Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

AÇÕES EDUCATIVAS COM UNIVERSITÁRIOS SOBRE FATORES DE RISCO PARA SÍNDROME METABÓLICA

Palavra-chaves: SÍNDROME X METABÓLICA, EDUCAÇÃO EM SAÚDE, ESTUDANTES Tema Livre (TL) Saúde Coletiva Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

Resumo: A Síndrome Metabólica (SM) vem sendo alvo de muitos estudos. Esse é um mal da vida moderna que está relacionado às mudanças no estilo de vida das pessoas. Essa síndrome se associa a diversas alterações metabólicas, como também a Doenças Crônicas Não-Transmissíveis (DCNT) e particularmente as Doenças Cardiovasculares (DCV). Portanto, Objetivou-se neste estudo identificar o conhecimento sobre os fatores de risco para Síndrome Metabólica antes e após as intervenções educativas realizadas com universitários. Metodologia: Trata-se de estudo do tipo comparativo, prospectivo e de intervenção. O projeto foi realizado em uma instituição pública de ensino superior de um campus do interior do Piauí, com uma amostra de 22 universitários da área de humanas e exatas. A coleta aconteceu no período de novembro de 2013 a março de 2014, através de formulários em três encontros de intervenção educativa mais os exames laboratoriais. Resultados e Discussão: Com os dados do pré teste foi possível observar que 45,4% dos indivíduos apresentou mais que bom conhecimento e 9,0%, muito bom conhecimento sobre a SM. No pós-teste imediato, o nível de conhecimento foi de 65% para mais que bom conhecimento e 20% muito bom conhecimento. Um estudo transversal realizado com universitários da Universidade Federal do Ceará – Fortaleza mostrou que a prevalência da SM foi de 1,7% (FREITAS, 2013). Conclusão: Assim, com a implementação da educação em saúde e a aplicação do instrumento de pós teste, verificou-se que a intervenção educativa aprimorou os conhecimentos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.