Artigo Anais II CNEH

ANAIS de Evento

ISSN: 2526-1908

METODOLOGIA PARA IDENTIFICAÇÃO DE NANOPARTICULADOS EM INDÚSTRIAS DE BATERIAS E A SUA RELAÇÃO COM A LONGEVIDADE

Palavra-chaves: NANOPARTÍCULAS, CHUMBO, CAPACIDADE PARA O TRABALHO, HIGIENE OCUPACIONAL, HIGIENE OCUPACIONAL Comunicação Oral (CO) AT 17: Longevidade no Ambiente de Trabalho Publicado em 22 de novembro de 2018

Resumo

A capacidade para o trabalho e a saúde são aspectos fundamentais para o envelhecimento bem-sucedido; esse cuidado deve ser construído durante a vida profissional, dessa forma, evita-se que o ambiente de trabalho aumente a incidência de doenças e a probabilidade de deficiências funcionais. Espera-se que o ambiente laboral, de suporte para uma boa manutenção cognitiva e física, e garantir que os trabalhadores tenham acesso a ambientes mais saudáveis e seguros é atribuição da alta gestão das empresas. Em muitos setores industriais, principalmente as indústrias de produção de baterias de chumbo-ácido, há a emissão de particulados de diferentes tamanhos. Partículas que possuem diâmetros inferiores 2,5µm são mais nocivas, pois podem ultrapassar as barreiras dos equipamentos de proteção do trabalhador e podem entrar no corpo pelas vias aéreas, pele, trato gastrointestinal e dentro do corpo, há uma alta probabilidade dessas partículas interagirem com células do sistema imune, desencadeando processos inflamatórios, supressão do sistema imunológico, aumentando a possibilidade de infecções ou até mesmo doenças autoimunes e câncer. O grande desafio da primeira fase desse projeto, é desenvolver uma metodologia que consiga coletar e caracterizar as propriedades físico-químicas das partículas nanométricas de chumbo, e o nível destas nanopartículas dispersas no ambiente de trabalho, em locais supostamente controlados, considerando as metodologias de higiene ocupacional aprovadas e regulamentadas pelo Ministério do Trabalho e do Emprego

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.