Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

AVALIAÇÃO DA TERAPIA MEDICAMENTOSA EM IDOSOS HIPERTENSOS DA UNIVERSIDADE ABERTA À MATURIDADE - UAMA

Palavra-chaves: HIPERTENSÃO, FARMACOTERAPIA, IDOSOS, TRATAMENTO, TRATAMENTO Comunicação Oral (CO) AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas à Pessoa Idosa
"2019-06-26 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 53309
    "edicao_id" => 109
    "trabalho_id" => 1381
    "inscrito_id" => 954
    "titulo" => "AVALIAÇÃO DA TERAPIA MEDICAMENTOSA EM IDOSOS HIPERTENSOS DA UNIVERSIDADE ABERTA À MATURIDADE - UAMA"
    "resumo" => "A HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA (HAS) É CONSIDERADA UM GRAVE PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA, NÃO APENAS NO BRASIL, MAS EM TODO O MUNDO. NA MAIORIA DOS CASOS, VERIFICA-SE SER UMA DOENÇA ASSINTOMÁTICA, SILENCIOSA, O QUE LEVA A DIFICULDADE NO DIAGNÓSTICO DA DOENÇA E À NÃO ADESÃO AO TRATAMENTO, SENDO CONSIDERADA TAMBÉM IMPORTANTE FATOR DE RISCO PARA O DESENVOLVIMENTO DE DOENÇAS RENAIS, CEREBRAIS E CARDIOVASCULARES, SENDO ESSA ÚLTIMA RESPONSÁVEL POR CERCA DE 250.000 MORTES. A HAS PODE ACOMETER PESSOAS DE QUALQUER FAIXA ETÁRIA, PORÉM, A POPULAÇÃO IDOSA MOSTRA-SE A MAIS ATINGIDA PELA DOENÇA. PORTANTO, O PRESENTE TRABALHO TEM COMO OBJETIVO AVALIAR A TERAPIA FARMACOLÓGICA DE IDOSOS PORTADORES DE HAS QUE SÃO ALUNOS DE UMA UNIVERSIDADE ABERTA À MATURIDADE. É UM TRABALHO DO TIPO DOCUMENTAL, DESCRITIVO E COM ABORDAGEM QUALIQUANTITATIVA. NA AMOSTRA COMPOSTA POR 50 PACIENTES, VERIFICOU-SE UMA PREVALÊNCIA FEMININA DE 76%. QUANTO AO TIPO DE TRATAMENTO A POLITERAPIA APRESENTOU ÍNDICE DE 54% E O LOSARTANA DA CLASSE DOS BLOQUEADORES DOS RECEPTORES AT¹ DA ANGIOTENSINA II COM 33% DA AMOSTRA, FOI O MEDICAMENTO MAIS PRESCRITO. AS ASSOCIAÇÕES MAIS ENCONTRADAS FORAM ENTRE DOIS MEDICAMENTOS, APRESENTANDO 57% E MAIS PRECISAMENTE ENTRE AS CLASSES DOS BLOQUEADORES DOS RECEPTORES AT¹ DA ANGIOTENSINA II COM BLOQUEADORES DOS CANAIS DE CÁLCIO. EM RELAÇÃO AO CONTROLE DA PA VERIFICOU-SE QUE 76% DE TODA A AMOSTRA ESTAVAM COM NÍVEIS PRESSÓRICOS CONSIDERADOS NORMAIS. COM ISSO O TRABALHO MOSTRA COMO O TRATAMENTO MEDICAMENTOSO PODE SER EFETIVO SE UTILIZADO DE MANEIRA CORRETA."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas à Pessoa Idosa"
    "palavra_chave" => "HIPERTENSÃO, FARMACOTERAPIA, IDOSOS, TRATAMENTO, TRATAMENTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV125_MD1_SA3_ID954_10062019224008.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:53:28"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JAMILLY KEILLA BARBOSA PAULINO"
    "autor_nome_curto" => "JAMILLY KEILLA"
    "autor_email" => "keilla.jamilly@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais VI CIEH"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2019"
    "edicao_logo" => "5e49e780eec9b_16022020220816.png"
    "edicao_capa" => "5ee370c6dba9e_12062020091046.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 53309
    "edicao_id" => 109
    "trabalho_id" => 1381
    "inscrito_id" => 954
    "titulo" => "AVALIAÇÃO DA TERAPIA MEDICAMENTOSA EM IDOSOS HIPERTENSOS DA UNIVERSIDADE ABERTA À MATURIDADE - UAMA"
    "resumo" => "A HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA (HAS) É CONSIDERADA UM GRAVE PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA, NÃO APENAS NO BRASIL, MAS EM TODO O MUNDO. NA MAIORIA DOS CASOS, VERIFICA-SE SER UMA DOENÇA ASSINTOMÁTICA, SILENCIOSA, O QUE LEVA A DIFICULDADE NO DIAGNÓSTICO DA DOENÇA E À NÃO ADESÃO AO TRATAMENTO, SENDO CONSIDERADA TAMBÉM IMPORTANTE FATOR DE RISCO PARA O DESENVOLVIMENTO DE DOENÇAS RENAIS, CEREBRAIS E CARDIOVASCULARES, SENDO ESSA ÚLTIMA RESPONSÁVEL POR CERCA DE 250.000 MORTES. A HAS PODE ACOMETER PESSOAS DE QUALQUER FAIXA ETÁRIA, PORÉM, A POPULAÇÃO IDOSA MOSTRA-SE A MAIS ATINGIDA PELA DOENÇA. PORTANTO, O PRESENTE TRABALHO TEM COMO OBJETIVO AVALIAR A TERAPIA FARMACOLÓGICA DE IDOSOS PORTADORES DE HAS QUE SÃO ALUNOS DE UMA UNIVERSIDADE ABERTA À MATURIDADE. É UM TRABALHO DO TIPO DOCUMENTAL, DESCRITIVO E COM ABORDAGEM QUALIQUANTITATIVA. NA AMOSTRA COMPOSTA POR 50 PACIENTES, VERIFICOU-SE UMA PREVALÊNCIA FEMININA DE 76%. QUANTO AO TIPO DE TRATAMENTO A POLITERAPIA APRESENTOU ÍNDICE DE 54% E O LOSARTANA DA CLASSE DOS BLOQUEADORES DOS RECEPTORES AT¹ DA ANGIOTENSINA II COM 33% DA AMOSTRA, FOI O MEDICAMENTO MAIS PRESCRITO. AS ASSOCIAÇÕES MAIS ENCONTRADAS FORAM ENTRE DOIS MEDICAMENTOS, APRESENTANDO 57% E MAIS PRECISAMENTE ENTRE AS CLASSES DOS BLOQUEADORES DOS RECEPTORES AT¹ DA ANGIOTENSINA II COM BLOQUEADORES DOS CANAIS DE CÁLCIO. EM RELAÇÃO AO CONTROLE DA PA VERIFICOU-SE QUE 76% DE TODA A AMOSTRA ESTAVAM COM NÍVEIS PRESSÓRICOS CONSIDERADOS NORMAIS. COM ISSO O TRABALHO MOSTRA COMO O TRATAMENTO MEDICAMENTOSO PODE SER EFETIVO SE UTILIZADO DE MANEIRA CORRETA."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas à Pessoa Idosa"
    "palavra_chave" => "HIPERTENSÃO, FARMACOTERAPIA, IDOSOS, TRATAMENTO, TRATAMENTO"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV125_MD1_SA3_ID954_10062019224008.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:51"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:53:28"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "JAMILLY KEILLA BARBOSA PAULINO"
    "autor_nome_curto" => "JAMILLY KEILLA"
    "autor_email" => "keilla.jamilly@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais VI CIEH"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2019"
    "edicao_logo" => "5e49e780eec9b_16022020220816.png"
    "edicao_capa" => "5ee370c6dba9e_12062020091046.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

A HIPERTENSÃO ARTERIAL SISTÊMICA (HAS) É CONSIDERADA UM GRAVE PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA, NÃO APENAS NO BRASIL, MAS EM TODO O MUNDO. NA MAIORIA DOS CASOS, VERIFICA-SE SER UMA DOENÇA ASSINTOMÁTICA, SILENCIOSA, O QUE LEVA A DIFICULDADE NO DIAGNÓSTICO DA DOENÇA E À NÃO ADESÃO AO TRATAMENTO, SENDO CONSIDERADA TAMBÉM IMPORTANTE FATOR DE RISCO PARA O DESENVOLVIMENTO DE DOENÇAS RENAIS, CEREBRAIS E CARDIOVASCULARES, SENDO ESSA ÚLTIMA RESPONSÁVEL POR CERCA DE 250.000 MORTES. A HAS PODE ACOMETER PESSOAS DE QUALQUER FAIXA ETÁRIA, PORÉM, A POPULAÇÃO IDOSA MOSTRA-SE A MAIS ATINGIDA PELA DOENÇA. PORTANTO, O PRESENTE TRABALHO TEM COMO OBJETIVO AVALIAR A TERAPIA FARMACOLÓGICA DE IDOSOS PORTADORES DE HAS QUE SÃO ALUNOS DE UMA UNIVERSIDADE ABERTA À MATURIDADE. É UM TRABALHO DO TIPO DOCUMENTAL, DESCRITIVO E COM ABORDAGEM QUALIQUANTITATIVA. NA AMOSTRA COMPOSTA POR 50 PACIENTES, VERIFICOU-SE UMA PREVALÊNCIA FEMININA DE 76%. QUANTO AO TIPO DE TRATAMENTO A POLITERAPIA APRESENTOU ÍNDICE DE 54% E O LOSARTANA DA CLASSE DOS BLOQUEADORES DOS RECEPTORES AT¹ DA ANGIOTENSINA II COM 33% DA AMOSTRA, FOI O MEDICAMENTO MAIS PRESCRITO. AS ASSOCIAÇÕES MAIS ENCONTRADAS FORAM ENTRE DOIS MEDICAMENTOS, APRESENTANDO 57% E MAIS PRECISAMENTE ENTRE AS CLASSES DOS BLOQUEADORES DOS RECEPTORES AT¹ DA ANGIOTENSINA II COM BLOQUEADORES DOS CANAIS DE CÁLCIO. EM RELAÇÃO AO CONTROLE DA PA VERIFICOU-SE QUE 76% DE TODA A AMOSTRA ESTAVAM COM NÍVEIS PRESSÓRICOS CONSIDERADOS NORMAIS. COM ISSO O TRABALHO MOSTRA COMO O TRATAMENTO MEDICAMENTOSO PODE SER EFETIVO SE UTILIZADO DE MANEIRA CORRETA.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.