUSÃO, EDUCAÇÃO INFANTIL Comunicação Oral (CO) INCLUSÃO, DIREITOS HUMANOS E INTERCULTURALIDADE Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

O objetivo desse artigo é verificar os desafios enfrentados no desenvolvimento do processo de inclusão da educação infantil no município de Parintins- Amazonas. Essa concepções vão ajudar o entendimento do processo de inclusão, suas implicações e seu desenvolvimento. Com a chegada da criança com deficiência na educação infantil é um fator real que deve ser visto por todos como algo positivo para a educação mais para isso a criança de inclusão nessa etapa de escolarização devem ter seus direitos respeitados, de modo que os ambientes escolares sejam adaptados e principalmente que o currículo, os atendimentos, as especialidades e a modulação atendam com qualidade as necessidades do aluno. Diante do que vimos, pode-se entender a importância da educação infantil na formação do sujeito. A partir do momento em que esta etapa de escolarização torna-se uma garantia da educação básica. Fatores como formação continuada e ausência das famílias também são desafios em que podemos fazer uma reflexão critica sobre nosso papel como professores de inclusão. O processo de transformação da escola comum é lento e não pretende gerar maior marginalização da que já existe, abertamente, nas escolas especiais, tal como hoje se apresentam. Para que haja um processo de mudança cujo movimento ruma para novas possibilidades para o ensino comum e especial, há que existir uma ruptura com o modelo antigo de escola. Porque não há como caminhar com um pé em cada canoa. Aos contrassensos pelos quais a escola inclusiva é tão combatida, vamos responder com o sentido pleno que damos à escola que queremos para todos os brasileiros – uma escola que reconhece e valoriza as diferenças.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.