Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

AVALIAÇÃO ANTIMICROBIANA DO EXTRATO DE EUGENIA UNIFLORA L. SOBRE CEPAS DE STAPHYLOCOCCUS AUREUS, PSEDOMONAS AERUGINOSA E ESCHERICHIA COLI

Palavra-chaves: STAPHYLOCOCCUS AUREUS, EUGENIA UNIFLORA L, ATIVIDADE ANTIMICROBIANA Pôster (PO) Farmácia Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

INTRODUÇÃO: As infecções bacterianas tem sido responsáveis pelas doenças endêmicas e epidêmicas, portanto, exercem um papel histórico no que se refere aos problemas de saúde. Com o surgimento dos antibióticos produzidos pela indústria farmacêutica em meados do século XX, acreditava-se no controle das infecções, possivelmente o uso irracional dos agentes antimicrobianos foi responsável por gerar mudanças na estrutura genética destas, tornando-as resistentes apesar da disponibilidade de antibióticos eficazes. Uma estratégia atual no tratamento de doenças causadas por bactérias vem sendo buscar possibilidades que visem minimizar danos à saúde e maior ação contra processos infecciosos, tendo em vista que alguns antibióticos convencionais têm perdido a eficácia. Nesse contexto, trabalhos desenvolvidos com extratos brutos, obtidos a partir de plantas medicinais têm indicado potencial antimicrobiano. OBJETIVO: Avaliação da atividade antimicrobiana dos extratos hidroalcóolicos das folhas, frutos e talos da Eugenia uniflora L. sobre cepas de Staphylococcus aureus (American Type Culture Colection – ATCC 25922), Pseudomonas aeruginosa (ATCC 27853), Escherichia coli (ATCC 25922). METODOLOGIA: Os testes de sensibilidade microbiana aos extratos vegetais foram determinados pela técnica de difusão em disco, observando-se o tamanho dos halos de inibição (mm) obtidos, bem como a determinação da concentração inibitória mínima (CIM). RESULTADOS: Os resultados obtidos apontaram que o extrato oriundo da folha teve atividade quando aplicado em concentração de 100% e 50% e o extrato do fruto teve atividade quando aplicado em concentração de 100%, ambos frente as cepas de Staphylococcus aureus. CONCLUSÃO: Ao término do projeto, observa-se que o extrato obtido da folha de Eugenia uniflora L. apresentou atividade quando aplicado nas concentrações de 100% e 50% frente as cepas de Staphylococcus aureus . Observa-se também que o extrato do fruto apresentou atividade quando aplicado em concentração de 100% sobre as cepas de Staphylococcus aureus, comprovando assim a atividade antimicrobiana do extrato de Eugenia uniflora L. sobre cepas de Staphylococcus aureus.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.