Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

CARACTERÍSTICAS DE IDOSOS PRATICANTES DE MUSCULAÇÃO NO BRASIL.

Palavra-chaves: IDOSOS, TREINAMENTO DE RESISTÊNCIA, EPIDEMIOLOGIA Comunicação Oral (CO) AT 04: Envelhecimento Ativo e Bem Sucedido Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

A MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA, DA CAPACIDADE FUNCIONAL, DA MOBILIDADE E DO EQUILÍBRIO SÃO ALGUNS DOS BENEFÍCIOS ADVINDOS DA PRÁTICA DE TREINAMENTO RESISTIDO PELOS IDOSOS. ADICIONALMENTE, A MODALIDADE ATUA NA PREVENÇÃO DA PERDA DA MASSA E DA FORÇA MUSCULAR QUE OCORREM COM O ENVELHECIMENTO. ESTA INVESTIGAÇÃO TEVE O PROPÓSITO DE DESCREVER AS CARACTERÍSTICAS SOCIODEMOGRÁFICAS DE IDOSOS BRASILEIROS QUE PRATICAM A MUSCULAÇÃO. A AMOSTRA FOI COMPOSTA POR PESSOAS DE AMBOS OS SEXOS COM 60 AOS OU MAIS DE IDADE QUE PRATICAVAM A MUSCULAÇÃO COMO ATIVIDADE FÍSICA NO LAZER. OS DADOS SECUNDÁRIOS FORAM OBTIDOS DA PESQUISA NACIONAL DE SAÚDE 2013 (PNS2013), REALIZADO PELO IBGE EM PARCERIA COM O MINISTÉRIO DA SAÚDE. AS SEGUINTES VARIÁVEIS FORAM ANALISADAS: REGIÃO; GÊNERO; SEXO; ESTADO CIVIL; RAÇA; E NÍVEL DE INSTRUÇÃO. OS DADOS FORAM ANALISADOS ATRAVÉS DA DIFERENÇA DE PERCENTUAL, FOI ADOTADO UM INTERVALO DE CONFIANÇA DE 95%. OS RESULTADOS MOSTRARAM QUE A MAIORIA DOS IDOSOS PRATICANTES DA MODALIDADE RESIDIA NA REGIÃO SUDESTE (45,33%), ERA DO SEXO MASCULINO (56,83%), DA RAÇA/COR BRANCA (56,10%), POSSUÍA ENSINO MÉDIO COMPLETO E SUPERIOR INCOMPLETO (49,59%), A MAIORIA PRATICAVA A MODALIDADE CINCO VEZES POR SEMANA (32,46%). OS DADOS EPIDEMIOLÓGICOS DESTA INVESTIGAÇÃO MOSTRARAM PEQUENA ADESÃO DE IDOSOS RESIDENTES NA REGIÃO SUDESTE DO BRASIL, TAMBÉM FICOU EVIDENCIADA A REDUZIDA PARTICIPAÇÃO DE INDIVÍDUOS COM BAIXO GRAU DE INSTRUÇÃO NAS ATIVIDADES DE MUSCULAÇÃO, O QUE EVIDÊNCIA A NECESSIDADE DE AÇÕES QUE PROMOVAM UMA MAIOR PARTICIPAÇÃO DESSES SEGMENTOS POPULACIONAIS NAS ATIVIDADES DE TREINAMENTO RESISTIDO.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.