Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

Visualizações: 237
PERCEPÇÃO DO ENFERMEIRO A SEXUALIDADE NA TERCEIRA IDADE

Palavra-chaves: SEXUALIDADE, TERCEIRA IDADE, ENFERMAGEM Comunicação Oral (CO) AT 05: Resiliência, Sexualidade e Questões de Gênero no envelhecimento Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

A SEXUALIDADE NOS ÚLTIMOS ANOS SOFREU UMA EVOLUÇÃO DEIXANDO DE SER ENCARADA APENAS COMO UM ATO GENITAL/SEXUAL, AMPLIANDO O CONCEITO APENAS FÍSICO PASSANDO A ABRANGER A INFLUÊNCIA EMOCIONAL E SENTIMENTAL QUE O SEXO REPRESENTA. A ENFERMAGEM É UMA CIÊNCIA HUMANIZADA QUE POSSUI COMO PRINCÍPIO BÁSICO A EMPATIA E O CONHECIMENTO TÉCNICO PARA A ASSISTÊNCIA AOS CLIENTES. É NOTÓRIA A IMPORTÂNCIA DA SEXUALIDADE E PRINCIPALMENTE O CONHECIMENTO A RESPEITO DAS PRINCIPAIS DIFICULDADES VIVENCIADAS. EM TODAS AS FASES DA VIDA ESTE ASSUNTO É PASSÍVEL DE ORIENTAÇÃO, E NA TERCEIRA IDADE NÃO É DIFERENTE. OBJETIVOS: OBSERVAR A IMPORTÂNCIA DA ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM AS PESSOAS NA TERCEIRA IDADE SOBRE A SEXUALIDADE. MÉTODO: PESQUISA DE REVISÃO BIBLIOGRÁFICA. RESULTADOS E DISCUSSÃO: ALGUNS DOS MOTIVOS QUE CONTRIBUEM PARA O AUMENTO E REPRODUÇÃO DE UMA VISÃO ERRÔNEA SOBRE A SEXUALIDADE NA VELHICE SÃO A FALTA DE CONHECIMENTO ACERCA DO TEMA NA VELHICE, EMBORA ISTO NÃO SE RESTRINJA APENAS A ESSA FASE DA VIDA, ASSIM COMO IDEOLOGIAS QUE NÃO INCENTIVAM A EXPRESSÃO DA SEXUALIDADE ENTRE OS IDOSOS. OUTRO FATOR QUE IMPEDE UMA RELAÇÃO AMISTOSA COM A SEXUALIDADE NA VELHICE É A EDUCAÇÃO REPRESSORA. CONSIDERAÇÕES FINAIS: O ENFERMEIRO É O PROFISSIONAL QUE ATENDE O SER HUMANO EM SUA PLENITUDE, LIDANDO NÃO APENAS COM AS LIMITAÇÕES FÍSICAS MAS COM TODAS AS DIFICULDADES VIVENCIADAS PELO PACIENTE. AINDA COM RELAÇÃO A SAÚDE DO IDOSO DEPARA-SE COM A REALIDADE VIVENCIADA POR ELES E A DIFICULDADE QUE MUITOS ENCONTRAM DE CONSEGUIR QUEBRAR TABUS E ABORDAR A SEXUALIDADE COMO ALGO NATURAL EM QUALQUER FASE DA VIDA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.