Artigo Anais VI CIEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2318-0854

ANÁLISE DOS FATORES AMBIENTAIS DE QUEDAS EM IDOSOS ATENDIDOS EM DOMICÍLIO NO MUNICÍPIO DE CABEDELO-PB

Palavra-chaves: SAÚDE DO IDOSO, ACIDENTES POR QUEDAS, FATORES DE RISCO, RISCOS AMBIENTAIS. Pôster (PO) AT 12: Acessibilidade, mobilidade e concepções arquitetônicas
"2019-06-26 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 53148
    "edicao_id" => 109
    "trabalho_id" => 623
    "inscrito_id" => 990
    "titulo" => """
      ANÁLISE DOS FATORES AMBIENTAIS DE QUEDAS EM IDOSOS\r\n
      ATENDIDOS EM DOMICÍLIO NO MUNICÍPIO DE CABEDELO-PB
      """
    "resumo" => "O ENVELHECIMENTO POPULACIONAL É CRESCENTE E ESTÁ EXIGINDO MUDANÇAS POLÍTICO-SOCIAIS E DE PLANEJAMENTO E AÇÕES EM SAÚDE NO CUIDADO À PESSOA IDOSA. PARA TAL, É NECESSÁRIO UM OLHAR MULTIDIMENSIONAL DIANTE DO IDOSO, ENTENDENDO A DIVERSIDADE DE FATORES QUE ESTÃO ENVOLVIDOS COM O ENVELHECIMENTO. ENVELHECER É UM PROCESSO NATURAL E PROGRESSIVO E ESTÁ ASSOCIADO À ALGUMAS MUDANÇAS. A PERDA DE MASSA MUSCULAR E TECIDO ÓSSEO PROGRESSIVA, LENTIDÃO OU INCAPACIDADE DE RESPOSTA DOS MECANISMOS NEURAIS E OSTEOARTICULARES LEVARÃO A DIMINUIÇÃO OU AUSÊNCIA DA MANUTENÇÃO POSTURAL E CONSEQUENTE DESEQUILÍBRIO, O QUE AUMENTA OS RISCOS DE QUEDAS. ESTE EVENTO É MOTIVADO TANTO POR CAUSAS INTRÍNSECAS COMO POR FATORES EXTRÍNSECOS, ESTE ÚLTIMO REFERE-SE AOS RISCOS PRESENTES NO AMBIENTE EM QUE O IDOSO VIVE. PORTANTO, O OBJETIVO DO ESTUDO FOI ANALISAR OS FATORES AMBIENTAIS DE QUEDAS EM IDOSOS ATENDIDOS EM DOMICÍLIO NO MUNICÍPIO DE CABEDELO-PB. TRATA-SE DE UMA PESQUISA DE CAMPO DO TIPO OBSERVACIONAL COM BORDAGEM QUANTITATIVA. COMO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO UTILIZOU-SE UMA ESCALA AMBIENTAL DO RISCO DE QUEDAS, APLICADA NO DOMICÍLIO DE IDOSOS DE AMBOS OS SEXOS. A MESMA CONTEMPLA UM QUESTIONÁRIO SOCIODEMOGRÁFICO E UMA TABELA CONTENDO OS PRINCIPAIS FATORES AMBIENTAIS DE RISCO DE QUEDAS, DIVIDIDOS POR CÔMODOS.  O AMBIENTE ONDE FORAM ENCONTRADOS MAIORES RISCOS DE QUEDAS FOI O BANHEIRO. ASSIM, CONCLUIU-SE QUE É IMPORTANTE REALIZAR UMA AVALIAÇÃO AMBIENTAL NO DOMICÍLIO DOS IDOSOS, CONSIDERANDO QUE AS QUEDAS PODEM SER EVITADAS, ATRAVÉS DA IDENTIFICAÇÃO DESTES FATORES DE RISCOS E ADAPTAÇÕES NO AMBIENTE, ALÉM DAS ORIENTAÇÕES DADAS AOS IDOSOS E FAMILIARES."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 12: Acessibilidade, mobilidade e concepções arquitetônicas"
    "palavra_chave" => "SAÚDE DO IDOSO, ACIDENTES POR QUEDAS, FATORES DE RISCO, RISCOS AMBIENTAIS."
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV125_MD4_SA12_ID990_27052019165920.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:50"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:53:27"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ANA KAROLINA VITOR DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "ANA KAROLINA"
    "autor_email" => "ana.karoll1998@gmail.com"
    "autor_ies" => "CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JOÃO PESSOA- UNIPÊ"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais VI CIEH"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2019"
    "edicao_logo" => "5e49e780eec9b_16022020220816.png"
    "edicao_capa" => "5ee370c6dba9e_12062020091046.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 53148
    "edicao_id" => 109
    "trabalho_id" => 623
    "inscrito_id" => 990
    "titulo" => """
      ANÁLISE DOS FATORES AMBIENTAIS DE QUEDAS EM IDOSOS\r\n
      ATENDIDOS EM DOMICÍLIO NO MUNICÍPIO DE CABEDELO-PB
      """
    "resumo" => "O ENVELHECIMENTO POPULACIONAL É CRESCENTE E ESTÁ EXIGINDO MUDANÇAS POLÍTICO-SOCIAIS E DE PLANEJAMENTO E AÇÕES EM SAÚDE NO CUIDADO À PESSOA IDOSA. PARA TAL, É NECESSÁRIO UM OLHAR MULTIDIMENSIONAL DIANTE DO IDOSO, ENTENDENDO A DIVERSIDADE DE FATORES QUE ESTÃO ENVOLVIDOS COM O ENVELHECIMENTO. ENVELHECER É UM PROCESSO NATURAL E PROGRESSIVO E ESTÁ ASSOCIADO À ALGUMAS MUDANÇAS. A PERDA DE MASSA MUSCULAR E TECIDO ÓSSEO PROGRESSIVA, LENTIDÃO OU INCAPACIDADE DE RESPOSTA DOS MECANISMOS NEURAIS E OSTEOARTICULARES LEVARÃO A DIMINUIÇÃO OU AUSÊNCIA DA MANUTENÇÃO POSTURAL E CONSEQUENTE DESEQUILÍBRIO, O QUE AUMENTA OS RISCOS DE QUEDAS. ESTE EVENTO É MOTIVADO TANTO POR CAUSAS INTRÍNSECAS COMO POR FATORES EXTRÍNSECOS, ESTE ÚLTIMO REFERE-SE AOS RISCOS PRESENTES NO AMBIENTE EM QUE O IDOSO VIVE. PORTANTO, O OBJETIVO DO ESTUDO FOI ANALISAR OS FATORES AMBIENTAIS DE QUEDAS EM IDOSOS ATENDIDOS EM DOMICÍLIO NO MUNICÍPIO DE CABEDELO-PB. TRATA-SE DE UMA PESQUISA DE CAMPO DO TIPO OBSERVACIONAL COM BORDAGEM QUANTITATIVA. COMO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO UTILIZOU-SE UMA ESCALA AMBIENTAL DO RISCO DE QUEDAS, APLICADA NO DOMICÍLIO DE IDOSOS DE AMBOS OS SEXOS. A MESMA CONTEMPLA UM QUESTIONÁRIO SOCIODEMOGRÁFICO E UMA TABELA CONTENDO OS PRINCIPAIS FATORES AMBIENTAIS DE RISCO DE QUEDAS, DIVIDIDOS POR CÔMODOS.  O AMBIENTE ONDE FORAM ENCONTRADOS MAIORES RISCOS DE QUEDAS FOI O BANHEIRO. ASSIM, CONCLUIU-SE QUE É IMPORTANTE REALIZAR UMA AVALIAÇÃO AMBIENTAL NO DOMICÍLIO DOS IDOSOS, CONSIDERANDO QUE AS QUEDAS PODEM SER EVITADAS, ATRAVÉS DA IDENTIFICAÇÃO DESTES FATORES DE RISCOS E ADAPTAÇÕES NO AMBIENTE, ALÉM DAS ORIENTAÇÕES DADAS AOS IDOSOS E FAMILIARES."
    "modalidade" => "Pôster (PO)"
    "area_tematica" => "AT 12: Acessibilidade, mobilidade e concepções arquitetônicas"
    "palavra_chave" => "SAÚDE DO IDOSO, ACIDENTES POR QUEDAS, FATORES DE RISCO, RISCOS AMBIENTAIS."
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV125_MD4_SA12_ID990_27052019165920.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:50"
    "updated_at" => "2020-06-09 18:53:27"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ANA KAROLINA VITOR DA SILVA"
    "autor_nome_curto" => "ANA KAROLINA"
    "autor_email" => "ana.karoll1998@gmail.com"
    "autor_ies" => "CENTRO UNIVERSITÁRIO DE JOÃO PESSOA- UNIPÊ"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-vi-cieh"
    "edicao_nome" => "Anais VI CIEH"
    "edicao_evento" => "VI Congresso Internacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2019
    "edicao_pasta" => "anais/cieh/2019"
    "edicao_logo" => "5e49e780eec9b_16022020220816.png"
    "edicao_capa" => "5ee370c6dba9e_12062020091046.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2019-06-26 00:00:00"
    "publicacao_id" => 10
    "publicacao_nome" => "Anais do Congresso Internacional de Envelhecimento Humano (CIEH)"
    "publicacao_codigo" => "2318-0854"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 26 de junho de 2019

Resumo

O ENVELHECIMENTO POPULACIONAL É CRESCENTE E ESTÁ EXIGINDO MUDANÇAS POLÍTICO-SOCIAIS E DE PLANEJAMENTO E AÇÕES EM SAÚDE NO CUIDADO À PESSOA IDOSA. PARA TAL, É NECESSÁRIO UM OLHAR MULTIDIMENSIONAL DIANTE DO IDOSO, ENTENDENDO A DIVERSIDADE DE FATORES QUE ESTÃO ENVOLVIDOS COM O ENVELHECIMENTO. ENVELHECER É UM PROCESSO NATURAL E PROGRESSIVO E ESTÁ ASSOCIADO À ALGUMAS MUDANÇAS. A PERDA DE MASSA MUSCULAR E TECIDO ÓSSEO PROGRESSIVA, LENTIDÃO OU INCAPACIDADE DE RESPOSTA DOS MECANISMOS NEURAIS E OSTEOARTICULARES LEVARÃO A DIMINUIÇÃO OU AUSÊNCIA DA MANUTENÇÃO POSTURAL E CONSEQUENTE DESEQUILÍBRIO, O QUE AUMENTA OS RISCOS DE QUEDAS. ESTE EVENTO É MOTIVADO TANTO POR CAUSAS INTRÍNSECAS COMO POR FATORES EXTRÍNSECOS, ESTE ÚLTIMO REFERE-SE AOS RISCOS PRESENTES NO AMBIENTE EM QUE O IDOSO VIVE. PORTANTO, O OBJETIVO DO ESTUDO FOI ANALISAR OS FATORES AMBIENTAIS DE QUEDAS EM IDOSOS ATENDIDOS EM DOMICÍLIO NO MUNICÍPIO DE CABEDELO-PB. TRATA-SE DE UMA PESQUISA DE CAMPO DO TIPO OBSERVACIONAL COM BORDAGEM QUANTITATIVA. COMO INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO UTILIZOU-SE UMA ESCALA AMBIENTAL DO RISCO DE QUEDAS, APLICADA NO DOMICÍLIO DE IDOSOS DE AMBOS OS SEXOS. A MESMA CONTEMPLA UM QUESTIONÁRIO SOCIODEMOGRÁFICO E UMA TABELA CONTENDO OS PRINCIPAIS FATORES AMBIENTAIS DE RISCO DE QUEDAS, DIVIDIDOS POR CÔMODOS. O AMBIENTE ONDE FORAM ENCONTRADOS MAIORES RISCOS DE QUEDAS FOI O BANHEIRO. ASSIM, CONCLUIU-SE QUE É IMPORTANTE REALIZAR UMA AVALIAÇÃO AMBIENTAL NO DOMICÍLIO DOS IDOSOS, CONSIDERANDO QUE AS QUEDAS PODEM SER EVITADAS, ATRAVÉS DA IDENTIFICAÇÃO DESTES FATORES DE RISCOS E ADAPTAÇÕES NO AMBIENTE, ALÉM DAS ORIENTAÇÕES DADAS AOS IDOSOS E FAMILIARES.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.