Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

O SUJEITO NÃO ENVELHECE: RELATOS DE EXPERIÊNCIA COM GRUPOS TERAPÊUTICOS DE IDOSOS ESTUDANTES DA UAMA (UNIVERSIDADE ABERTA À MATURIDADE)

Palavra-chaves: PSICANÁLISE, GRUPO TERAPÊUTICO, IDOSOS Comunicação Oral (CO) AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas à Pessoa Idosa Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

O PRESENTE TRABALHO CONSISTE EM UM RELATO DAS EXPERIÊNCIAS DESENVOLVIDAS JUNTO AO PROJETO INTITULADO “O SUJEITO NÃO ENVELHECE: PSICANÁLISE E GRUPO COM IDOSOS DO GRUPO DE CONVIVÊNCIA DA UAMA (UNIVERSIDADE ABERTA À MATURIDADE)”, FRUTO DE UMA DISCIPLINA DO CURSO DE PSICOLOGIA, DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB). COM O PROGRESSO DO ENVELHECIMENTO DA POPULAÇÃO, CARACTERIZADO PELA CONDIÇÃO DE LONGEVIDADE NO PRESENTE, CRESCE O NÚMERO DE IDOSOS E, A PARTIR DISSO, A NECESSIDADE DE COMPREENDER AS TRANSFORMAÇÕES OCORRIDAS NESSA ETAPA DA VIDA. O PROCESSO DE ENVELHECER SE CONFIGURA COMO UM CICLO QUE TRAZ MUDANÇAS DE CUNHO BIOLÓGICO, PSICOLÓGICO E SOCIAL, DEMANDANDO UMA CONSTRUÇÃO INTEGRAL DO SUJEITO NA FORMA DE ENXERGAR A SI E AO SEU MEIO. ESSA ELABORAÇÃO É ESSENCIAL PARA ALCANÇAR AUTONOMIA E EMANCIPAÇÃO FRENTE À SOCIEDADE. ISTO POSTO, VIU-SE A CONTRIBUIÇÃO QUE A PSICANÁLISE, COMO SUPORTE PARA GRUPOS TERAPÊUTICO, PODE OFERECER, VIABILIZANDO A AUTOAFIRMAÇÃO DA SUBJETIVIDADE DOS PARTICIPANTES DO GRUPO. VISANDO TRABALHAR A SINGULARIDADE DOS SUJEITOS, DENTRE AS SESSÕES REALIZADAS FORAM FEITAS DUAS OFICINA. OS RESULTADOS DEMONSTRARAM A NECESSIDADE, MAS TAMBÉM A POSSIBILIDADE DE ROMPER COM O ESTIGMA QUE DEIXA VELADA A SINGULARIDADE DOS IDOSOS, PERCEBENDO, ASSIM, A IMPORTÂNCIA DE OFERTAR UM ESPAÇO DE FALA PARA ESSE GRUPO SOCIAL. A PSICOTERAPIA DE GRUPO REALIZADA MOSTROU A EFETIVIDADE DA GRUPALIDADE COMO RECURSO TERAPÊUTICO E A FUNCIONALIDADE DA ATUALIZAÇÃO DO PASSADO, A PARTIR DA MANEIRA COM QUE O SUJEITO SE INCLUI NO CONTEXTO SOCIAL, ASSIM COMO APREENDE SEU CORPO E SUA IDENTIDADE, PARA PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.