Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 215
BONIFICAÇÃO EDUCACIONAL EM PERNAMBUCO

Palavra-chaves: POLÍTICA DE BONIFICAÇÃO EDUCACIONAL, AVALIAÇÃO EDUCACIONAL, EFICÁCIA ESCOLAR Comunicação Oral (CO) DIDÁTICA, CURRÍCULO E POLÍTICA EDUCACIONAL Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Com a crescente onda das políticas Responsabilização em Educação no Brasil, sobretudo no pagamento de incentivos salariais nos deparamos com a seguinte questão: A utilização das políticas de responsabilização em educação no Brasil produziu efeito positivo? A alternativa para tentar responder essa questão foi a de realizar um enfoque e aprofundar as análises em um sistema de responsabilização estadual, nesse caso a opção selecionada foi o estado de Pernambuco, alguns fatores foram decisivos para essa escolha, como: apresentar um sistema próprio de avaliação de larga escala desde 2000 e a adoção do BDE (Bônus de Desempenho Educacional) em 2008.As pesquisas realizadas até momento acerca dessa modalidade de intervenção demonstraram resultados variáveis tanto fora quanto dentro do Brasil, ainda que o objetivo seja a melhoria nos resultados das escolas é importante salientar que podem ocorrer efeitos não desejados, dentre eles: estreitamento curricular, fraudes, preparação para os testes, redução da cooperação entre professores, falta de motivação e até mesmo queda nos resultados dos alunos nos testes. Esse trabalho utilizou apenas os dados dos alunos e professores do 5º ano do Ensino Fundamental da rede estadual. Os alunos foram avaliados por meio de testes de Língua Portuguesa e Matemática pelo SAEPE o que permitiu a construção de uma série histórica das médias de proficiências do 5° ano. Além dos testes, também foram utilizados questionários aplicados aos professores no intuito de coletar as opiniões dos professores acerca do BDE.O questionário dos professores serviu para complementar as análises da série histórica, como grupo fundamental da política de bonificação, torna-se necessário conhecer a opinião dos professores.Esse trabalho constituiu-se em uma modesta contribuição para o monitoramento da política de bonificação de professores e seus impactos tanto positivos quanto não-desejados, sobretudo no currículo, pesquisas qualitativas futuras seriam interessantes para revelar outros aspectos não captados nessa pesquisa.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.