Artigo Anais IV CONEDU

ANAIS de Evento

ISSN: 2358-8829

NA ARTE DO LABIRINTO, PRÁTICAS EDUCATIVAS NAS MEMÓRIAS DO TRABALHO DE LABIRINTEIRAS DA COMUNIDADE DE CHÃ DOS PEREIRAS – PB

Palavra-chaves: MULHERES, LABIRINTO, HISTÓRIA DE VIDA, PRATICA EDUCATIVAS, PRATICA EDUCATIVAS Comunicação Oral (CO) GT 05 - Movimentos Sociais, Sujeitos e Processos Educativos
"2017-12-20 00:00:00"
App\Base\Administrativo\Model\Artigo {#1638
  +table: "artigo"
  +timestamps: false
  +fillable: array:13 [
    0 => "edicao_id"
    1 => "trabalho_id"
    2 => "inscrito_id"
    3 => "titulo"
    4 => "resumo"
    5 => "modalidade"
    6 => "area_tematica"
    7 => "palavra_chave"
    8 => "idioma"
    9 => "arquivo"
    10 => "created_at"
    11 => "updated_at"
    12 => "ativo"
  ]
  #casts: array:14 [
    "id" => "integer"
    "edicao_id" => "integer"
    "trabalho_id" => "integer"
    "inscrito_id" => "integer"
    "titulo" => "string"
    "resumo" => "string"
    "modalidade" => "string"
    "area_tematica" => "string"
    "palavra_chave" => "string"
    "idioma" => "string"
    "arquivo" => "string"
    "created_at" => "datetime"
    "updated_at" => "datetime"
    "ativo" => "boolean"
  ]
  #connection: "mysql"
  #primaryKey: "id"
  #keyType: "int"
  +incrementing: true
  #with: []
  #withCount: []
  #perPage: 15
  +exists: true
  +wasRecentlyCreated: false
  #attributes: array:35 [
    "id" => 37501
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 2666
    "inscrito_id" => 3132
    "titulo" => "NA ARTE DO LABIRINTO, PRÁTICAS EDUCATIVAS NAS MEMÓRIAS DO TRABALHO DE LABIRINTEIRAS DA COMUNIDADE DE CHÃ DOS PEREIRAS – PB"
    "resumo" => "A arte do labirinto faz parte da história da Comunidade rural Chã dos Pereiras, no município de Ingá-PB, nesta localidade o trabalho das mulheres tem se destacado neste tipo de artesanato, tanto na sustentabilidade econômica da família, como na ressignificação do fazer feminino nesta territorialidade, dando importância as práticas que elas desenvolvem e notabilizando sua arte no cenário local e regional. Neste artigo, discutimos sobre a trajetória de vida das mulheres da comunidade, através de seu trabalho com o labirinto, ressaltando que o trabalho da labirinteira, consiste não apenas num fazer artístico, mas empreende uma importante prática educativa. O objetivo geral é analisar a arte do labirinto na Comunidade de Chã dos Pereiras, enquanto uma prática educacional que faz parte da memória social local, enquanto uma práticas educativa que desenvolve um saber-fazer oriundo de um modo de educar pela cultura. Nosso estudo está situado dentro do campo da pesquisa em História sobre mulheres, articulando a discussão entre trabalho e memória. Trabalhamos na perspectiva teórica de Ferreira (2012), Sorrentino (1993), Moraes (2010), Cunha (2014), Abrante (2012). Compreendemos que o labirinto destaca o trabalho das mulheres, mas também, marca uma nova historicidade na suas vidas contribuindo para suas afirmações no campo do trabalho e na história de vida."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 05 - Movimentos Sociais, Sujeitos e Processos Educativos"
    "palavra_chave" => "MULHERES, LABIRINTO, HISTÓRIA DE VIDA, PRATICA EDUCATIVAS, PRATICA EDUCATIVAS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA5_ID3132_16092017160850.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:22"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:08"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARCÍLIO DE SOUZA SANTOS ARAÚJO"
    "autor_nome_curto" => "MARCÍLIO"
    "autor_email" => "marciliodes2@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #original: array:35 [
    "id" => 37501
    "edicao_id" => 77
    "trabalho_id" => 2666
    "inscrito_id" => 3132
    "titulo" => "NA ARTE DO LABIRINTO, PRÁTICAS EDUCATIVAS NAS MEMÓRIAS DO TRABALHO DE LABIRINTEIRAS DA COMUNIDADE DE CHÃ DOS PEREIRAS – PB"
    "resumo" => "A arte do labirinto faz parte da história da Comunidade rural Chã dos Pereiras, no município de Ingá-PB, nesta localidade o trabalho das mulheres tem se destacado neste tipo de artesanato, tanto na sustentabilidade econômica da família, como na ressignificação do fazer feminino nesta territorialidade, dando importância as práticas que elas desenvolvem e notabilizando sua arte no cenário local e regional. Neste artigo, discutimos sobre a trajetória de vida das mulheres da comunidade, através de seu trabalho com o labirinto, ressaltando que o trabalho da labirinteira, consiste não apenas num fazer artístico, mas empreende uma importante prática educativa. O objetivo geral é analisar a arte do labirinto na Comunidade de Chã dos Pereiras, enquanto uma prática educacional que faz parte da memória social local, enquanto uma práticas educativa que desenvolve um saber-fazer oriundo de um modo de educar pela cultura. Nosso estudo está situado dentro do campo da pesquisa em História sobre mulheres, articulando a discussão entre trabalho e memória. Trabalhamos na perspectiva teórica de Ferreira (2012), Sorrentino (1993), Moraes (2010), Cunha (2014), Abrante (2012). Compreendemos que o labirinto destaca o trabalho das mulheres, mas também, marca uma nova historicidade na suas vidas contribuindo para suas afirmações no campo do trabalho e na história de vida."
    "modalidade" => "Comunicação Oral (CO)"
    "area_tematica" => "GT 05 - Movimentos Sociais, Sujeitos e Processos Educativos"
    "palavra_chave" => "MULHERES, LABIRINTO, HISTÓRIA DE VIDA, PRATICA EDUCATIVAS, PRATICA EDUCATIVAS"
    "idioma" => "Português"
    "arquivo" => "TRABALHO_EV073_MD1_SA5_ID3132_16092017160850.pdf"
    "created_at" => "2020-05-28 15:53:22"
    "updated_at" => "2020-06-10 11:28:08"
    "ativo" => 1
    "autor_nome" => "MARCÍLIO DE SOUZA SANTOS ARAÚJO"
    "autor_nome_curto" => "MARCÍLIO"
    "autor_email" => "marciliodes2@gmail.com"
    "autor_ies" => "UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA (UEPB)"
    "autor_imagem" => ""
    "edicao_url" => "anais-iv-conedu"
    "edicao_nome" => "Anais IV CONEDU"
    "edicao_evento" => "IV Congresso Nacional de Educação"
    "edicao_ano" => 2017
    "edicao_pasta" => "anais/conedu/2017"
    "edicao_logo" => "5e4a048a72ec9_17022020001210.jpg"
    "edicao_capa" => "5f18486b9c352_22072020110843.jpg"
    "data_publicacao" => null
    "edicao_publicada_em" => "2017-12-20 00:00:00"
    "publicacao_id" => 19
    "publicacao_nome" => "Anais CONEDU"
    "publicacao_codigo" => "2358-8829"
    "tipo_codigo_id" => 1
    "tipo_codigo_nome" => "ISSN"
    "tipo_publicacao_id" => 1
    "tipo_publicacao_nome" => "ANAIS de Evento"
  ]
  #changes: []
  #classCastCache: []
  #dates: []
  #dateFormat: null
  #appends: []
  #dispatchesEvents: []
  #observables: []
  #relations: []
  #touches: []
  #hidden: []
  #visible: []
  #guarded: array:1 [
    0 => "*"
  ]
}
Publicado em 20 de dezembro de 2017

Resumo

A arte do labirinto faz parte da história da Comunidade rural Chã dos Pereiras, no município de Ingá-PB, nesta localidade o trabalho das mulheres tem se destacado neste tipo de artesanato, tanto na sustentabilidade econômica da família, como na ressignificação do fazer feminino nesta territorialidade, dando importância as práticas que elas desenvolvem e notabilizando sua arte no cenário local e regional. Neste artigo, discutimos sobre a trajetória de vida das mulheres da comunidade, através de seu trabalho com o labirinto, ressaltando que o trabalho da labirinteira, consiste não apenas num fazer artístico, mas empreende uma importante prática educativa. O objetivo geral é analisar a arte do labirinto na Comunidade de Chã dos Pereiras, enquanto uma prática educacional que faz parte da memória social local, enquanto uma práticas educativa que desenvolve um saber-fazer oriundo de um modo de educar pela cultura. Nosso estudo está situado dentro do campo da pesquisa em História sobre mulheres, articulando a discussão entre trabalho e memória. Trabalhamos na perspectiva teórica de Ferreira (2012), Sorrentino (1993), Moraes (2010), Cunha (2014), Abrante (2012). Compreendemos que o labirinto destaca o trabalho das mulheres, mas também, marca uma nova historicidade na suas vidas contribuindo para suas afirmações no campo do trabalho e na história de vida.

Compartilhe:

Visualização do Artigo


Deixe um comentário

Precisamos validar o formulário.