Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

Visualizações: 242
O JOGO CORRIDA DOS RACIONAIS: UMA EXPERIÊNCIA LÚDICA INSPIRADA NA TEORIA DOS REGISTROS DE REPRESENTAÇÃO SEMIÓTICA

Palavra-chaves: NÚMERO RACIONAL, REPRESENTAÇÕES, JOGO Comunicação Oral (CO) GT 13 - Educação Matemática Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

O presente trabalho é um artigo sobre o TCC (trabalho de conclusão de curso) de mesmo título, realizado no ano de 2016, com orientação do prof. Antônio Carlos Rodrigues Monteiro do Curso de Licenciatura em Matemática da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE, cujo objetivo foi analisar a aplicação do jogo “Corrida dos Racionais”, elaborado pelo prof. Wellington Melo e utilizado como recurso didático no ensino dos números racionais e suas diferentes representações, numa turma do Programa de Correção de Fluxo - Acelera Brasil, na Escola Antônio Farias Filho da Rede Municipal de Ensino do Recife. Para a análise dos resultados, empreendeu-se um estudo bibliográfico com vistas à investigação dos entraves que permeiam o ensino dos números racionais e dos pressupostos da Teoria dos Registros de Representação Semiótica Duval (2003), sobretudo no que concerne à importância que o autor atribui à atividade cognitiva da conversão entre diferentes representações de um mesmo objeto matemático para a sua aprendizagem. Refletimos, também, sobre a relevância dos jogos e materiais didáticos manipuláveis concretos na abordagem dos objetos matemáticos. A metodologia utilizada foi a prática do jogo “Corrida dos Racionais” e aplicação de avaliações explorando os números racionais e suas representações para sete alunos integrantes da turma, antes e após o período de utilização do material nas aulas. Os resultados apontaram um melhor desempenho dos alunos nos testes avaliativos após a vivência do jogo, mas ainda evidenciam a grande dificuldade que estes têm, sobretudo, nos exercícios de conversão envolvendo as representações numéricas decimais e percentuais do número racional.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.