Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

BIBLIOMETRIA EM ENSINO DE CIÊNCIAS: UM ESTUDO NOS PERIÓDICOS QUALIS A, NO PERÍODO DE 2009 A 2014

Palavra-chaves: BIBLIOMETRIA, ENSINO DE CIÊNCIAS, REDES DE PESQUISA Pôster (PO) POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

A bibliometria é um método de pesquisa e mapeamento que busca identificar, quantificar, e analisar os principais temas e autores mais evidenciados de um campo científico. Ela possibilita verificar o comportamento dos pesquisadores e a forma como eles formulam suas decisões na construção de um determinado conhecimento. O método permite formular indicadores, tendências e vieses. O estudo em tela tem por objetivo analisar as principais características e “redes de pesquisas” desenvolvidas nos artigos científicos de ensino de ciências nos periódicos Qualis A – Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, e Investigações em Ensino de Ciências. A metodologia utilizada para avaliação e interpretação dos dados é baseada nos princípios e conceitos bibliométricos, e análise empírico-analítica. Ademais, os dados encontram-se em fase de coleta e análise. O período utilizado para coleta dos dados é de 2009 a 2014. As características bibliométricas analisadas são as seguintes: Publicações nas revistas (áreas, temas e metodologias); Principais autores; e Universidades para identificar a rede de pesquisa. Os resultados preliminares apontam uma concentração de publicações por parte dos pesquisadores da Universidade de São Paulo e da Estadual de São Paulo. Verifica-se uma tendência inicial de coautorias entre autores de ensino superior e ensino básico; entre universidades e entidades técnicas, além de autores das modalidades de ensino presencial e virtual. A análise dos temas foi dividida em macro áreas – percepção do receptor, percepção do transmissor, analise do conteúdo e experimento/estudo de caso –, devido a grande quantidade de artigos. Contudo, verifica-se que a macro área que mais se destaca é a percepção do transmissor, e a de menos concentração é experimento/estudo de caso. Observa-se, também, que as metodologias mais utilizadas nos artigos foram à abordagem qualitativa, levantamento bibliográfico e ensino investigativo. Essa análise reforça a interpretação feita em relação à macro áreas. Por outro lado, artigos que não ofereciam a possibilidade de análise das características das variáveis estudadas foram considerados como dados perdidos, assim, há a necessidade de eliminá-los. A bibliometria em ensino de ciência, portanto, demonstra para os periódicos pesquisados, até o momento, que existe uma tendência inicial de redes interinstitucional, estudos direcionados para o transmissor da informação (educador), e pouco experimento/estudo de caso.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.