Artigo Anais II CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

UTILIZAÇÃO DA REALIDADE VIRTUAL NA DOENÇA DE ALZHEIMER: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Palavra-chaves: VIRTUAL REALITY, ALZHEIMER’S DISEASE, AGED Comunicação Oral (CO) AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas a Pessoa Idosa
"2018-11-22 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1639
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 50448
    "edicao_id" => 102
    "trabalho_id" => 242
    "inscrito_id" => 485
    "titulo" => "UTILIZAÇÃO DA REALIDADE VIRTUAL NA DOENÇA DE ALZHEIMER: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA"
    "resumo" => "Resumo: A doença de Alzheimer (DA) é neurodegenerativa e progressiva, ocasionando uma série de mudanças na estrutura cerebral e incapacidades funcionais, dificultando as atividades de vida diárias e sociais, necessitando de alternativas eficientes no manejo da doença. Nesse sentido a utilização da realidade virtual (RV), vem sendo bastante visada na área da pesquisa, pela possibilidade de vivenciar experiências semelhantes às diárias, capazes de explorar várias emoções, assim como a cognição e aptidão física, tornando a realidade virtual uma estratégia interessante na reabilitação funcional física e cognitiva, útil tanto na avaliação quanto tratamento de diversas patologias. Objetivo: identificar a aplicabilidade da RV em indivíduos com DA. Metodologia: O presente estudo trata-se de uma revisão sistemática da literatura que buscou identificar as diferentes formas de utilização da RV em indivíduos com DA. A busca foi realizada nas seguintes bases de dados eletrônicas: PubMed; PeDro; EBSCO, Lilacs e SciELO. Após os critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados quatro artigos científicos. Resultados: A literatura apoia uso da RV como instrumento de tratamento e avaliação de pacientes com DA, tendo resultados satisfatórios e animadores como sendo uma técnica eficaz e que facilita a análise de evolução e de estado desses pacientes. Conclusão: Concluímos que a realidade virtual tem se mostrado promissora no tratamento e avaliação de pacientes com déficits cognitivos associado a Doença de Alzheimer. Porém, novos estudos fazem-se necessário para que possamos eleger os melhores recursos de RV para melhor atender pacientes com DA e suas necessidades específicas."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas a Pessoa Idosa"
    "palavra_chave" => "VIRTUAL REALITY, ALZHEIMER’S DISEASE, AGED"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV114_MD1_SA3_ID485_31102018223043.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:37"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:07:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ALICE DE LEON FIGUEIREDO"
    "autor_nome_curto" => "ALICE FIGUEIREDO"
    "autor_email" => "alicinha2304@hotmail.com"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais II CNEH"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2018"
    "edicao_logo" => "5e49f6503c6b5_16022020231128.png"
    "edicao_capa" => "5f183e545df20_22072020102540.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-11-22 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 50448
    "edicao_id" => 102
    "trabalho_id" => 242
    "inscrito_id" => 485
    "titulo" => "UTILIZAÇÃO DA REALIDADE VIRTUAL NA DOENÇA DE ALZHEIMER: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA"
    "resumo" => "Resumo: A doença de Alzheimer (DA) é neurodegenerativa e progressiva, ocasionando uma série de mudanças na estrutura cerebral e incapacidades funcionais, dificultando as atividades de vida diárias e sociais, necessitando de alternativas eficientes no manejo da doença. Nesse sentido a utilização da realidade virtual (RV), vem sendo bastante visada na área da pesquisa, pela possibilidade de vivenciar experiências semelhantes às diárias, capazes de explorar várias emoções, assim como a cognição e aptidão física, tornando a realidade virtual uma estratégia interessante na reabilitação funcional física e cognitiva, útil tanto na avaliação quanto tratamento de diversas patologias. Objetivo: identificar a aplicabilidade da RV em indivíduos com DA. Metodologia: O presente estudo trata-se de uma revisão sistemática da literatura que buscou identificar as diferentes formas de utilização da RV em indivíduos com DA. A busca foi realizada nas seguintes bases de dados eletrônicas: PubMed; PeDro; EBSCO, Lilacs e SciELO. Após os critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados quatro artigos científicos. Resultados: A literatura apoia uso da RV como instrumento de tratamento e avaliação de pacientes com DA, tendo resultados satisfatórios e animadores como sendo uma técnica eficaz e que facilita a análise de evolução e de estado desses pacientes. Conclusão: Concluímos que a realidade virtual tem se mostrado promissora no tratamento e avaliação de pacientes com déficits cognitivos associado a Doença de Alzheimer. Porém, novos estudos fazem-se necessário para que possamos eleger os melhores recursos de RV para melhor atender pacientes com DA e suas necessidades específicas."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "AT 03: Práticas Clínicas e Terapêuticas direcionadas a Pessoa Idosa"
    "palavra_chave" => "VIRTUAL REALITY, ALZHEIMER’S DISEASE, AGED"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV114_MD1_SA3_ID485_31102018223043.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:37"
    "updated_at" => "2020-06-09 19:07:05"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "ALICE DE LEON FIGUEIREDO"
    "autor_nome_curto" => "ALICE FIGUEIREDO"
    "autor_email" => "alicinha2304@hotmail.com"
    "autor_ies" => null
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-ii-cneh"
    "edicao_nome" => "Anais II CNEH"
    "edicao_evento" => "II Congresso Nacional de Envelhecimento Humano"
    "edicao_ano" => 2018
    "edicao_pasta" => "anais/cneh/2018"
    "edicao_logo" => "5e49f6503c6b5_16022020231128.png"
    "edicao_capa" => "5f183e545df20_22072020102540.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2018-11-22 00:00:00"
    "publicacao_id" => 34
    "publicacao_nome" => "Anais CNEH"
    "publicacao_codigo" => "2526-1908"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 22 de novembro de 2018

Resumo

Resumo: A doença de Alzheimer (DA) é neurodegenerativa e progressiva, ocasionando uma série de mudanças na estrutura cerebral e incapacidades funcionais, dificultando as atividades de vida diárias e sociais, necessitando de alternativas eficientes no manejo da doença. Nesse sentido a utilização da realidade virtual (RV), vem sendo bastante visada na área da pesquisa, pela possibilidade de vivenciar experiências semelhantes às diárias, capazes de explorar várias emoções, assim como a cognição e aptidão física, tornando a realidade virtual uma estratégia interessante na reabilitação funcional física e cognitiva, útil tanto na avaliação quanto tratamento de diversas patologias. Objetivo: identificar a aplicabilidade da RV em indivíduos com DA. Metodologia: O presente estudo trata-se de uma revisão sistemática da literatura que buscou identificar as diferentes formas de utilização da RV em indivíduos com DA. A busca foi realizada nas seguintes bases de dados eletrônicas: PubMed; PeDro; EBSCO, Lilacs e SciELO. Após os critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados quatro artigos científicos. Resultados: A literatura apoia uso da RV como instrumento de tratamento e avaliação de pacientes com DA, tendo resultados satisfatórios e animadores como sendo uma técnica eficaz e que facilita a análise de evolução e de estado desses pacientes. Conclusão: Concluímos que a realidade virtual tem se mostrado promissora no tratamento e avaliação de pacientes com déficits cognitivos associado a Doença de Alzheimer. Porém, novos estudos fazem-se necessário para que possamos eleger os melhores recursos de RV para melhor atender pacientes com DA e suas necessidades específicas.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.