Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

Visualizações: 269
RELATO DE EXPERIÊNCIA REFERENTE A UMA AÇÃO VOLTADA PARA A SAÚDE DO HOMEM REALIZADA NO NOVEMBRO AZUL

Palavra-chaves: SAÚDE DO HOMEM, CONSCIENTIZAÇÃO, INFORMAÇÃO Relato de Experiência(RE) Saúde Coletiva Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

O Novembro Azul é considerado o mês em que são realizadas ações ligadas à saúde do homem, como por exemplo: a prevenção do câncer de próstata, DST’s diabetes e hipertensão, sendo que as duas últimas apresentam-se em grandes dimensões não só quando o assunto é o homem, mas também na saúde em geral. Com o objetivo de demonstrar a importância do conhecimento sobre a saúde do homem, neste trabalho é relatado uma experiência vivenciada por estudantes da área da saúde da Universidade Federal da Paraíba através do Projeto Aquarela, que tem por objetivo a interação de futuros profissionais com a comunidade. Nesse sentido, a ação foi realizada na comunidade da Penha, no município de João Pessoa, onde atuamos por meio de visitas domiciliares distribuindo panfletos e preservativos, orientando a população masculina sobre como se protegerem das doenças abordadas e os fatores relacionados com cada uma, como também tirando dúvidas que viessem a surgir, a fim de conscientiza-los e conseguir uma maior participação destes quando se trata de se cuidarem. Além disso, foram realizados também verificação de pressão (PA) e glicemia, com o objetivo de observar a existência de alguma alteração, e coloca-los em alerta caso fosse encontrado. Tudo foi feito com o intuito de informar e conscientizar os homens, para que os mesmos busquem mais as Unidades de Saúde. Sabemos que a população masculina pouco busca os serviços de saúde, tem certa resistência por acabar achando muitas vezes que isso diminuirá sua masculinidade, por vergonha, por não quererem admitir que estão doentes, e por acharem que quem deve ir a USB é a mulher e se colocarem na postura de chefes da cada, ou seja, o que eles pensam exerce função direta em seu corpo, então é necessário contornar o psicológico para cuidar do físico e isso parte da maneira como passamos a realidades para eles. O resultado desta ação foi satisfatório para ambos os lados, pois os homens em sua maioria se mostraram preocupados e retiraram muitas dúvidas ficando subentendido que muitos aceitaram as informações passadas, e teve impacto positivo para os estudantes, pois conseguimos alcançar o que queríamos, tivemos boa aceitação da comunidade para a realização, e percebemos que não houve tanta resistência como o esperado. Sendo assim, tal vivencia se tratou de uma excelente experiência por termos nos deparado com diferentes situações (por que alguns dos pacientes já se encontravam com diabetes e hipertensão ou já haviam tido DST), por percebermos que eles agora tinham mais interesse em buscar a UBS e com isso se cuidarem, e também por que durante a nossa vida profissional na atenção básica teremos sempre que fazer a busca ativa dos homens e com isso vamos nos enriquecendo ao longo da nossa formação.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.