Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA ESCOLA: CONSCIENTIZAÇÃO DE ADOLESCENTES EM IDADE ESCOLAR DOS RISCOS DE ADQUIRIR DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS (DSTS).

Palavra-chaves: EDUCAÇÃO EM SAÚDE., ADOLESCENTE., DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS. Relato de Experiência(RE) Enfermagem
"2014-04-09 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 5456
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 804
    "inscrito_id" => 3013
    "titulo" => "EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA ESCOLA: CONSCIENTIZAÇÃO DE ADOLESCENTES EM IDADE ESCOLAR DOS RISCOS DE ADQUIRIR DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS (DSTS)."
    "resumo" => "A educação em saúde, à partir de métodos informativos que visem promoção e prevenção de doenças, são medidas essenciais, capazes de garantir o bem-estar individual e/ou coletivo. Nesse contexto, a escola, como órgão responsável pela formação intelectual, humana e social de crianças e adolescentes exerce papel fundamental no processo educativo em saúde. Teve como principal objetivo, conscientizar adolescentes em idade escolar dos riscos de adquirir Doenças sexualmente Transmissíveis (DSTs). Seu percurso metodológico estabeleceu-se mediante aulas educativas, discussões, gincanas interativas e uma avaliação final; inicialmente, expondo o material aos professores e posteriormente, através de sucessivos encontros, em sala de aula, com os alunos. Com uso de material didático, ilustrativo e de fácil entendimento, disposto em slides, para apresentação em data show; e ainda, disponibilização de brindes e atribuição de uma nota final, já que existiu uma parceria com a disciplina de Ciências Biológicas. O projeto foi desenvolvido na Escola Dom Moisés Côelho, na cidade de Cajazeiras, no período de Abril a Dezembro de 2011. Tendo em mente a importância dessa temática, sobretudo para adolescentes, por se tratar de um grupo bastante vulnerável à contrair DSTs, principalmente pela falta de informação; em contra partida, a dificuldade de aceitação, ao abordar esse tema, numa faixa etária que está em fase de desenvolvimento e descobrimento de sua identidade sexual, não seria uma tarefa fácil. Porém o convívio, a confiança, o interesse pelo assunto e o dinamismo nas aulas, mostrou-se superior, assim ‘driblando’ tal resistência, nas primeiras aulas, e transformando-a num momento prazeroso, de aquisição de conhecimento. Mediante todo esse tempo de convívio com a equipe escolar e alunado, ficou claro a deficiência e falta de informação à respeito do assunto; o que pôde ser evidenciado pelo desconhecimento das principais características, na maioria das DSTs (sintomatologia, diagnóstico, prevenção e tratamento); casos de gravidez não planejada; promiscuidade, e ainda, casos de iniciação sexual precoce. Contudo, após a aceitação da equipe, foi notado uma maior aquisição do conhecimento e interesse em aprender o “novo”; se conscientizar acerca da importância dos métodos preventivos; “quebrar tabus” a respeito de certas doenças, e ainda, socializar o conhecimento com os amigos, de modo a compreender a importância do ‘saber’ para a vida e convívio em sociedade."
    "modalidade" => "Relato de Experiência(RE)"
    "area_tematica" => "Enfermagem"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO EM SAÚDE., ADOLESCENTE., DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS."
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_3datahora_24_03_2014_22_34_07_idinscrito_3013_5e25178b731132edf9e364afafd67b7b.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:39"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MIKAELLY GONÇALVES DE OLIVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "MIKAELLY GONÇALVES"
    "autor_email" => "mikaellyoliveira2@hotmail"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 5456
    "edicao_id" => 17
    "trabalho_id" => 804
    "inscrito_id" => 3013
    "titulo" => "EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA ESCOLA: CONSCIENTIZAÇÃO DE ADOLESCENTES EM IDADE ESCOLAR DOS RISCOS DE ADQUIRIR DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS (DSTS)."
    "resumo" => "A educação em saúde, à partir de métodos informativos que visem promoção e prevenção de doenças, são medidas essenciais, capazes de garantir o bem-estar individual e/ou coletivo. Nesse contexto, a escola, como órgão responsável pela formação intelectual, humana e social de crianças e adolescentes exerce papel fundamental no processo educativo em saúde. Teve como principal objetivo, conscientizar adolescentes em idade escolar dos riscos de adquirir Doenças sexualmente Transmissíveis (DSTs). Seu percurso metodológico estabeleceu-se mediante aulas educativas, discussões, gincanas interativas e uma avaliação final; inicialmente, expondo o material aos professores e posteriormente, através de sucessivos encontros, em sala de aula, com os alunos. Com uso de material didático, ilustrativo e de fácil entendimento, disposto em slides, para apresentação em data show; e ainda, disponibilização de brindes e atribuição de uma nota final, já que existiu uma parceria com a disciplina de Ciências Biológicas. O projeto foi desenvolvido na Escola Dom Moisés Côelho, na cidade de Cajazeiras, no período de Abril a Dezembro de 2011. Tendo em mente a importância dessa temática, sobretudo para adolescentes, por se tratar de um grupo bastante vulnerável à contrair DSTs, principalmente pela falta de informação; em contra partida, a dificuldade de aceitação, ao abordar esse tema, numa faixa etária que está em fase de desenvolvimento e descobrimento de sua identidade sexual, não seria uma tarefa fácil. Porém o convívio, a confiança, o interesse pelo assunto e o dinamismo nas aulas, mostrou-se superior, assim ‘driblando’ tal resistência, nas primeiras aulas, e transformando-a num momento prazeroso, de aquisição de conhecimento. Mediante todo esse tempo de convívio com a equipe escolar e alunado, ficou claro a deficiência e falta de informação à respeito do assunto; o que pôde ser evidenciado pelo desconhecimento das principais características, na maioria das DSTs (sintomatologia, diagnóstico, prevenção e tratamento); casos de gravidez não planejada; promiscuidade, e ainda, casos de iniciação sexual precoce. Contudo, após a aceitação da equipe, foi notado uma maior aquisição do conhecimento e interesse em aprender o “novo”; se conscientizar acerca da importância dos métodos preventivos; “quebrar tabus” a respeito de certas doenças, e ainda, socializar o conhecimento com os amigos, de modo a compreender a importância do ‘saber’ para a vida e convívio em sociedade."
    "modalidade" => "Relato de Experiência(RE)"
    "area_tematica" => "Enfermagem"
    "palavra_chave" => "EDUCAÇÃO EM SAÚDE., ADOLESCENTE., DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS."
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "Modalidade_3datahora_24_03_2014_22_34_07_idinscrito_3013_5e25178b731132edf9e364afafd67b7b.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:52:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:08:39"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MIKAELLY GONÇALVES DE OLIVEIRA"
    "autor_nome_curto" => "MIKAELLY GONÇALVES"
    "autor_email" => "mikaellyoliveira2@hotmail"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-conacis"
    "edicao_nome" => "Anais CONACIS"
    "edicao_evento" => "Congresso Nacional Ciências da Saúde"
    "edicao_ano" => 2014
    "edicao_pasta" => "anais/conacis/2014"
    "edicao_logo" => "5e48b0ffd111d_16022020000327.png"
    "edicao_capa" => "5f183ea35f5aa_22072020102659.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2014-04-09 00:00:00"
    "publicacao_id" => 15
    "publicacao_nome" => "Revista CONACIS"
    "publicacao_codigo" => "2358-0186"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

A educação em saúde, à partir de métodos informativos que visem promoção e prevenção de doenças, são medidas essenciais, capazes de garantir o bem-estar individual e/ou coletivo. Nesse contexto, a escola, como órgão responsável pela formação intelectual, humana e social de crianças e adolescentes exerce papel fundamental no processo educativo em saúde. Teve como principal objetivo, conscientizar adolescentes em idade escolar dos riscos de adquirir Doenças sexualmente Transmissíveis (DSTs). Seu percurso metodológico estabeleceu-se mediante aulas educativas, discussões, gincanas interativas e uma avaliação final; inicialmente, expondo o material aos professores e posteriormente, através de sucessivos encontros, em sala de aula, com os alunos. Com uso de material didático, ilustrativo e de fácil entendimento, disposto em slides, para apresentação em data show; e ainda, disponibilização de brindes e atribuição de uma nota final, já que existiu uma parceria com a disciplina de Ciências Biológicas. O projeto foi desenvolvido na Escola Dom Moisés Côelho, na cidade de Cajazeiras, no período de Abril a Dezembro de 2011. Tendo em mente a importância dessa temática, sobretudo para adolescentes, por se tratar de um grupo bastante vulnerável à contrair DSTs, principalmente pela falta de informação; em contra partida, a dificuldade de aceitação, ao abordar esse tema, numa faixa etária que está em fase de desenvolvimento e descobrimento de sua identidade sexual, não seria uma tarefa fácil. Porém o convívio, a confiança, o interesse pelo assunto e o dinamismo nas aulas, mostrou-se superior, assim ‘driblando’ tal resistência, nas primeiras aulas, e transformando-a num momento prazeroso, de aquisição de conhecimento. Mediante todo esse tempo de convívio com a equipe escolar e alunado, ficou claro a deficiência e falta de informação à respeito do assunto; o que pôde ser evidenciado pelo desconhecimento das principais características, na maioria das DSTs (sintomatologia, diagnóstico, prevenção e tratamento); casos de gravidez não planejada; promiscuidade, e ainda, casos de iniciação sexual precoce. Contudo, após a aceitação da equipe, foi notado uma maior aquisição do conhecimento e interesse em aprender o “novo”; se conscientizar acerca da importância dos métodos preventivos; “quebrar tabus” a respeito de certas doenças, e ainda, socializar o conhecimento com os amigos, de modo a compreender a importância do ‘saber’ para a vida e convívio em sociedade.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.