Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

PROBLEMÁTICAS SIGNIFICATIVAS DA PRÁTICA PEDAGÓGICA: O PLANEJAMENTO À LUZ DA PEDAGOGIA HISTÓRICO-CRÍTICA

Palavra-chaves: PLANEJAMENTO, PRÁTICA PEDAGÓGICA, PEDAGOGIA HISTÓRICA-CRÍTICA Pôster (PO) GT 02 - Didática, Currículo e Política Educacional Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

Este trabalho vincula-se ao Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC), vigência 2017-2018, intitulado Problemáticas significativas da prática pedagógica: o planejamento e avaliação à luz da pedagogia histórico-crítica. Um dos objetivos do projeto, o qual abordamos neste resumo, é discutir as contribuições da teoria pedagógica histórico-crítica acerca do planejamento de ensino. Assim, indagamos: Como a concepção pedagógica histórico-crítica pode contribuir com a discussão das problemáticas sobre o planejamento de ensino? Nossos objetivos específicos são: a) realizar estudo teórico-conceitual acerca da prática pedagógica a partir do referencial histórico-crítico; b) discutir possibilidades de planejamento de ensino, para a Educação Infantil e séries iniciais do Ensino Fundamental, à luz da pedagogia histórico-crítica; c) elaborar trabalhos acadêmicos para socialização da produção em eventos científicos e periódicos da área. Considerando que a pesquisa se constitui enquanto força material à medida que consegue apreender as determinações de longo prazo, optamos pelo método materialista histórico dialético, pois este nos oferece grande possibilidade de apreensão do real com radicalidade, se constituindo num instrumento teórico para explicarmos a realidade e enfrentarmos as problemáticas que esta nos coloca. Tendo em vista os objetivos traçados, realizamos uma pesquisa bibliográfica e documental (livros, artigos, dissertações, teses, documentos oficiais, entre outros). Realizamos os seguintes procedimentos: a) levantamento bibliográfico – acesso às produções acadêmicas e documentos oficiais sobre a problemática do estudo; b) estudo e fichamento dos textos que embasam a pedagogia histórico-crítica, em especial, aqueles que discutem a prática pedagógica na Educação Infantil e séries iniciais do Ensino Fundamental; c) análise e discussão dos dados coletados na produção bibliográfica, tendo em vista discutir o planejamento à luz dessa teoria. As conclusões iniciais que pudemos chegar, permitiu-nos afirmar que o planejamento de ensino fundamentado na pedagogia histórico-crítica almeja uma educação escolar de qualidade, que possibilite aos sujeitos uma formação rica, pautada na elevação do padrão cultural da população, o que perpassa pela apropriação dos conhecimentos artísticos, científicos e filosóficos.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.