Artigo Anais CONACIS

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-0186

CARACTERIZAÇÃO DA POPULAÇÃO ATENDIDA EM UMA UNIDADE CIRÚRGICA: SUBSÍDIO PARA A ASSISTÊNCIA DE ENFERMAGEM

Palavra-chaves: ENFERMAGEM, CUIDADO, PERIOPERATÓRIO Tema Livre (TL) Enfermagem Publicado em 09 de abril de 2014

Resumo

Resumo: O cuidado é uma ação humana, sendo a enfermagem uma das profissões responsável pelo cuidar de outro indivíduo, um dos ramos dessa profissão é a enfermagem perioperatória, onde o cliente recebe assistência nas três fases operatórias. Mas para que essa atenção seja integral é necessário que a esses profissionais conheçam os clientes que estão sob seus cuidados, de forma que isso deve ser iniciado com familiarização do quadro sociodemográfico do mesmo, pois seu conhecimento é de suma importância para o planejamento da assistência e a tomada de decisão. Com isso objetiva-se nesse estudo caracterizar o perfil sóciodemográfico dos indivíduos que se submeteram a cirurgias eletivas no Hospital Regional de Cajazeiras-PB. Essa pesquisa é relevante, pois irá promover a partir da compreensão dos seus sujeitos um tratamento de qualidade, diminuindo assim os problemas pós-operatórios. Metodologia: Estudo descritivo, com abordagem quantitativa, foi realizado nas clínicas cirúrgicas do Hospital Regional de Cajazeiras-PB, a amostra foi por conveniência, onde participaram da investigação 60 pacientes em pré-operatório a mais de oito horas na clínica cirúrgica, maiores de 18 anos, submetido à cirurgia eletiva. Utilizou-se um questionário como instrumento de coleta de dados. Análise e discussão No que concerne à avaliação sociodemografica dos 60 sujeitos da pesquisa, observou-se uma predominância do sexo masculino. Quanto a faixa etária, identificou-se que o intervalo entre 20 a 40 anos é o mais recorrente, com um total de 45% dos casos, o que evidencia a jovialidade dos pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos. No que se refere às atividades profissionais, somente 30% dos sujeitos entrevistados informaram que atualmente possuem vínculo empregatício, isso pode está relacionado ao alto índice de desemprego no país. Observou-se também que 85% dos clientes possuem parceiro, sejam esses casados ou em união estável, sendo que a figura do companheiro é importante para sua recuperação. Também foi evidenciada a presença da cor parda com 48,3%. Quanto a educação, outra característica de suma importância é o grau educacional, onde houve uma frequência de 61,6% de pessoas com o nível fundamental incompleto. Por fim, como último elemento abordado no perfil sociodemográfico, tem-se a renda familiar com 78,3% dos sujeitos pesquisados com vencimentos igual ou menor que um salário mínimo. Conclusão: A partir do estudo foi possível verificar a importância do conhecimento das características sociodemográficas do cliente, visando o conhecimento do cliente e estabelecimento de uma comunicação entre enfermeiro, paciente e tratamento, possibilitando uma melhor assistência e acolhimento, quebrando o paradigma tradicional hospitalocêntrico e agregando ao seu cotidiano assistencial novas tecnologias de cuidado, tais como o acolhimento, vínculo e escuta ativa.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.