Artigo Anais II CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

Visualizações: 253
ASPECTOS QUE INFLUENCIAM O AUTOCUIDADO DE PACIENTES ACIMA DE 50 ANOS VIVENDO COM VÍRUS DA IMUNODEFICIÊNCIA HUMANA

Palavra-chaves: AUTOCUIDADO, SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA, CUIDADOS DE ENFERMAGEM, SAÚDE DO ADULTO, SAÚDE DO ADULTO Comunicação Oral (CO) AT 09: Afetividade, Sexualidade e Envelhecimento Publicado em 22 de novembro de 2018

Resumo

Objetivo: descrever as características sociodemográficas, comportamentais e os requisitos de autocuidado dos pacientes vivendo com HIV/Aids com mais de 50 anos atendidos em serviço de ambulatório especializado. Método: Estudo transversal de caráter descritivo com 33 pacientes com idade maior ou igual a 50 anos, de ambos os sexos que fazem acompanhamento no serviço. As variáveis independentes e os desfechos foram coletados do instrumento da consulta de enfermagem, que tem como referencial teórico a Teoria de Orem. Resultados: maioria do sexo masculino (54,5%), com média de idade de 57,6 anos, ensino fundamental incompleto (84,8%), não tinham parceria fixa (60,4%), necessitaram ocultar o diagnostico (66,7%), não fazem uso do antirretroviral diariamente (51,5%). Conclusão: foram evidenciados que alguns aspectos podem relacionados ao aumento ou à diminuição do autocuidado nos pacientes que vivem com vírus da imunodeficiência humana acima dos 50 anos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.