Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

BULLYING NA ESCOLA: A IMPORTÂNCIA DO PROFISSIONAL DE SERVIÇO SOCIAL NO ENFRENTAMENTO DESSA PROBLEMÁTICA

Palavra-chaves: BULLYING, EDUCAÇÃO, SERVIÇO SOCIAL Comunicação Oral (CO) INCLUSÃO, DIREITOS HUMANOS E INTERCULTURALIDADE Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Este trabalho é resultante de reflexões desenvolvidas a partir do material entregue pelos autores como Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Graduação em Serviço Social pela Universidade Anhanguera-Uniderp. Temos por objetivo discutir a importância da intervenção do profissional de Serviço Social no ambiente escolar frente à problemática do fenômeno Bullying. Este fenômeno pode ser considerado uma expressão da questão social, sendo este um problema mundial que se faz presente no contexto escolar. A contribuição do assistente social, especificamente na educação, consiste em aproximar os fatores sociais, culturais e econômicos que determinam os processos que mais afligem o campo educacional na atual conjuntura social. Assim, para atuar na defesa dos direitos humanos e sociais da criança e do adolescente no ambiente escolar defende-se a importância e necessidade de inserção dos assistentes sociais na escola. O profissional de Serviço Social poderá contribuir de forma relevante no preenchimento dessa defasagem, pois esse profissional, a partir de seu projeto ético-político, possui uma visão questionadora da realidade social, que busca mudanças e que está comprometido com a defesa incansável dos direitos sociais dos usuários da política de educação, assim como, das demais políticas públicas. Dessa maneira realizou-se uma pesquisa qualitativa numa escola municipal na cidade de Bayeux/PB, com profissionais de educação e com alunos desta escola, a fim de obter uma compreensão mais efetiva da realidade. Dentre os estudos teóricos utilizados para a construção deste trabalho, destacam-se os de Fante (2011) e de Manacorda (2000). A partir da pesquisa realizada identificou-se a falta de um profissional de serviço social na escola, o que pode ser visto como um problema, pois o assistente social tem competência e formação teórico-metodológica para mediar os tipos de conflitos ocasionados na escola e atuando principalmente na defesa dos direitos humanos e sociais da criança e do adolescente no espaço escolar.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.