Artigo Anais VI CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 206
MOVIMENTO ESTUDANTIL: RESISTÊNCIA E LUTA PELA EDUCAÇÃO NO BRASIL

Palavra-chaves: MOVIMENTO SOCIAL, MOVIMENTO ESTUDANTIL, EDUCAÇÃO Pôster (PO) GT 05 - Movimentos Sociais, Sujeitos e Processos Educativos Publicado em 24 de outubro de 2019

Resumo

ESTA PESQUISA SURGIU NA DISCIPLINA DE EDUCAÇÃO, CIDADANIA E MOVIMENTOS SOCIAIS, COMPONENTE DA GRADE CURRICULAR DO 8º SEMESTRE DO CURSO DE PEDAGOGIA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ – UEVA. FOI UTILIZADO COMO APARATO TEÓRICO AS IDÉIAS DE AUTORES PESQUISADORES DO TEMA ABORDADO, COMO: CARLOS MONTAÑO E DORIGUETTE (2011) E MARIA DA GLÓRIA GOHN (2001). INVESTIGAMOS O PROCESSO DE PRODUÇÃO CAPITALISTA DESENVOLVIDO NO PERÍODO DA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL QUE SE CARACTERIZAVA EM UM TRABALHO PRECARIZADO, COM UM ALTO GRAU DE EXPLORAÇÃO E DE TRABALHOS ABUSIVOS, COM EXAUSTIVA JORNADA DE TRABALHO. EM MEIO A ESSE CONTEXTO, DEU-SE INÍCIO A DIVERSAS FORMAS DE ORGANIZAÇÕES SOCIAIS, DENTRE ELAS O MOVIMENTO ESTUDANTIL SURGE COMO FORMA DE SE OPOR A ESSE SISTEMA E LUTAR AO LADO DA CLASSE TRABALHADORA. O MOVIMENTO ESTUDANTIL É UM DOS MAIS IMPORTANTES MOVIMENTOS EXISTENTE NO BRASIL, QUE AINDA HOJE DESENVOLVE AÇÕES EM PROL DA EDUCAÇÃO, E EM LUTAS DIVERSAS. ATRAVÉS DO BREVE TRABALHO CONSEGUIMOS PERCEBER A IMPORTÂNCIA QUE OS MOVIMENTOS SOCIAIS TEM NA CONSTRUÇÃO HISTÓRICA DAS CIVILIZAÇÕES, BUSCANDO DIREITOS, LUTANDO POR UM PAÍS MELHOR E LIVRE.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.