Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

Visualizações: 240
PERCEPÇÃO DA QUALIDADE DO SONO EM IDOSOS PRATICANTES DE PILATES

Palavra-chaves: PILATES, QUALIDADE DE SONO, IDOSOS Pôster (PO) AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas à Pessoa Idosa Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

OS DISTÚRBIOS NO SONO PODEM AFETAR ATÉ UM TERÇO DA POPULAÇÃO ADULTA MUNDIAL E ESTÃO FREQUENTES EM MAIS DA METADE DOS IDOSOS COM MAIS DE 65 ANOS. COM O AUMENTO DA IDADE AUMENTAM AS QUEIXAS RELACIONADAS AO SONO. A PRÁTICA REGULAR DE ATIVIDADE FÍSICA EM IDOSOS PODE AUMENTAR A DURAÇÃO DO SONO E PROPORCIONAR UM SONO MAIS PROFUNDO. MUITAS PESSOAS, PRINCIPALMENTE NA TERCEIRA IDADE, TÊM PRATICADO PILATES COMO SUA PRINCIPAL ATIVIDADE FÍSICA. ESTUDOS COM O MÉTODO PILATES DEMONSTRARAM UMA MELHORA DA QUALIDADE DO SONO. PORÉM AINDA HÁ POUCA LITERATURA MOSTRANDO OS EFEITOS DO PILATES NO SONO DE IDOSOS, O OBJETIVO DESTA PESQUISA FOI AVALIAR COMO ESTÁ A PERCEPÇÃO DO SONO DOS IDOSOS PRATICANTES DO MÉTODO PILATES. FOI REALIZADA UMA PESQUISA QUANTITATIVA, DO TIPO TRANSVERSAL, COM IDOSOS ACIMA DE 60 ANOS PRATICANTES DO MÉTODO PILATES HÁ PELO MENOS SEIS MESES, NO MÍNIMO DUAS VEZES POR SEMANA. FOI APLICADO O ÍNDICE DE QUALIDADE DE SONO DE PITTSBURGH, QUE AVALIA O SONO DO INDIVÍDUO EM RELAÇÃO AOS ÚLTIMOS 30 DIAS. CONFORME OS DADOS ENCONTRADOS NESSA PESQUISA, FOI POSSÍVEL VERIFICAR QUE A MAIORIA DOS IDOSOS PRATICANTES DE PILATES APRESENTA BOA QUALIDADE DE SONO, CONSEGUINDO ADORMECER EM POUCOS MINUTOS E DORMIR UMA QUANTIDADE DE HORAS SUFICIENTES, SEM APRESENTAR SONOLÊNCIA E INDISPOSIÇÃO QUE ATRAPALHE SUAS ATIVIDADES DURANTE O DIA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.