Artigo Anais I CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 205
A UTILIZAÇÃO DE RECURSOS DIDÁTICOS AUDIOVISUAIS NO DEBATE DE TEMAS TRANSVERSAIS NA GEOGRAFIA

Palavra-chaves: GEOGRAFIA, RECURSOS AUDIOVISUAIS, TEMAS TRANSVERSAIS Comunicação Oral (CO) DIDÁTICA, CURRÍCULO E POLÍTICA EDUCACIONAL Publicado em 18 de setembro de 2014

Resumo

O presente trabalho trata sobre a transversalidade no ensino de Geografia e a importância dos recursos audiovisuais para trabalhar os conteúdos na educação básica. Considerando que as metodologias convencionais utilizadas neste ensino, muitas vezes tornam esta disciplina algo desestimulante e cansativo, foram propostas algumas práticas onde se tencionou superar essa condição da Geografia como uma disciplina simplista. O trabalho em questão é o resultado de experiências obtidas através de ações do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID). As atividades foram desenvolvidas em uma escola pública do Ceará, para turmas do ensino médio. O objetivo geral dessa experiência foi despertar nos alunos o interesse pelo tema Meio Ambiente tendo como foco a discussão sobre as questões climáticas no Brasil. Como procedimentos metodológicos foram realizados levantamento bibliográfico sobre o tema transversalidade e recursos audiovisuais. Realizou-se uma sequência didática com estudo teórico e prático sobre os elementos da dinâmica do clima; uso de imagens de slide sobre esses diferentes elementos; exibição de um documentário sobre a seca na região Sul do Brasil. A experiência revelou que a exibição do documentário sobre a seca na região Sul do Brasil gerou surpresa nos alunos ao saber que as secas ocorrem não somente no Nordeste, mas em outras regiões do país. O assunto tratado e as novas descobertas despertaram muito interesse nos alunos, gerando uma discussão bastante produtiva sobre o tema. Os alunos conseguiram relacionar de maneira satisfatória os problemas retratados no documentário na região Sul com a problemática vivida atualmente em nossa região (Nordeste), além de levantarem outras questões sobre fatos que vêm ocorrendo atualmente, como a escassez de água no estado de São Paulo e as mudanças no clima global. Tais experiências tornam mais notória a influência da mídia sobre os alunos, de como esses alunos são bombardeados de informações e da necessidade do professor estar constantemente atualizado com relação a essas mídias. Com essa popularização ou até mesmo banalização das informações o professor agora tem o papel de mediar a transformação das informações adquiridas pelos alunos em conhecimento. Conclui-se que cada vez mais o professor deve estar em constante atualização a fim de trazer para a sala de aula novos recursos que venham dinamizar a aula e tornar os conteúdos mais atraentes, além de ser capaz de acompanhar de perto os debates e discussões que são gerados. Essa atualização dos professores se faz ainda importante para que estes possam mediar o processo de aprendizagem dos alunos levando-os a construção de sua criticidade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.