Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

AS RELAÇÕES ETNICO-RACIAIS E AS AÇÕES AFIRMATIVAS: UM LIMIAR PARA A EDUCAÇÃO BRASILEIRA NO SÉCULO XXI.

Palavra-chaves: IGUALDADE, DESIGUALDADE, EDUCAÇÃO Comunicação Oral (CO) EDUCAÇÃO E RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS
"2014-09-18 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 6943
    "edicao_id" => 23
    "trabalho_id" => 991
    "inscrito_id" => 4311
    "titulo" => "AS RELAÇÕES ETNICO-RACIAIS E AS AÇÕES AFIRMATIVAS: UM LIMIAR PARA A EDUCAÇÃO BRASILEIRA NO SÉCULO XXI."
    "resumo" => "Este trabalho trata-se de reflexões realizadas acerca das relações étnico-raciais e as ações afirmativas no âmbito educacional. Na educação brasileira, o sistema educacional tem sido marcado por uma relação/ cultura em que a falta de autonomia, centralização de poder, autoritarismo foram caminhos percorridos pelo sistema educacional até a década de 80. Entretanto, esse ranço tem impulsionado a implementação de várias políticas educacionais pensadas de modo a promover a democratização do ensino público e a igualdade, em âmbito nacional. Tendo em vista que a sociedade brasileira é constituída por diferentes grupos étnico-raciais que marcam, em termos culturais, como uma das mais ricas do mundo, sua história é marcada por desigualdades e discriminações, especificamente contra negros e indígenas, impedindo, desta forma, seu pleno desenvolvimento econômico, político e social.   É neste sentindo, que nascem as políticas de ações afirmativas e os estudos acerca das relações étnico-raciais com o intuito de promover a igualdade entre os povos.  Desta forma, as ações afirmativas em sua essência, procura promover a igualdade, assim como introduzir mudanças de ordem cultural e de convivência entre os que estão em vulnerabilidade social. No que tange as relações étnico-raciais, o propósito é além de promover uma reestruturação na base curricular da educação nacional, promover a igualdade, é também trazer para o cerne da sociedade brasileira as discussões acerca da lei 10.639/03. Nesta perspectiva, a educação brasileira tem avançado no sentindo de promover a igualdade e principalmente garantir os direitos que foram negados durante muito tempo. Assim, explicita-se como objetivo desta pesquisa, promover diálogos acerca das ações afirmativas e as relações étnico-raciais, uma vez que a educação no século XXI sinaliza importantes avanços no que diz respeito a atenção com os povos que durante sua história foram/foi estigmatizados pela sociedade."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "EDUCAÇÃO E RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS"
    "palavra_chave" => "IGUALDADE, DESIGUALDADE, EDUCAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_11_08_2014_14_38_39_idinscrito_4311_84153585518cdd67dfe84d018903dc11.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:53"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:12:24"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "VANDEILTON TRINDADE SANTANA"
    "autor_nome_curto" => "VANDER"
    "autor_email" => "wander.sam@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNEB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais I CONEDU"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2014"
    "edicao_logo" => "5e4a0671b0a63_17022020002017.png"
    "edicao_capa" => "5f1848d9ed142_22072020111033.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-09-18 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 6943
    "edicao_id" => 23
    "trabalho_id" => 991
    "inscrito_id" => 4311
    "titulo" => "AS RELAÇÕES ETNICO-RACIAIS E AS AÇÕES AFIRMATIVAS: UM LIMIAR PARA A EDUCAÇÃO BRASILEIRA NO SÉCULO XXI."
    "resumo" => "Este trabalho trata-se de reflexões realizadas acerca das relações étnico-raciais e as ações afirmativas no âmbito educacional. Na educação brasileira, o sistema educacional tem sido marcado por uma relação/ cultura em que a falta de autonomia, centralização de poder, autoritarismo foram caminhos percorridos pelo sistema educacional até a década de 80. Entretanto, esse ranço tem impulsionado a implementação de várias políticas educacionais pensadas de modo a promover a democratização do ensino público e a igualdade, em âmbito nacional. Tendo em vista que a sociedade brasileira é constituída por diferentes grupos étnico-raciais que marcam, em termos culturais, como uma das mais ricas do mundo, sua história é marcada por desigualdades e discriminações, especificamente contra negros e indígenas, impedindo, desta forma, seu pleno desenvolvimento econômico, político e social.   É neste sentindo, que nascem as políticas de ações afirmativas e os estudos acerca das relações étnico-raciais com o intuito de promover a igualdade entre os povos.  Desta forma, as ações afirmativas em sua essência, procura promover a igualdade, assim como introduzir mudanças de ordem cultural e de convivência entre os que estão em vulnerabilidade social. No que tange as relações étnico-raciais, o propósito é além de promover uma reestruturação na base curricular da educação nacional, promover a igualdade, é também trazer para o cerne da sociedade brasileira as discussões acerca da lei 10.639/03. Nesta perspectiva, a educação brasileira tem avançado no sentindo de promover a igualdade e principalmente garantir os direitos que foram negados durante muito tempo. Assim, explicita-se como objetivo desta pesquisa, promover diálogos acerca das ações afirmativas e as relações étnico-raciais, uma vez que a educação no século XXI sinaliza importantes avanços no que diz respeito a atenção com os povos que durante sua história foram/foi estigmatizados pela sociedade."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "EDUCAÇÃO E RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS"
    "palavra_chave" => "IGUALDADE, DESIGUALDADE, EDUCAÇÃO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_1datahora_11_08_2014_14_38_39_idinscrito_4311_84153585518cdd67dfe84d018903dc11.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:53"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:12:24"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "VANDEILTON TRINDADE SANTANA"
    "autor_nome_curto" => "VANDER"
    "autor_email" => "wander.sam@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNEB"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-i-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais I CONEDU"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2014"
    "edicao_logo" => "5e4a0671b0a63_17022020002017.png"
    "edicao_capa" => "5f1848d9ed142_22072020111033.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-09-18 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

Este trabalho trata-se de reflexões realizadas acerca das relações étnico-raciais e as ações afirmativas no âmbito educacional. Na educação brasileira, o sistema educacional tem sido marcado por uma relação/ cultura em que a falta de autonomia, centralização de poder, autoritarismo foram caminhos percorridos pelo sistema educacional até a década de 80. Entretanto, esse ranço tem impulsionado a implementação de várias políticas educacionais pensadas de modo a promover a democratização do ensino público e a igualdade, em âmbito nacional. Tendo em vista que a sociedade brasileira é constituída por diferentes grupos étnico-raciais que marcam, em termos culturais, como uma das mais ricas do mundo, sua história é marcada por desigualdades e discriminações, especificamente contra negros e indígenas, impedindo, desta forma, seu pleno desenvolvimento econômico, político e social. É neste sentindo, que nascem as políticas de ações afirmativas e os estudos acerca das relações étnico-raciais com o intuito de promover a igualdade entre os povos. Desta forma, as ações afirmativas em sua essência, procura promover a igualdade, assim como introduzir mudanças de ordem cultural e de convivência entre os que estão em vulnerabilidade social. No que tange as relações étnico-raciais, o propósito é além de promover uma reestruturação na base curricular da educação nacional, promover a igualdade, é também trazer para o cerne da sociedade brasileira as discussões acerca da lei 10.639/03. Nesta perspectiva, a educação brasileira tem avançado no sentindo de promover a igualdade e principalmente garantir os direitos que foram negados durante muito tempo. Assim, explicita-se como objetivo desta pesquisa, promover diálogos acerca das ações afirmativas e as relações étnico-raciais, uma vez que a educação no século XXI sinaliza importantes avanços no que diz respeito a atenção com os povos que durante sua história foram/foi estigmatizados pela sociedade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.